31/01/2012

Resenha: Glimmerglass - O encontro de dois mundos

Título: Glimmerglass - O encontro de dois mundos
Autora: Jenna Black
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 296
Dana Hathaway ainda não sabe, mas vai acabar se metendo em apuros quando decide que é a hora de fugir de casa para encontrar seu misterioso pai na cidade de Avalon: o único lugar na Terra onde o mundo real e o mágico se cruzam. No entanto, assim que Dana põe os pés em Avalon, tudo começa a dar errado, pois ela não é uma adolescente comum – ela é uma faeriewalker, um indivíduo raro que pode viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia a cidade de Faerie. . Não demora muito e Dana envolve-se no jogo implacável da política do mundo da magia. Alguém está tentando matá-la, e todos parecem querer alguma coisa dela, desde seus novos amigos e da família até Ethan, o lindo garoto com poderes fantásticos com quem Dana acha que nunca terá uma chance… Até ter uma. Presa entre esses dois mundos, Dana não sabe bem onde se encaixa ou em quem pode confiar;muito menos se sua vida um dia voltará a ser normal.

Glimmerglass é um livro daqueles que a gente espera uma coisa e quando lê, acaba se surpreendendo. E sinceramente, não dá para descrever a grandeza que essa surpresa tem.

Não vou falar muito do enredo, pois eu acho que a sinopse do livro já faz isso. Mas vou tentar descrever um pouco a história para vocês não ficarem perdidos.
Dana vive com sua mãe e cansada das suas bebedeiras resolve fugir para encontrar o pai em Avalon, que é um lugar onde o mundo humano e o mundo mágico se cruzam.

Para a maioria das pessoas, essa pequena descrição pode parecer um tanto clichê. E se você se basear só na sinopse, ela realmente é. Mas claro que não podemos julgar o livro só pela sinopse, não é mesmo leitores?

- Você enxergou o que os faeriewalkers chamam de Glimmerglass – a janela que conduz ao mundo mortal e à Faerie ao mesmo tempo. Ouvi dizer que é...desorientador.
O livro já começa bem diferentes dos livros YA que a gente vê por aí. Enquanto em outros livros o protagonista acaba descobrindo ao acaso que tem poderes (ou qualquer outra coisa sobrenatural) – o que faz com que o autor desperdice muitas páginas explicando como tudo de sucedeu e como o personagem descobriu sua verdadeira origem -, em Glimmerglass, Dana já sabe que ela é filha de uma humana com um feérico (pessoas provenientes de Faerie) muito poderoso.

Com o desenrolar da história, percebemos que a intenção inicial de Dana de fugir de seus problemas é substituída pela preocupação com a sua própria vida. Como eu já disse, o pai de Dana é um feérico muito poderoso e, ao chegar a Avalon, ela se vê no meio de um jogo político.
Por ser uma faeriewalker, um ser metade humano e metade feérico, ela carrega consigo muitos poderes e todos aqueles que concorrem à vaga de Cônsul em Avalon a querem ao seu lado para demonstrar seu poder.

Mas no meio de toda essa confusão política, tem sempre um lugarzinho para um romance, não é? O tão lindo Ethan (suspiros...) consegue mexer com Dana assim que ela coloca os olhos nele. No começo da história, ele é um cara tão legal... no meio, já não sabemos mais o que esperar dele. Já no final, ele acaba nos surpreendendo de novo.

Eu queria que cuidassem de mim, que tirassem as responsabilidades dos meus ombros, que houvesse alguém para tomar as decisões difíceis por mim.
Com Glimmerglass aquela velha história de “só vou ler mais um capítulo” não funciona. Digo isso por experiência própria. Tenho o costume de ler a noite por causa do silêncio e enquanto estava lendo esse livro, só parava de ler quando eu olhava para o relógio e me perguntava como eu ia acordar cedo no dia seguinte de tão tarde que já era.

Como o livro é narrado por Dana, algumas coisas ainda ficam confusas já que ela está vivendo em um novo lugar, com novas pessoas ao seu redor – muitas delas tentando matá-la. Isso é inclusive um ponto que eu quero destacar. A personagem, por ter tantas ameaças ao seu redor, acaba desconfiando de tudo e de todos (o que todos nós faríamos, certo?) e a autora conseguiu traduzir essa desconfiança muito bem, fazendo com que os próprios leitores acabassem lendo o livro e tentando adivinhar o que certo personagem estava armando.

As páginas amarelas e a letra em um bom tamanho ajudaram muito na leitura. Acho que, para todo leitor, o tamanho da letra principalmente é um ponto muito positivo em um livro. E eu preciso comentar do principal: a capa. Muitos leitores já devem ter reparado que essa capa é realmente muito linda. Aqueles pontinhos que vocês estão vendo na imagem são brilhinhos. Sim, são brilhinhos! E eles dão um charme todo especial para a capa, concordam?

Senti a respiração presa na garganta, e um tremor agradável percorreu minha espinha. Seus olhos, normalmente claros, estavam escuros e com as pupilas dilatadas, e ele olhava para mim como se eu fosse um bocado de doce que ele estava morto de vontade de comer.
Enfim, para fechar a resenha, eu preciso dizer mais uma vez que esse livro me surpreendeu e muito. Assim que vocês tiverem a oportunidade de ler o livro, agarre-a. E agarrem com força! É um livro muito recomendado, tanto por mim quanto por tantos outros leitores que adoraram o livro.

A série Faeriewalker está sendo lançada no Brasil pela Universo dos Livros, que acabou de lançar o segundo livro da trilogia. 

29/01/2012

Lançamentos #5: Novo Conceito

Olá leitores! Nessa semana foram anunciados os lançamentos da Novo Conceito e muitos de vocês já devem ter visto as capas pela blogsfera. Mas, aos que não conhecem, aqui vão os lançamentos da editora. E para os que conhecem, não custa dar mais uma espiadinha, não é mesmo?


Depois que Ivy descobre que Tristan está no corpo do assassino Luke, a vida deles toma um outro rumo. Tristan se esconde da polícia e Ivy não sabe onde localizá-lo. Para piorar as coisas, Beth está cada vez mais distante e estranha, e só Ivy sabe o que realmente está acontecendo com ela.Ao descobrir o paradeiro de Tristan, Ivy não se contém e corre para ele, apesar do risco de ver seu amor descoberto. Para conquistar sua liberdade, Tristan, com a ajuda da namorada, tentará descobrir em que encrenca se meteu o garoto que lhe empresta o corpo. E, na busca de evidências, Tristan e Ivy percebem que existem mistérios sobre os quais eles não têm controle e que podem levá-los por um caminho sem volta. Além disso, a interferência de Tristan sobre o destino de Ivy deverá ser punida duramente. Pode ser que um deles não viva por muito mais tempo.
"Isso me diz que você cometeu um grande erro, Tristan. Agora é o momento de salvar a si mesmo." 


 Quando o professor Ben Bailey sai de casa para pegar o jornal e apreciar a primeira neve do ano, ele encontra um jovem caído e testemunha os últimos instantes de sua vida. Ao conhecer a irmã do rapaz, Ben se convence de que ele foi vítima de um crime de ódio e se propõe a ajudá-la a provar que se tratou de um assassinato.Sem perceber, Ben inicia uma jornada que o leva a descobrir quem realmente é, e o que deseja da vida. Seu futuro, cuidadosamente traçado, torna-se incerto, pois ele passa a questionar tudo à sua volta, desde o emprego como professor de História, até o relacionamento com sua noiva. Quando a conheceu, Ben tinha ficado impressionado com seu otimismo e sua autoconfiança. Com o tempo, porém, ela apenas reforçava nele a sensação de solidão que o fazia relembrar sua infância problemática.
Essa procura pelas respostas o deixará dividido entre a responsabilidade e a felicidade, entre seu futuro há muito planejado e as escolhas que podem libertá-lo da delicada teia de mentiras que ele construiu.
Esta, enfim, é uma história fascinante sobre o que devemos às pessoas, o que devemos a nós mesmos e o preço das decisões que tomamos.
"Mas quando esse alguém não consegue desfazer o que já está sendo feito?" 

Resultado do Sorteio: Como se livrar de um vampiro apaixonado

Olá leitores! Sei que muitos de vocês estão ansiosos para o resultado do sorteio do livro "Como se livrar de um vampiro apaixonado", mas antes eu quero dizer que o sorteio foi um sucesso! Foram 1363 entradas válidas! Muito obrigada pela participação de todos e boa sorte para vocês!

O número sorteado foi...


E quem ganhou foi...

26/01/2012

Resenha: As Crônicas da Terra do Lago - O Primeiro-Ministro

Título: As Crônicas da Terra do Lago - O Primeiro-Ministro
Autora: Iracy Araujo
Editora: Novo Século
Páginas: 142
Quíron, o Primeiro-ministro, mantém o reino da Terra do Lago em equilíbrio e prosperidade. O Rei Darel, está feliz com o nascimento da princesa Diana, sua única filha e herdeira. As sombras do exercito de Magnus, o Impiedoso, avançam sorrateiramente sobre a cidade conquistada pelas mãos do sanguinário invasor. Na calada da noite, Quíron consegue fugir do castelo com sua filha, Selene e a pequena Diana, salvando a princesa da morte certa. Conseguirá o fiel ministro mantê-la a salvo da tirania de Magnus?

A Terra do Lago era uma terra pacífica, cheia de riquezas naturais e governada por Darel com ajuda do seu primeiro-ministro Quirón. Porém, a Terra do Lago estava ameaçada de invasão por Magnus, um guerreiro ambicioso de Sevaste que vinha dominando muitos territórios nos últimos anos.

Sabendo que a derrota da Terra do Lago estava certa - já que eles não tinham um exército preparado por ser uma terra pacífica -, Darel pede que Quirón fuja com Diana, a única herdeira do reino, pois no futuro, ela será a única capaz de reunir os nobres para lutar contra Magnus.

Quirón então pega Diana e sua filha Selene e foge para um abrigo nas montanhas. Anos se passam e Magnus continua procurando-a por todos os cantos do reino. Nesse meio tempo, eles passam a viver como uma família comum. Diana não sabe quem é para sua própria proteção. Eles passam a freqüentar mercados das vilas vizinhas e descobrem que Magnus está cada vez mais perto de encontrá-los.

A guerra acontece pela ganância e intransigência de alguns que buscam pela força subjugar outros povos, tomando seus reinos e riquezas e impondo suas vontades. Mas há também aqueles que combatem pela paz, pela esperança, em busca de um mundo melhor, tentando libertar-se dos tiranos e monstros que dominam os reinos indefesos.
Então, em uma caçada, Selene conhece Gabriel, um dos últimos magos de Alvendir. Ela se torna sua aprendiza e passa a viver com Gabriel, que a ensina tudo o que ela precisa saber para se tornar a próxima senhora de Alvendir. Para isso, Selene fica afastada de casa por alguns anos e cabe a ela retornar no tempo certo para salvar Diana, que continua ameaçada por Magnus.

Eu simplesmente não sei como me expressar a respeito desse livro. Eu simplesmente ADOREI.
Comecei a ler o livro sem muitas expectativas e apesar de já ter visto muitas resenhas – positivas e negativas – não sabia o que esperar a respeito dele. E eu me surpreendi, já que a sinopse e nenhuma resenha foi capaz de expressar o quanto o livro é bom.

É uma leitura que flui muito fácil e apesar de ter tempo que eu não lia nenhum livro de literatura fantástica, eu gostei do contexto do livro.
Por ser o primeiro livro de uma trilogia, não acontece muita coisa no livro, é mais uma introdução para o que está por vir. Isso não significa que o livro seja chato ou que enrole a história, muito pelo contrário, apesar de ser bem fininho, o livro vem com muito conteúdo.

Magnus ocupava agora o quarto do falecido rei. Estava sozinho, deitado na grande cama cortinada. A ferida no braço demorava a cicatrizar e a dor lembrava-lhe do sorriso de Darel, parecia ouvir sua voz – tens a minha vida, mas não terás a de minha filha. Tinha que encontrar a menina e a faria em pedaços para compensar a perda de sua mão.
A diagramação do livro é bem simples, páginas brancas e o tamanho da letra é bom, nada que realmente chame a atenção. Mas em compensação a capa é maravilhosa! Eu me apaixonei por ela no primeiro momento em que a vi.
Outro ponto positivo é a escrita do livro. É bem adaptada a época em que se passa a história. Por exemplo, “você” é substituído por “tu”, o que realmente fez com que a escrita desse uma base histórica para o livro.

O detalhamento no livro é outro ponto a se destacar. A autora descreve muito bem os lugares no livro, o que faz com que você realmente veja a Terra do Lago ou Alvendir. Mas mesmo assim, não é um detalhamento cansativo, sabem? Tenho lido muitos livros em que os autores falam até a cor do capacete do motoqueiro que passou em frente a casa do tio do personagem principal. Em As Crônicas da Terra do Lago – O Primeiro-Ministro, a Iracy consegue detalhar muito bem e não cansar o leitor.

Eu realmente queria que o livro fosse maior, pois eu virei a última página esperando por mais e mais.
Então leitores, esse é um livro mais que recomendado, mesmo que vocês não apreciem tanto esse tipo de leitura, pois ele consegue te envolver de uma forma que você não consegue escapar. 

23/01/2012

Capa x Capa #3

Olá leitores! Há muito tempo não tínhamos essa coluna por aqui, não é verdade? Eu prometi que ela seria quinzenal, mas devido a algumas eventualidades não consegui postá-la em algumas quinzenas.
Mas aqui ela está de novo! 
O resultado do último Capa x Capa foi Um Dia! Obrigada a todos que votaram!


Vamos ao Capa x Capa de hoje!
Eu recebi os dois livros e tentei decidir qual era a capa que eu mais gostava e até agora não cheguei a uma decisão.




E vocês? Qual capa vocês preferem: A Linguagem das Flores ou Julieta Imortal?

20/01/2012

A febre das redes sociais

Imagino que você e muitos outros leitores de blogs, conhecem, participam e curtem as redes sociais mais populares da internet, tipo Orkut, Facebook e Twitter, etc.
Mas você sabia que existem outras redes sociais que promovem muito mais do que relacionamentos entre pessoas?



Esses sites buscam reunir pessoas que possuem uma afinidade em comum, ou seja, eles tem uma destinação principal, o que é muito interessante e divertido, pois  em seu perfil além de adicionar amigos, pode conhecer novos por algo em comum, como por exemplo gosto literário...
Vamos falar deles que fica mais fácil de entender... Não?

Acredito que o Skoob seja um dos mais conhecidos neste meio, com a proposta de reunir todas as ‘pessoas boas’ em uma rede onde você interage com os livros que você está lendo, já leu, ou pretende ler...
Um ‘Skoober’ (quem tem perfil na rede social do skoob) pode montar a sua estante de livros, compartilhar resenhas, criar uma meta de leitura, avaliar os livros e além de toda essa diversão, você tem a oportunidade de conhecer outras pessoas que partilham o ‘amor’ pela leitura.
O que tem de positivo... super interessante é que o Skoob possui um sistema que possibilita trocas de livros entre usuário, ou seja, além de partilhar opiniões e conhecer gente nova, você economiza um bocado! Quem ainda não tem, não sabe o que está perdendo!



Orangotag  é a rede social dos ‘maníacos’ por séries, ou melhor para a ‘macacada aficionada por séries’ - não é nada ser chamado de macacada... mas mesmo assim isso não me impediu de ter um perfil!
O sistema é super legal, você adiciona à sua lista as séries que você acompanha, avalia os episódios, comenta e vê os comentários das pessoas que acompanham os seriados também, além de, claro, conhecer pessoas que compartilham essa ‘mania’.
O que tem de positivo... Um diferencial super dez é que o Orangotag  disponibiliza no seu perfil um espaço onde você pode divulgar seu blog e ele atualiza automaticamente seus novos posts. 




Você é louca pelo consumo... estilo Becky Bloom?
As redes sociais também não resistiram aos encantos de uma boa compra, então lhes apresento o ‘FRUGAR’, a rede social para você que não resiste a uma boa promoção.
 Nesta rede você cria listas de qualquer coisa que deseja comprar, isso inclui, livros, filmes, moda, games, músicas... e por aí vai! Lá você compartilha com amigos os temas de seu interesse.


Lançado em 2004, é um site super seguro onde você pode compartilhar fotos, criar álbuns e interagir com outros usuários.
Eu ADORO visitar Tumblrs, eu ainda não tenho o meu, mas já o amo, nele você pode compartilhar qualquer coisa, texto, fotos, citações, musicas, vídeos...por ai vai minha gente!
Com facilidade de uso, liberdade de temas, o Tumblr permite que você se expresse no mundo virtual.
O que tem de positivo... é a opção ‘reblog’ deles que possibilita você reproduzir aquela imagem, informação, música, texto,  o que você mais gostou com apenas um clique, garantindo os direitos “autorais” de quem publicou.





O site vagalume tem uma rede social chamada ‘Meu vagalume’, onde os usuários criam playlists com músicas favoritas, clipes, ou o que desejarem... Além disso, com os seus perfis eles interagem com outras pessoas que possuem um gosto musical semelhante, uma oportunidade de expandir seus conhecimentos musicais e se divertir!
O que tem de positivo... Você não precisa ser usuário para conferir as ‘playlists’, o que é muito bacana. 

Para terminar... Quem gosta de moda?
Este é o objetivo principal da rede social “Fashion. Me” com mais de 1 milhão de usuários esta rede social possibilita a você criar looks, ver notícias do mundo da moda e avaliar como uma peça de roupa ficará em você pela modelo virtual. Você ainda pode ser ‘stylist’ e montar looks com as peças de seus estilistas e grifes preferidas, com mais de 2 milhões de itens para combinar! 
O que tem de positivo... é que eles têm um espaço para falar sobre Moda, ver vídeos e ficar por dentro das últimas novidades do mundo fashion.

Ufa! São tantas redes sociais e tanta interatividade que eu já me perdi! Então preciso de uma ajudinha de você leitor... que outras redes você conhece e curte?



Fran, 21 anos, colunista quinzenal. Sempre leva um livro consigo, ama músicas e seriados, curte filmes, mas sua paixão principal é escrever, e pretende fazer muito isso por aqui!  

16/01/2012

Resenha: Nas Trevas e Na Luz - Volume I

Título: Nas Trevas e Na Luz
Autora: Gisele Carmona
Editora: Biblioteca 24 Horas
Páginas: 232
O que você faria se descobrisse ser capaz de decidir o futuro de toda humanidade? Teria coragem de enfrentar as consequências de suas decisões ou tentaria fugir de seu destino? Sara percebeu estar nesse dilema quando tirou de seu repouso uma bela e misteriosa espada. Uma benção de luz e uma passagem para as trevas. 

Nas Trevas e Na Luz é um livro que conta a história de Sara. Ela é uma adolescente normal, que, por insistência do namorado da sua melhor amiga, aceita ir a um passo a uma praia deserta que todos dizem ser amaldiçoada.
Chegando lá, Sara começa a ouvir alguns sussurros, chamando-a. E aquela força que envolve a voz é tão grande que acaba a atraindo para um buraco na areia onde se encontram uma caixa e uma espada antiga, enferrujada.

Sara acaba ficando curiosa demais com o que vê, e encosta sem querer na espada. Com isso, ela acaba abrindo o lacre que aprisionava o Lorde das Trevas, e isso faz com que os quatro pilares da natureza – água, ar, fogo e vento – sejam aprisionados para servi-lo e o mundo cai na escuridão e nas trevas. Lince, seu amigo de infância, acaba salvando-a do buraco e ela leva a espada consigo.

O medo... a dor... o caos... tudo virá junto daquele que adormece nas trevas... a não ser que o lacre sagrado o mantenha prisioneiro para sempre. Se a promessa do sacrifício for quebrada... os quatros espíritos irão se vingar com um ódio que até o momento desconheciam... e toda a vida será destruída... para sempre. 
Preocupada com sua família e seus amigos (Lince, Whitney e Caio), Sara começa a se culpar, e, somente depois de perceber que não podia fazer mais nada para impedir que a treva fosse libertada, Sara começa a defender o mundo com a Espada de Prata das ameaças trazidas com as trevas (Predadores e Sugadores) e da sua maior ameaça: Sobá.

Desde o momento que eu comecei a ler o livro, a história me atraiu. Já tinha algum tempo que eu não lia nada com a temática apocalíptica, então eu não sabia o que podia esperar, mas eu acabei me surpreendendo.

Acabaria por fim seus dias na mais profunda escuridão, assim como havia feito com o mundo. Esse era seu castigo, não havia do que reclamar. Seu sofrimento era pequeno perto de milhões de vidas que havia feito sofrer desde que libertou o mal para o mundo. 
Apesar de que em algumas horas eu senti raiva da Sara – era alguma coisa tipo: “você pode acabar com isso, você pode lutar por eles, então para de ser covarde e de se culpar e faz alguma coisa!” – mas eu percebi que isso fez com que a história tivesse sentido, uma vez que isso mostrou o amadurecimento da personagem.

Com o aparecimento de novos personagens, há um desenvolvimento incrível na história. O aparecimento da OGA (Organização de Guerreiros do Apocalipse) faz com que muitas desavenças surjam e mostra muitos pontos fracos de vários personagens, o que faz com que o leitor saiba que mesmo com a treva total do mundo, eles ainda não perderam a humanidade.

Achava irônico. Foi necessária a destruição total do mundo que conheciam para que percebessem como esse sentimento de ajuda ao próximo era bom.
Esse primeiro volume ainda não nos conta muita coisa sobre a guerra contra as trevas, só nos deixa com a sensação de que muita coisa ainda vai acontecer.
Sinceramente, quando eu li a última frase do livro, eu fiquei com a vontade de pegar o volume dois na hora, só que não podia porque já estava ficando muito tarde e talvez eu deixasse de dormir só para saber o que iria acontecer.

Então, eu gostaria de parabenizar a autora do livro Gisele Carmona pela história incrível e original.
E deixo também meu recado para todos: leiam o livro, é realmente impressionante.

Aproveitem a oportunidade e comprem o livro aqui.

12/01/2012

Lançamentos #4: Grupo Editorial Pensamento e Giz Editorial

2012 está só no início mas estamos cheios de lançamentos! Vamos conhecer alguns?

  • Grupo Editorial Pensamento
- Pensamento

Título: Encontros com Deus
Autor: Jennifer Skiff
Editora: Pensamento
Páginas: 288
Você já vivenciou algum milagre? Um acidente evitado, uma oração atendida, uma vida salva? Neste livro inspirador, centenas de pessoas compartilham seus Encontros com Deus, o momento culminante em que receberam uma prova de que Deus existe e transformaram suas vidas para sempre. Um médico abre o peito de uma paciente cardíaca agonizante e descobre que seu coração está curado; fuzileiros navais veem um companheiro no Iraque ser atingido por uma explosão violenta apenas para descobrir, quando a poeira se dissipa, que ele continua de pé e ileso; e muitas outras histórias tranqüilizadoras, esperançosas e inesquecíveis, que elevarão seu espírito e trarão respostas para os acontecimentos para os quais não temos explicações lógicas.

Título: Amizades Improváveis
Autor: Jennifer S. Holland
Editora: Pensamento
Páginas: 288
Um leopardo se deita ao lado de uma vaca. Um elefante se aconchega com um carneiro. Um gato se enrola todo ao lado de uma iguana.Tal como na profecia bíblica, que nos conta sobre o tempo em que o leopardo se deitará ao lado do cabrito, essas são apenas algumas das 47 extraordinárias histórias sobre a amizade entre diferentes espécies, documentadas por incríveis fotografias, que desafiam tudo o que imaginamos saber a respeito dos animais e da vida que eles levam. Às vezes, existem explicações científicas plausíveis, às vezes, a amizade envolve a necessidade, como no caso da labradora cega e da sua "gata-guia", mas, em outras ocasiões, trata-se apenas de um mistério. Cada história revela o verdadeiro poder da amizade e, até certo ponto, as inúmeras formas de "amor" que parecem existir no reino animal. Sem dúvida, os cientistas poderão zombar dessa ideia, mas os leitores talvez venham a se sentir um pouco diferentes com relação ao mundo ao terminar a leitura deste livro.
- Seoman

Título: Lance Armstrong – Muito Mais do que um Ciclista Campeão
Autor: Sally Jenkins
Editora: Seoman
Páginas: 368
O livro traz a biografia de Lance Armstrong, a qual ele mesmo conta sobre o longo caminho de sua recuperação do câncer e seus diversos traumas físicos e emocionais. Armstrong relata também a experiência de ter crescido sem a presença de um pai e sobre a determinação necessária para vencer a competição ciclística mais importante do mundo. A vitória no Tour de France foi saudada como um dos momentos mais memoráveis da história do esporte norte-americano. Muito mais do que um ciclista campeão é inspirador e divertido. Você vai conhecer uma pessoa grandiosa. Lance Armstrong  não se lamuria, não edulcora as passagens mais amargas e jamais se esquece de ser grato às boas pessoas que mais o ajudaram ao longo da jornada. Um exemplo de vida! 


  • Giz Editorial 
Título: Mestre das Emoções
Autor: Odair J. Comin
Editora: Giz Editorial
Páginas: 272

Como tornar-se mestre das próprias emoções? As emoções se manifestam na medida em que o indivíduo entra em contato com o mundo sensível e forma o mundo das idéias. As paixões ou emoções, se infiltram sorrateiras em nosso mundo interno, e por vezes não nos damos conta de como elas interagem dentro de nós. Algumas das paixões se tornam mais fortes do que nós mesmos e todos sabemos o quanto nossas emoções se movem ou nos paralisam. Por isso, é preciso ter consciência para que se possa dominá-las. Alegria, tristeza,vaidade, medo, ódio, irá, mágoa, inveja, ciúme, angústia e amor. Estas são algumas das emoções a serem esplanadas em nossa jornada.
As emoções transitam entre dor e prazer. E com esses dois senhores na platéia, digladiam-se dentro de nós as idéias de bem e mal, grandeza e pequenez, forças e misérias, segurança e insegurança, controle e descontrole. As emoções fazem parte dessa arena, agitam, instigam, fortalecem, enfraquecem, paralisam, nos põem em movimento. Quando usamos essas possibilidades à nosso favor, nos tornamos mais fortes, nosso eu torna-se grande e nos aproximamos do domínio de nós mesmos.
Está é uma leitura para todo aquele que deseja fazer uma jornada interior, e voltar maravilhado com as descobertas...

Título: Maria
Autor: Eliana Portella
Editora: Giz Editorial
Páginas: 384

A SAGA DE UMA FAMÍLIA MARCADA PELO AMOR E PELA TRAGÉDIA. Grandes conquistas, sonhos realizados. Grandes perdas, corações despedaçados. Maria Eva e Luiz Augusto, um amor para a vida toda. A paixão à primeira vista, o encontro de corações e a união eterna. Maria Fernanda e Maria Luiza. Unidas no sofrimento e na idealização de encontrar um grande e verdadeiro amor. Na busca pela felicidade, o destino as uniu, o amor as separou. Uma história de amizade, uma história de amor. A vaidade, o ciúme e o desejo, o equilíbrio e a inconseqüência, a conquista e a perda... todos caminhando lado a lado. Encontros e desencontros. Entrega e renúncia. Alegria e tristeza. Coração que bate forte, coração que não bate. Lábios que sorriem, lábios que se calam. Olhos que brilham, olhos que se fecham. Ganhar e perder. Viver e morrer. Maria e Luigi, a esperança de viver um amor impossível. Maria e Matheus, um amor a três. Fidelidade e traição. Em meio a encontros e desencontros, você vai se achar e se perder. Você vai se encontrar!

Título: Meu Everest
Autor: Luciano Pires
Editora: Giz Editorial
Páginas: 336
Luciano trocou a gravata pela mochila e o paletó por uma "parka" impermeável. Marcou as férias, despediu-se da família e saiu direto de São Paulo - Capital, para o Campo Base do Everest, a 5,3 mil metros de altura, no Nepal. Sem nunca ter feito uma caminhada com mais de dois dias. Este livro conta como foi. "Como era gostoso ver a expressão no rosto da turma quando eu dizia que estava indo para o Everest. Para o Nepal. Para Kathmandu. Nomes mágicos, com uma sonoridade diferente, imediatamente remetendo para: AVENTURA. Aqui estava eu, entrando no avião, a caminho do meu sonho. Do meu Everest." "Vi gente que aparentemente não subiria uma escada, fazendo a trilha do Everest. Homens e mulheres com mais de 70 anos. Uma senhora, sexagenária, com uma perna mecânica. Gordos e magros. Jovens e velhos...tinha de tudo. Cada um tentando chegar ao seu Everest." "Enquanto eu estava no Brasil, imaginei mais de uma vez como seria interessante encontrar o Yeti, o Abominável Homem das Neves, no momento em que eu estivesse com minha máquina fotográfica em mãos. Pois andei perguntando para a turma de lá como é essa história." "Enquanto eu me preparava para dormir, pensei no local onde eu estava. O ruído das avalanches não deixava dúvidas: aquele lugar estava vivo. Os blocos de gelo estavam se movendo. As fendas se abrindo e fechando. A qualquer momento aquilo tudo podia vir abaixo." Sem heroísmo, sem sustos, sem super-homens. Este livro conta a aventura de uma pessoa comum diante de uma situação incomum. Podia ter sido você.

E aí gente, quais lançamentos vocês querem ler nesse começo de ano?

10/01/2012

Resenha: Ladrões de Elite

Título: Ladrões de Elite
Autor: Ally Carter
Editora: Arqueiro
Páginas: 230
Quando tinha 5 anos, Katarina Bishop distraiu os guardas da Torre de Londres para que o pai pudesse roubá-la. Aos 7, ela ouviu o tio Eddie planejar a interceptação de 80% do caviar do planeta. Quando fez 15 anos, Katarina armou um golpe por conta própria - um esquema para entrar no melhor colégio interno dos Estados Unidos e deixar para trás os negócios da família. Só que trocar de ramo e ter uma vida normal acabou sendo mais difícil do que Kat esperava. Hale, seu amigo charmoso, bilionário e antigo comparsa, logo aparece para levá-la de volta à realidade da qual ela havia se esforçado tanto para fugir. Mas é por um bom motivo: uma inestimável coleção de arte de um temido mafioso foi roubada e ele quer recuperá-la, custe o que custar. Somente um mestre do crime poderia ter realizado essa proeza e o pai de Kat é o único suspeito, embora insista em negar qualquer envolvimento. Encurralado entre a Interpol e um inimigo assustador, ele precisa da ajuda da filha. Para Kat, só existe uma saída: encontrar os quadros e roubá-los de volta. Não importa se parece impossível, se ela não tem pistas do ladrão e se o prazo é de apenas duas semanas. Com uma equipe de adolescentes talentosos e uma mãozinha da sorte, Kat está determinada a realizar o maior golpe da história da família e provar que jamais a abandonou.

Ladrões de Elite conta a história de Kat e sua família. Eles são ladrões de elite, ou seja, ladrões especializados em roubos de obras de arte.
Kat, uma adolescente de 15 anos, querendo levar uma vida normal, acaba indo para uma escola interna, onde fica longe de todas as atividades da sua família.

Mas de repente, seu pai é acusado de roubar 5 obras de um grande mafioso italiano, Arthuro Taccone. Este começa a ameaçar o pai de Kat e esta se vê na obrigação de ajudá-lo.
Então, acompanhada de Hale, um adolescente bilionário (e muito fofo, por sinal), Gabrielle, sua prima, Simon e os irmãos Bagshaw, ela começa a percorrer toda a Europa atrás de qualquer coisa que possa indicar onde estão os quadros.

A autora criou uma história bem diferente, nos levou ao mundo dos ladrões, onde tudo depende das estratégias e dos detalhes.

Um dos riscos ocupacionais de passar a vida inteira aprendendo a mentir é acabar se tornando péssimo em dizer a verdade. Naquele instante, Kat não fazia a menor ideia do que dizer.
Eu não sei se estava em um momento ruim pra ler um livro assim, mas ele não me encantou tanto assim. Acho que depois de tanto ver resenhas maravilhosas a respeito do livro, acabei colocando expectativas demais nele – e isso, como a maioria dos blogueiros sabe, pode acabar com a experiência de ler um livro.

Apesar de o livro ser muito inteligente, ser muito focado nos detalhes do plano de recuperar os quadros, eu não gostei tanto assim. Não conseguia ler mais de 15 páginas por dia. Acho que foi o livro que mais demorei para ler em 2011.

- Ah. – Hale deu um sorriso forçado. – É simples… Eu sou o cara que por acaso estava em casa na noite em que Kat veio roubar um Monet.
Um grande ponto positivo do livro para mim foi a diagramação. Quando chegou o livro, eu realmente achei incrível! A cada dia que ia passando o prazo que Taccone deu para Kat recuperar os quadros, vinha uma página com um mapa, quantos dias ainda faltavam e em qual lugar da Europa ela estava. Eu achei isso realmente muito legal.

Sei que muitos que já leram o livro discordarão da minha opinião, pois eu sei que o livro encantou a muitas pessoas (tanto que eu criei muita expectativa por causa disso), então não posso dizer que vocês não vão gostar do livro. Tudo depende do momento que vocês lêem o livro, do humor de vocês. Afinal, tudo o que acontece ao nosso redor influencia na nossa leitura, não é mesmo?

Enquanto observava o pai beber seu café e lançar-lhe sorrisos furtivos por sobre o copo, Kat percebeu que, a rigor, nenhum ladrão devia amar algo como ela o amava.
Mesmo assim, estou curiosa pela continuação do livro. Acho que a história tem muito potencial para ter uma continuação bem legal.

Então deixo aqui minha opinião sobre o livro e não posso dizer que recomendo a leitura do livro, mas se vocês quiserem ler um livro inteligente, esse livro é uma leitura bem interessante. 

06/01/2012

Caixa de Correio #2

Olá leitores! Depois de muito tempo tentando fazer esse vídeo (e depois de VÁRIAS adversidades) aqui vai mais uma Caixa de Correio para vocês. Espero que gostem!




Livros citados:

Pessoas citadas:

Obs: quem quiser me mandar uma cartinha, é só me pedir meus dados que eu passo viu? 

05/01/2012

Lançamentos #3: Universo dos Livros

Olá leitores! Como vai o início do ano de vocês? Espero que esteja sendo maravilhoso!
O ano mal começou e já estamos cheios de novidades no mundo literário, não é mesmo? Vocês já viram as novidades da Universo dos Livros?



Título: Big Bang – A Teoria
Guia não autorizado da série
Autor: George Beahm
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 336

Escolha seu lugar no sofá e prepare-se para desvendar os mistérios do universo de Big Bang, a Teoria. Você não precisa ser um físico para entender por que a série Big Bang, a Teoria, com mais de 14 milhões de telespectadores, é uma das mais populares dos últimos tempos. Quatro nerds e uma garota atraente em uma comédia calculada com resultados sagazes e hilários! Este livro conduz a um grande mergulho pelo universo da série. Você poderá conhecer detalhes a respeito dos personagens e de cada episódio, descobrirá um pouco mais sobre os locais em que se passam as histórias (desde o sofá da casa de Sheldon e Leonard até o espaço sideral) e vai rir muito com as cenas engraçadas dos bastidores. Para completar, o livro traz dicas para você explorar o nerd que existe em você e um guia com as principais referências culturais e científicas usadas nos episódios.
Título: Pergunte ao doutor
Autor: Antonio Sproesser
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 232

 “Saúde é coisa séria.”Quantas vezes você já ouviu essa frase? E quantas vezes já tentou passar a ter uma vida mais saudável? Este guia foi criado justamente para ajudar você a equiparar essa conta. As facilidades aumentaram na vida moderna, assim como o acesso aos alimentos e à informação. A longevidade também dá sinais de avanço. Isso significa que as pessoas estão vivendo melhor, certo? Errado. Pacientes cada vez mais jovens chegam ao consultório com entupimento precoce das artérias. Obesidade, vida sedentária, privação de sono, alimentação inadequada são alguns dos fatores para explicar esse padrão inquietante que, certamente, pode ser prevenido. Por essa razão, esta obra pretende ir direto ao ponto e simplificar o dilema de como começar a mudar, respondendo às principais dúvidas e apresentando as dicas mais eficazes nos quesitos saúde, estilo de vida, bem-estar físico e mental.
Participe da sessão de autógrafos com o Dr. Antonio Sproesser!
Data: 31 de janeiro de 2012 (3a. feira)  Hora: A partir das 18h30 Local: Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073)  

04/01/2012

Você conhece a história do livro?

Com certeza você leitor compartilha conosco uma paixão: a leitura.
Mas você conhece a história do nascimento do LIVRO?
Em um post super divertido você conhecerá como chegamos a estes companheiros de todas as horas que nos transportam para outros ‘mundos’ e nos levam a deliciosas aventuras...


ERA UMA VEZ...

Há muito, muito tempo atrás um povo que se chama Sumérios e eles muito sabiamente desenvolveram a primeira forma de escrita, chamada de ‘Cuneiforme’, este foi o ponta pé inicial para que tudo se desenvolvesse, porque depois disso a escrita se tornou essencial ao homem e evoluiu junto com ele e suas civilizações.


Foi no Egito que a escrita, denominada hierógrafos, conheceu uma espécie de papel: os papiros. Eles eram enrolados e formavam pergaminhos.


Mas foram os romanos que deram o primeiro delinear dos livros que hoje conhecemos, eles também utilizavam o papiro para seus textos, mas desenvolveram uma nova forma de manuseá-los. Eles passaram a dobrar os papiros em quatro ou oito, tipo um caderno, e denominaram de “volumem”, (isso nos lembra a expressão de ‘volume’ quando nos referimos a livros em série).
Porém nossos amados livros, tal como conhecemos hoje só foi possível por um conjunto de criações de diversas partes do mundo.


Porque para sua evolução foi preciso surgir a impressão (Alemanha, 1442); o desenvolvimento das tintas e a criação do papel, que se deu na China, com uma mistura de casca de amora, bambu e grama chinesa.
Enfim, o primeiro livro a ser impresso e semelhante aos que temos nos dias atuais, com capa e encadernado foi a Bíblia de 42 linhas, publicado em 1454 na Alemanha.


Graças a toda esta evolução, hoje temos lindos livros sendo lançados todos os meses com capas incríveis, detalhes maravilhosos e narrativas que nos proporcionam uma ótima diversão.

E esta evolução não para... estamos entrando na era dos ‘e-books’ ou como são chamados, ‘livros digitais’. Não há como negar que este é o futuro dos livros, mas seria este o fim dos livros tradicionais?





A tecnologia trouxe maior comunicação e interação entre as pessoas e destas com o mundo literário. Podemos ver pelo meio virtual ‘fanfics’, os chamados ‘microcontos’, que são estórias escritas via twitter, além de gêneros literários rápidos como o ‘blog’ e inúmeras ‘crônicas’.

E você, o que pensa sobre os livros e o futuro?



Fran, 21 anos, colunista quinzenal. Sempre leva um livro consigo, ama músicas e seriados, curte filmes, mas sua paixão principal é escrever, e pretende fazer muito isso por aqui!