10/06/2012

Resenha: Festa no Covil

Título: Festa no Covil
Autor: Juan Pablo Villalobos
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 96
Tochtli é um pequeno príncipe herdeiro do narcotráfico mexicano. Fechado numa fortaleza no meio do nada, engana a solidão colecionando chapéus e palavras exóticas. Yolcault é o rei. Ele pode tudo e lhe dá tudo. Só não deixa que o garoto o chame de pai nem que entre em certos quartos proibidos. Mas Tochtli tem uma inteligência fulminante e três chapéus de detetive, e com eles investiga noite e dia os enigmas desse reino. Ele também tem uma ideia fixa: completar seu minizoológico com hipopótamos anões da Libéria. E é bem capaz de conseguir que o rei atenda seu desejo. Involuntariamente assustador e hilário em sua cândida crueldade, Tochtli relata sua própria educação sentimental, mostrando o coração do crime para além do bem e do mal. Nas ingênuas e disparatadas especulações desse improvisado detetive-antropólogo, atravessadas por suas fantasias e caprichos infantis, revela-se um quadro sinistro e doce como uma caveira de açúcar.

Eu sempre fico receosa quando o livro é pequeno demais. Fico pensando: mas será que ele vai conseguir atingir seu objetivo? O tamanho não vai fazer com o enredo passe rápido demais e eu não consiga ter prazer com a leitura?
Mas esse livro fez com que todos os meus pré-julgamentos fossem por água abaixo. Ele é fantástico!

Tochtli é filho do chefe do narcotráfico vive em uma mansão em um lugar isolado no México. Ele conhece treze ou catorze pessoas e é considerado um menino precoce pela maioria delas. Isso porque ele conhece palavras como sórdido, nefasto, pulcro, patético e fulminante.
O grande objetivo dele durante as poucas páginas é conseguir um hipopótamo anão da Libéria, mas não é só isso que ele nos mostra durante o livro. Tochtli nos mostra o mundo do narcotráfico através do seu olhar inocente, onde seus chapéus e o hipopótamo são suas maiores preocupações.

Antes de dormir procurei no dicionário a palavra prestígio. Entendi que o prestígio se trata das pessoas terem uma ideia boa de você, de acharem que você é o máximo. Nesse caso, você tem prestígio. Patético. p. 28
Se eu posso destacar um ponto no livro, esse ponto é a narrativa. Em primeira pessoa, conseguimos ver tudo na perspectiva de Tochtli, o que faz com que o enredo fique mais leve, uma vez que o menino mistura realidade com fantasia.
A comicidade é outra característica presente na narrativa. Não é um humor escancarado, mas aquele que você lê nas entrelinhas e que tem uma alta dose de ironia e sátira.

Os personagens são muito bem estruturados. Tochtli é um garoto que podemos dizer que é um produto do meio em que ele vive. Desde sempre, ele é ensinado a não chorar, ou vai se passar por um maricas na frente das pessoas que ele conhece.
Vemos também o quanto o seu pai – o Yolcaut - é poderoso e como faz todas as vontades do filho – afinal, se o filho quer um hipopótamo anão da Libéria, ele vai fazer de tudo para providenciar um.

Olhou um segundo para o Mazatzin e aí o Yolcaut gritou para ele que era do rancho da puta que pariu. O rancho da puta que pariu fica perto de San Juan, na beira da estrada. Em cima do portão tem um cartaz que diz: PUTA QUE PARIU. p. 25
A editora conseguiu fazer um trabalho lindo na capa. Para quem viu a minha Caixa de Correio #5, onde eu mostro o livro, dá para perceber que a coloração da capa é bem diferente da imagem disponibilizada no começo da resenha. É muito mais bonita! E, além disso, ela tem uma textura meio aveludada, o que faz com que esta fique ainda mais bonita.

Esse é um livro mais do que recomendado. É uma leitura muito prazerosa e rápida, super indicada para aqueles dias em que o tédio nos consome ou para encarar aquele engarrafamento quando se está no ônibus indo para o trabalho/escola. 

51 comentários:

  1. Adorei esse livro.
    Nunca tinha parado pra ler uma resenha, mas li a tua e gostei!
    A capa é linda mesmo!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Luara!
    Essa capa é linda mesmo! Tenho certa curiosidade em lê-lo, me parece ótimo!
    Também tenho receio em livros muito curtos, principalmente pelo fato de não gostar de ler em apenas um dia...
    Sua resenha ficou show!

    Beijos
    Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
  3. Olá, flor! Adorei sua resenha!
    Fiquei admirada com o número de paginas!! 96?! SÓ?
    E eu achei a capa linda tb hahaha
    Beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Ei, Luara, já tinha visto esse livro em outros blogs! Não sabia que ele era tão pequeno! Acho que vou gostar de ler, pelo que você disse da narração! Para mim, não adianta nada um enredo maravilhoso, se não for bem desenvolvido!
    E a capa é linda mesmo!

    Beijos,
    Inara | http://lerdormircomer.blogspot.com.br

    p.s.: Retribuindo a visitinha no blog! Muito obrigada por seguir e comentar! Ainda não conhecia seu cantinho e já estou seguindo! Virei mais vezes! Adorei seu lay, principalmente a menina no cabeçalho! =D

    ResponderExcluir
  6. Este seria um livro que eu compraria pela capa e depois ficaria feliz por ter sido um livro bom! rs

    Beijos,
    Caroline, do http//criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. amei a resenha, eu também já pre-julguei muitos liros pelo tamanho e o melhor e ver em como nos deixamos nos enganar.
    a capa está super linda, me encantei por esse livro.
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!!

    nossa!! Parece um livro incrível! Eu não conhecia, mas parece mesmo super bom, a capa também é linda.

    Pelo visto você gostou bastante... *o*
    Fiquei super curiosa para ler, também fiquei surpresa com a quantidade de páginas. (:


    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. ADOREI a sua resenha. Nem sabia da existencia desse livro, mas se eu visse ele na Saraiva algum dia, eu com certeza traria para casa pela capa linda. Mas, voltando a resenha. Parece ser bem interessante a história, adorei os trechos que você colocou. KKKKKKKKKK Ai, não me faça querer mais livros ):

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  10. Oi Luara
    nossa, bem fininho o livro.
    Mas pela sua resenha, vi que
    vale muito a pena a leitura +__+
    Ótima resenha!

    Lucas / Era uma vez...
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Que estória! Adorei e ás vezes livro muito pequeno peca mesmo ,mas vejo que n é o caso desse como vc disse. A capa é linda mesmo...eu vi na sua caixinha e amei!
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu!
    Eu tinha visto esse vídeo na sua Caixa do Correio e já tinha achado super lindo. Também fico com esse receio quanto a livros finos, mas as vezes eles nos surpreendem - um exemplo claro disso é o Pequeno Príncipe.
    Já tinha lido uma resenha desse livro, e após essa segunda opinião tenho certeza de que irei gostar da leitura. Adoro narrativas bem humoradas, principalmente com um humor mais irônico, sarcástico e inteligente.
    Parece ser uma história bem diferente do usual, e talvez por isso ainda mais interessante!
    Gostei muito da resenha!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  13. A capa neon lindíssima mesmo! Estou super empolgado para ler Festa no Covil o mais rápido possível. A resenha conseguiu validaro livro, apesar de curto!

    Beijos!
    Gabriel - Música, TV etc.

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu,

    Adorei a resenha e me convenceu de que o livro é bom e merece ser lido. Mas creio que eu vá demorar a lê-lo, pois tenho outros 'desejos' literários mais urgentes!!! rsrsrsrs
    De qualquer forma, tô bastante curiosa!!!

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. olha, quando comecei a ler a resenha me desanimei, pq não gosto muito deste tipo de livro. Mas sabe que acabei gostando da resenha? e o livro me interessou bastante *-*
    gostei muito!
    e essa capa? simples e linda ao mesmo tempo! amei :D

    ResponderExcluir
  16. Só posso dizer uma coisa eu quero ler esse livro e a culpa é sua Luara ^^
    Beijos
    Bruna-Livros de Cabeceira

    ResponderExcluir
  17. Oiii Luara, eu tbm faço o mesmo pré-julgamento que você, quando vejo um livro tão pequeno, mas pela sua resenha deu pra ver que o livro alcança seus objetivos. Não sei se gostaria tanto dele por causa do gênero, mas eu ando desafiando meu gosto literário e abrindo a porta para aqueles que só de imaginar já acho que não vou gostar. Espero em breve poder ler 'Festa no Covil' tbm!!
    Adoro as capas, principalmente quando elas tem algum diferencial *--*

    Xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oie Luara =)

    Eu não costumo fazer este tipo de pré-julgamento não, até por que sempre acabo me surpreendendo com estes livros mais fininhos rs...

    Meu amigo leu a Festa no Covil e gostou bastante, e como eu e ele temos um gosto meio parecido tenho certeza que vou gostar.

    Amei a sua resenha! Deu para perceber o quanto você curtiu a leitura!

    bjus

    anereis

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  19. As vezes também penso que um livro fino demais não vai conseguir passar tudo o que precisamos pra capturar e nos envolvermos com a história, mas acontece de as vezes me deparar com um livro mega grosso e ficar com essa impressão de tanta encheção de linguiça rsrsrsrs (tipo Melancia, da Marian Keyes que me matou de raiva)
    Achei interessante e fiquei curiosa pra ler esse livrinho *-*
    Vou por na lista de desejados no Skoob pra não esquecer :D

    Bjoka

    Flávia
    http://livrosechocolate.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Luara!!

    Quando li a sinopse, não imaginei que o livro seria tão bom como você nos retratou, que a estória pudesse entreter tanto! Uma boa pedida!

    Beijos, Marcelle - http://bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Olá, Luara.
    Só pela sinopse o livro já se mostrou interessante e com os detalhes que você citou na resenha isso apenas aumentou. Pequeno, mas deve ser uma ótima leitura.

    Beijos
    Ricardo - www.overshock.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Gente, ele conhece mais palavras que eu!
    Adoro esse blog! Sempre traz novos estilos literários.
    Adorei o livro!

    =*
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde :)
    Sinceramente,nunca tinha ouvido falar deste livro :O
    Meus parabéns pela resenha :)

    Beijos e tenha uma excelente semana
    Cuide-se

    RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir
  24. Mais uma vez tu me apresenta um livro que eu não conhecia eu adoro quando isso acontece, é muito bom conhecer livros novos! Eu achei o enredo desse livro pra lá de interessante! Com certeza, vale a pena ler! Amei a cor da capa é bem viva!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi Luara!
    Que legal, achei super interessante!
    Eu ainda não conhecia...
    Valeu a dica!! :D

    Bjs!

    ResponderExcluir
  26. Talvez se o livro fosse maior a estoria poderia se perder, já pensou nisso?
    E assim ele conseguiu chegar aonde queria, o que foi bom
    E fiquei interessada

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Não tinha ideia do que se tratava esse livro e me interessei por ser um assunto diferente e pouco abordado. É bom saber que ele é bem estruturado mesmo sendo fininho. Talvez eu o compre qualquer dia, por ser uma leitura prazerosa. A capa é linda.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  28. Acho que só eu não gostei da capa desse livro. A história é interessante mas a capa ñ gostei. Também já julguei livro pela quantidade de páginas. rsrs. Parabéns pela resenha.

    Beijos :)
    http://ummundodecomentarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Fiquei curiosa, fiquei MUITO curiosa. Sério. Parece super bom. Adoro livros que transbordam sátiras e sarcasmo. E o fato dele ser curtinho eu acho até que ajuda um pouco com a magia da história. rs

    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Oi Luara, tudo bem?
    Sempre que leio a respeito desse livro fico cada vez mais encantada. Mas estou com muita, mas muita mesmo, vontade de ler esse livro, ele parece ser um daqueles livros encantadores que você volta e meia acaba lendo porque sente saudade do personagem.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://vceoqueler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Obrigada pelo comentário lá na resenha. Adorei tbm A arte da imperfeição. É um livro mágico.^^
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Depois que você me passou os cotes, eu fiquei com muita vontade de ler, como eu já te disse, não era um livro que estava na minha lista de desejados, o nome não me chamou muito a atenção, mas ao que parece eu realmente estava enganada. Adoro essas narrativas em primeira pessoa que mostram a ingenuidade do personagem principal, isso me fez lembrar de um outro livro, Como viver eternamente, ele é sob a visão de uma criança, e mostra um mundo tão ingenuo, eu adorei.

    beijos, Lu

    ResponderExcluir
  33. Eu li esse livro semana passada e amei! Também achava que as poucas páginas deixariam o livro vazio ou trataria pouco do assunto, mas me surpreendi! Amei também a narrativa do Tochtli *.*
    Pretendo reler em breve, dei 5 estrelas no skoob e foi uma ótima compra, além da capa LINDA!
    Bjbj, amei seu blog! :)

    ResponderExcluir
  34. Oiii estou fazendo um sorteio do meu blog, de 1 ano! hihihi

    Quer participar?

    http://depoisquecrescemos.blogspot.com.br/2012/06/sorteio-de-1-ano-de-blog.html

    ResponderExcluir
  35. Eu também acabo julgando o livro pelo tamanho, parece que não é possível desenrolar uma boa historia em tão poucas páginas, mas dai eu sempre quebro a cara, inclusive quando leio contos, que podem passar grandes visões e mensagens de uma forma muito sucinta.
    Gostei bastante da resenha, me interessei pelo livro, gosto desse tipo de narrativa em primeira pessoa, e desse contraste entre a inocência de uma criança falando sobre um assunto mais "adulto".

    Vitor Dutra http://maredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  36. Oi Luara!
    Também tenho receio quando o livro é muito pequeno, geralmente acho que as poucas páginas não vão dar conta de toda história.rs Essa é a primeira resenha que eu leio sobre esse livro e eu realmente gostei da história. Entrou pra listinha de compras.
    Ótima resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  37. Rs obsessão estranha desse menino kk,
    e acabei de ver o vídeo, e realmente na foto ele parece menos bonito, fora que eu ri muito da último trecho destacado do livro; e depois de chorar muito preciso de um livro pra rir rsrs

    - Ah, e é justamente por isso que eu tenho que me organizar, pra quando chegar dias apertados eu não ficar voando (como costumo ficar, esqueço sempre o que eu tenho que fazer, esqueço até de anotar na agenda), vai ser uma tarefa difícil ;/

    ResponderExcluir
  38. Nossa, confesso que quando você mencionou que o livro era pequeno eu já pensei que não ia gostar, a verdade é que ainda assim não me agradou muito, mas pela sua resenha o livro ganhou pontos comigo. Ainda achei meio estranho o negócio do hipopótamo, rsrs. Mas fazer o que, cada louco com suas vontades.
    ótima resenha flor.
    Se puder, passa lá no blog? Tem postagem nova.
    Beijos
    http://comaliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  39. Adorei a resenha. O livro parece ser otimo. adoro livros assim.

    www.vidaadegarotaa-vdg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. Além da capa ser bem bonita é bem do tipo que eu gosto, está na minha lista e quase o trouxe pra casa nesse fim de semana, mas acabei comprando outro.

    Boa resenha (:
    beijos

    ResponderExcluir
  41. Que bela resenha Luara, e que lindo livro, ainda não o conhecia.
    Obrigada pela dica.
    Parabéns!

    Beijos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  42. Adorei a Resenhaa Lú!! Acho essa capa super divertida, hehe.
    Adorei a resenha, tô curiosa para ler :)

    Beijos - Barbara Sá.
    http://secretsentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  43. Oi LUARA!
    Tb fico receosa em ler livros pequenos pelo mesmo motivo que vc,mas quando eles atingem seu objetivo é muito bom,temos um boa e curta leitura.

    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  44. Lu, eu estou bem interessada nesse livro. Também fico receosa quando ele é pequeno demais, mas saber que mesmo assim ele supera todas as expectativas possíveis, e poder ver que o autor soube bem como articular a história, nossa, é genial. :) Gostei muito da sua resenha... espero poder lê-lo um dia.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  45. Gostei da dica! A capa é linda mesmo. Eu não duvido dos livros finos. Se a história for bem contada em 100 páginas, não há necessidade de esticar a trama e dividir em 3 volumes, como tem acontecido bastante ultimamente.
    bjo!

    ResponderExcluir
  46. Oi!
    Parece ser um livro legal. Um passatempo. Enfim, fiquei interessado e espero lê-lo brevemente.
    Adorei a resenha.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  47. Oi Luara!
    Não conhecia esse livro... Mas parece ser interessante, por mostrar um assunto tenso (narcotráfico) através de uma criança.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  48. Oi Laura,
    Gostei da dica :)
    a capa desse livro é linda, espero ler em breve

    www.amostradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  49. Boa tarde Luara,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, achei bastante interessante e fiquei curioso, ótima resenha...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  50. Adorei a resenha, flor! :)
    Eu morro de vontade de ler, acredito que seja muito bom!

    beijo grande :*

    ResponderExcluir
  51. "Eu sempre fico receosa quando o livro é pequeno demais. Fico pensando: mas será que ele vai conseguir atingir seu objetivo? O tamanho não vai fazer com o enredo passe rápido demais e eu não consiga ter prazer com a leitura?"

    Aaahhh! Peguei você, dizendo que tem medo de livro pequeno... Que coisa feia! kkkkkk

    ResponderExcluir