30/09/2011

Resenha: Para Sempre

Título Original: Evermore
Autor: Alyson Noel
Editora: Intrínseca
Páginas: 304
Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante.Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor.Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.

       O livro conta a história de Ever Bloom, que era uma típica adolescente americana, popular, loira, líder de torcida, o namorado é um dos garotos mais cobiçados da escola, até que um dia, em um trágico acidente em que perde sua família, ela passa a ouvir os pensamentos das pessoas, ver suas auras e fantasmas
       Depois do acidente, Ever vai morar com sua tia e vai para uma escola nova, onde conhece dois amigos que são tudo pra ela nessa nova vida.
       A vida dela muda quando um garoto particularmente estranho chega na escola. Damen é atraente, misterioso, bonito e, é lógico, todas as garotas do colégio se apaixonam por ele de cara. E como já era de se esperar, ela é a única que não está interessada nele.
      Então, em uma aula ele é colocado do lado de Ever (novidade!) e então ela percebe que ele tem alguma coisa misteriosa que a desliga do mundo exterior, como se ele fosse um escape para toda aquela bagunça que era a vida dela.
      Como já era de se esperar, ela acaba apaixonando-se por Damen mas continua achando que há alguma coisa estranha com ele, por causa de seus sumiços, por beber somente um líquido vermelho e assim vai.
Damen e Ever passam dias e dias maravilhosos juntos, como passeios a Disney e ao Jóquei.
      Até que Ever descobre o segredo de Damen. E porque ele o atrai tanto.
Eu não vou mentir pra vocês. Eu gostei da história. Mas eu acho a história um pouco estereotipada, sabe? A garota estranha que se apaixona pelo cara mais bonito do colégio e no final ela descobre que ele é alguma coisa sobrenatural. Chega em alguns momentos do livro e pensa: “Eu já li isso em algum lugar...” e essa sensação não sai tão fácil de você.
      A temática diferente do livro me atraiu. Auras, imortalidade, reencarnação. Gostei de como a autora usou isso. Mas eu ainda acho que ela podia ter explorado mais certos pontos.
      A capa do livro foi o que mais me atraiu. É misteriosa, tem um destaque muito grande na flor, a tulipa – que aparece MUITAS vezes no livro – faz você querer comprar o livro na hora! O significado dessa flor também me surpreendeu e me fez começar a adorá-las.
      Depois de ler, é lógico que fui correndo fazer um teste pra saber qual é a minha aura! Isso me deixou super curiosa. Eu fiz esse teste aqui para quem se interessar.
      Eu não posso dizer que recomendo a série, mas é interessante de ler. Eu sugiro que vocês peguem emprestado o primeiro livro e o leiam. Vejam como vocês se identificam com a história, vejam se os atrai. Depois vocês decidem se quem ou não continuar lendo a série. É uma boa, não?


23/09/2011

Resenha: Glee, O Início

Título Original: Glee: The Beggining
Autor: Sophia Lowell
Editora: Galera Record
Páginas: 224
      Certo? Então prepare-se: você está convidado a andar pelos corredores, ouvir as fofocas e participar dos dramas do colégio McKinley — antes mesmo de o New Directions existir aos olhos do Sr. Schuester —, e descobrir tudo o que você sempre se perguntou sobre seus personagens favoritos.     Qual foi a primeira vez que Rachel viu Finn com outros olhos? Como Quinn e Puck começaram seu romance secreto? Quando Mercedes passou a confundir os conceitos de “amigo gay” e “namorado”? E como será que o então amador clube do coral sobrevivia sem um líder destemido? Dica: não era exatamente um sucesso. Preparem a voz e também as raspadinhas: está na hora de descobrir tudo o que aconteceu — em detalhes — com os integrantes do clube Glee antes do grande espetáculo começar.       Escrito por Sophia Lowell, é baseado na série de TV da Fox criada por Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan. Desde a primeira temporada, Glee é um sucesso em todo o mundo e já foi indicada para 19 prêmios Emmy e 11 Golden Globes.  
      Sou suspeita para falar qualquer coisa de Glee, levando em conta meu amor incondicional pela série e o quanto me identifico com a Rachel Berry, que é bastante citada no livro. Porém, tentarei ser imparcial.
      A narrativa é em 3ª pessoa e o narrador é onipresente, sabendo os sentimentos de cada personagem.
      Eu adorei o livro! Por ser uma história anterior ao primeiro episódio da série, logo, não modifica nada do seriado, apenas explica melhor como começou o Clube Glee e alguns relacionamentos.
      Não fará falta se você não ler o livro, mas é bom para quem gosta de um “passado” dos personagens. Pois mostra o começo do romance de Quinn e Finn, como Rachel começou a se interessar por Finn e como Puck e Quinn começaram a ter um romance proibido.
      O livro é ótimo tanto para quem é fã, quanto quem não é, porque quem é fã complementa seu amor pela série e quem não é pode tê-lo como uma leitura adolescente normal, contando histórias típicas de colegial americano com direito a Baile de Boas Vindas e as costumeiras panelinhas dos populares, rejeitados. Bem Glee mesmo.
      A escrita foi muito bem feita, numa linguagem fácil de entender. Qualquer leitor ávido termina de ler o livro em apenas um dia, mas eu, como gosto de me jogar de cabeça na leitura, demorei um pouquinho mais “viajando” nos acontecimentos.
      Qualquer um vai adorar ler as primeiras aventuras do Clube Glee para conseguir seu lugar no colégio McKinley; vai se apaixonar pelo ingênuo Finn e o sedutor Puck; se irritar com o jeito mandão de Rachel. Sem esquecer de se divertir com as mancadas de Brittany e as frases marcantes de Kurt e Mercedes.
      Pra mim, foi um dinheiro bem investido, vale a pena ler! 

22/09/2011

Review: Sexo Sem Compromisso

Título Original: No Strings Attached
Lançamento: 2011
Gênero: Comédia Romântica
Atores: Natalie Portman, Ashton Kutcher
Direção: Ivan Reitman
     
     Sexo Sem Compromisso conta a história de Emma, uma médica solteira e Adam, que é assistente de um programa de televisão e um típico cara revoltado que tem problemas com o pai.
     As vidas dos dois se cruzam constantemente, até que um dia, Adam acorda pelado na casa de Emma. O que teria acontecido? Ele fica desesperado, pois pensa que tinha tido relações sexuais com todos da casa, inclusive com o cara gay. Depois de descobrir que não tinha feito nada, essa situação logo muda, já que poucos segundos depois o que vemos é Emma e Adam se entregando aos seus desejos um pelo outro.

Review: The Vampire Diaries - 3x01: The Birthday

A nova temporada de The Vampire Diaries veio com tudo. Agora sim me arrisco a dizer que a fall season começou.
Estava decepcionada até então com as estréias de novas séries que tenho acompanhado, mas TVD só me deixou mais aguçada para os outros episódios.
Depois de 2 temporadas incríveis, eu confesso que estava muito curiosa para saber como essa história iria continuar.
  Bom, como quem acompanha deve recordar, na última temporada Stefan foi obrigado por Klaus a ajudá-lo a cumprir seu objetivo: formar híbridos, ou seja, formar criaturas que sejam lobisomens e vampiros ao mesmo tempo.

Resenha: Diário de Uma Paixão

Título Original: The Notebook
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
         Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou - Noah Calhoun. Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida... O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas.

      Antes de tudo, quero dizer que o filme baseado nesse livro é lindo! O diretor conseguiu reproduzir alguns detalhes tão bem, que eu me apaixonei pelo filme. Confesso que o vi antes de ler o livro e isso me ajudou a imaginar as cenas com muito mais detalhe e profundidade enquanto eu lia o livro. Super recomendado.
      Allie e Noah se conheceram em um verão que Allie foi passar em Nova Berna com a família. Ela era de uma família rica, de posses e status e ele era o cara do interior, trabalhador, amante de poesia.
      Após serem apresentados por amigo, os dois começam a passar dias e mais dias juntos e disso, nasce um amor lindo, puro e intenso.
      A família de Allie não aprova o romance, pois por ser de uma família rica, seus pais esperam vê-la casando com um homem rico e não com um rapaz do interior que não poderia dar a vida de luxos que ela tinha.
      A princípio, os dois pensam que o romance vai dar certo e que nada no mundo poderá separá-los. Mas não é isso que acontece.
      Noah começa a escrever todo mês durante dois anos cartas para Allie, mas nunca obteve uma resposta.
      Então, 14 anos se passam sem que nenhum dos dois obtivesse notícias um do outro. Mas uma notícia no jornal muda o rumo dessa história.
      Allie, a semanas de se casar, decide voltar para Nova Berna para ver Noah e é a partir desse reencontro que a vida dos dois muda para sempre. Eles entendem que o destino deles é ficar juntos, mas certas visitas acabam mexendo de novo com a cabeça de Allie.
      É um livro surpreendente, perfeito para os românticos. A história é linda e é quase impossível ler esse livro e não acreditar em amor eterno. Você passa a perceber que, as vezes, as coisas são pra ser. Nem que demore anos.
      O autor Nicholas Sparks nos envolve com a história de um certo modo que você não consegue escapar. Ele faz a história parecer nossa, e você de um jeito ou de outro, sempre acaba torcendo para que Noah consiga Allie de volta. É impossível não se emocionar com as frases ditas um para o outro e nos detalhes que a história conta.
      É um daqueles livros que você começa a ler e quando vai passar a página, o livro acaba. Você consegue ler em uma só noite!
      Eu adoro livros assim, e esse é um dos meus preferidos do Nicholas, então sou um pouco suspeita para falar. Mas eu recomendo demais esse livro, pois o autor dá um show na narração!
“Os românticos chamariam isto de uma história de amor, os cínicos diriam que é uma tragédia. Na minha cabeça é um pouquinho de ambas...” Noah Calhoun

21/09/2011

Início do blog...

Nós, da equipe do Estante Vertical, queremos dar as boas-vindas aos novos leitores!
Criamos esse blog pois somos apaixonadas pelo mundo da arte e queremos compartilhar nosso amor com vocês!
Nesse blog vocês irão ver resenhas de livros, reviews de filmes e séries... ou seja, tudo o que está relacionado ao mundo da arte!

Qualquer dúvida, entrem em contato!
E-mail: estantevertical@hotmail.com
Twitter: @estantevertical

Esperamos que gostem do vão ver por aqui!
Um beijo,
Equipe Estante Vertical.