21/06/2012

Resenha: Os Gêmeos

Título: Os Gêmeos
Autora: Pauline Alphen
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 368
Série: Crônicas de Salicanda #1
Claris e Jad são irmãos gêmeos tão inversos quanto idênticos. Eles vivem em uma aldeia chamada Salicanda, em um castelo cravado num vale isolado por uma cadeia de montanhas e encharcado por uma chuva fina e incessante, com o pai, Eben; um preceptor, Blaise; e a ama, Chandra. A mãe, Sierra, desapareceu em uma noite de temporal, no dia em que os gêmeos completavam três anos, deixando a família despedaçada e muitas perguntas no ar. À procura de respostas para os mistérios que envolvem o sumiço da mãe, a história de Salicanda e os dons sobrenaturais que parecem ter herdado de Sierra, os gêmeos vão ultrapassar as fronteiras do castelo onde vivem e também do seu mundo: aquele da infância dos dois, o de um passado que eles desconhecem.

Os Gêmeos é uma nova distopia com uma proposta de enredo daquelas que parece que a gente já viu em algum lugar, mas que, no contexto geral, acaba nos chamando atenção. O problema é que o livro dificilmente passa do nível “bom”.

Jad e Claris são dois irmãos gêmeos que vivem em Salicanda, um vilarejo onde qualquer tipo de tecnologia é proibido – afinal, foi esta que destruiu grande parte da humanidade. A vida deles muda da água para o vinho quando sua mãe, Sierra, os abandona sem nenhum motivo certa noite. A partir desse dia, o pai deles se isola e passa a ter pouco – beirando a nenhum – contato com os filhos. O que ele não poderia prever é que, dali a dez anos, certos poderes iriam aflorar em seus filhos...

Tomada por uma emoção agridoce, Claris contemplava a paisagem. Ela a reconhecia: estavam na Crista do Dragão, e a granja era a mesma em que os gêmeos tinham passado a noite de seu terceiro aniversário em companhia dos pais. Ali é que Eben abraçara Sierra, mostrando o oceano distante. Ali é que ele falara o nome dos cimos. Ali, os gêmeos tinham dormido junto dos pais pela última vez, aninhados no perfume da mãe e no cheiro do pai, nos cabelos de Sierra e nos braços de Eben. p. 181
Para aqueles que gostam de conhecer todos os personagens secundários de um livro, essas pessoas com certeza vão gostar desse. Todos os personagens ganham um espaço na trama, o que, em minha opinião, faz com que o enredo central se desenrole em um ritmo lento e essa foi uma das coisas que eu não gostei, já que eu achei que havia muitas coisas, que, embora sejam interessantes de saber, eram desnecessárias.

É uma narrativa muito detalhista e com isso, ela se torna carregada. Tanto que eu acabei demorando mais do que eu costumo para ler um livro desse tamanho exatamente por causa disso, uma vez que eu sou adepta aos livros mais dinâmicos. A autora tentou quebrar um pouco isso colocando capítulos com várias subdivisões, mas no meu ponto de vista, isso não adiantou muito.

Vejam bem: não foi o enredo que falhou e sim a narrativa. O enredo, apesar de ser um pouco parecido com aqueles filmes da Sessão da Tarde, tem sim seu lado bom. O mundo distópico criado pela Pauline Alphen é muito interessante, contando com o desaparecimento de toda uma população de adolescentes e até com um novo calendário. Mas infelizmente a narrativa não colaborou.

Em pé sob o céu cintilante, em meio ao silêncio noturno, o menino tentava digerir as estranhas informações. O passado era tão surpreendente, incompreensível às vezes. Inspirou uma talagada de ar. Aquilo tudo teria realmente acontecido? Liquidas as florestas, esvaziar os oceanos – teriam mesmo os homens mutilado o planeta daquele jeito? p. 237
E eu preciso comentar: que capa linda é essa, gente? E sim, levando em consideração todo o enredo, ela é super adequada! Um ótimo trabalho da editora.
A diagramação é simples, contado com as nossas amadas páginas amarelas.

Então gente, como eu já disse, se vocês gostam de conhecer todos os personagens e estão preparados para uma narrativa lenta, esse livro é recomendado. Mas se vocês, como eu, gostam de um livro mais dinâmico, eu não diria que vai ser uma leitura prazerosa, apesar de o enredo ser interessante. 


Obs.: Esse livro faz parte de uma série, chamada Crônicas de Salicanda.

53 comentários:

  1. Nunca tinha visto esse livro! Eu adoro distopias mas acho que não leria esse livro já que você disse que a narrativa é detalhista e eu odeio!
    Boa resenha :)

    Beijos, Bi
    http://behindenemyline8.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Quero poder ler logo esse livro, mas saber q faz parte de uma série dá uma certa preguiça....

    ResponderExcluir
  3. Eu achei a capa linda, vi outro dia na livraria. Achei super caprichado. Mas eu gosto de narrativas rápidas, não curto histórias com detalhes exagerados sabe? Se não o livro não me prende muito!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu to com esse livro faz um tempo, mas essa minha lista de leitura nunca segue uma ordem, eu tb gosto de livros dinamicos, mais não me importo com uma narrativa mais lenta conquanto seja bem contado.
    Eu li o primeiro capitulo do livro e to ansiosa para saber mais da Claris, e das referencias pop que a autora usou.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Luara,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, mas apesar de gostar da sinopse, pela sua resenha fiquei na dúvida...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Qdo vi a capa desse livro ahei ela tão linda que coloquei ele na minha lista de desejados no Skoob sem nem saber do que se tratava a história.
    Confesso que essa é a primeira resenha que leio e fiquei bastante curiosa. Não gosto de narrativas que enchem linguiça e parecem nunca sair do lugar, mas acho que não custa nada ler pra ver.

    Bjinhos

    Flavia
    http://livrosechocolate.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oie Luara =)

    Pelo visto o gênero distópico será a nova modinha literária mesmo rs...

    Eu vi a capa deste livro em algum blog já, mas a sua resenha é a primeira que leio. Eu gosto de narrativas detalhistas, desde que estes detalhes realmente valham apena.

    Ri do seu comentário, sobre o enredo parecer filme da Sessão da Tarde rs... tem bastante livro neste gênero YA que lembra mesmo.

    A capa é linda mesmo *-*

    Ótima resenha!

    anereis.

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Achei a capa bem bonita mas a sinopse não me deixou muito interessada. Adorei a sinceridade da resenha e não acho que eu vá ler esse livro.

    http://sojustsmilee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu gosto quando dá pra conhecer mais dos outros personagens de um livro, mas esse a sinopse não me chamou muito a atenção, não sei se leria...

    ResponderExcluir
  10. Xiii, não gosto quando a narrativa fica muito prolixa, não sou das pessoas que gosta de personagens secundários detalhados. Mas me atraí pela distopia aparentemente bem elaborada :)

    Mi - CheiroLivros.com

    ResponderExcluir
  11. Assim que eu comecei a ler a resenha ja pensei nos filmes da Sessão da Tarde ... hsauhsausha ... e realmente Lu, a capa é maravilhosa, eu amei!!

    Xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho o mesmo gosto de narratica que voce: prefiro livros dinâmicos. Os que se prendem muito nos mínimos detalhes cansam. Detalhes são legais e muitas vezes necessários, mas muitos autores pecam pelo excesso.
    Acho que não vou gostar desse livro então...
    Abraços! (http://elektry.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  13. Olá Luara,
    Esse livro me chamou a atenção a um tempo
    Outro dia quase comprei ele.
    Sua resenha me deixou na dúvida, mas pretendo
    ler sim. Ficou ótima a resenha! Parabéns!

    Lucas / Era uma vez...
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá Luara, então gostei da resenha, da sinceridade. Já tinha lido outra resenha do livro e realmente fiquei curiosa, mas não bateu aquela necessidade de ler sabe?
    Se eu ler algum dia vai ser poq ganhei ou puro acaso.

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    http://delivroemlivro.blogspot.com/
    http://devaneiosfugazes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Antes de mais nada, eu quero dizer, que eu gostei muito que tu foi bem sincera na sua resenha! Vamos lá: eu gosto muito de livros com enredos típicos de "Sessão da Tarde", também adoro história de gêmeos. Então, provavelmente eu gostasse de ler esse livro. Mas por outro lado, eu gosto de livros com a narrativa mais leve e dinâmica ´por isso, eu não fiquei com vontade de ler esse livro. Mas valeu a dica!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Bom dia :)
    Olha,gostei da sua sinopse mas o livro não me chamou muita atenção.
    E bom é de uma série..não sou muito de ler livros assim.

    Beijos e cuide-se

    RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir
  17. Olá, Luara!
    A capa é linda, mas não senti vontade de ler o livro - infelizmente. :/
    Tenha um maravilhoso fim de semana!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Olha amiga, eu sou como vc, ja lendo sua resenha percebi isso, vou demorar para ler este livro, e amei a capa do livro tb, é linda mesmo, achei interessante o livro, mais poderia ser melhorado para ficar menos cansativo..

    beijoss
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. a ideia é interessante. adoro distopias, e esse daí soou como uma mistura com outros gêneros... pena que, segundo vc, a execução foi meio pobre.

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Não gostei da capa do livro e a sinopse não me encantou. Enfim, não sei se leria esse livro.
    Mas adorei a sua resenha. Como sempre, muito sucinta.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, Luara!
    Gosto bastante de livros distópicos, mas faz um tempo que algum novo que eu conheço desperta a minha curiosidade. Acho que li livros tão bons envolvendo esse assunto que está difícil encontrar algum no mesmo patamar. Em certas histórias, é legal quando tem capítulos divididos por personagem porque a gente acaba conhecendo todos eles e a história em si de vários pontos de vista. Só que, existem autores que conseguem fazer isso de forma dinâmica, outros... nem tanto :s

    Beijos,
    Bianca - www.epilogosefinais.co.cc

    ResponderExcluir
  22. Ei Lu, uma pena que a narrativa se perca, eu também tinha a impressão de que esse livro tinha potencial. Adoro livros distópicos, mas se a narrativa acaba se tornando lenta por causa dos diversos núcleos, prefiro deixar passar.

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. não conhecia esse livro parece ser muito bom, amo esses livros que falam de todos os personagens,a capa é perfeita
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Nossa, eu tinha visto a capa desse livro apenas, mas agora quem li a resenha, parece ser um livro bem legal ;)
    Obrigada por visitar meu blog, fique a vontade ><
    Obs: Desculpe a curiosidade, mas você pretende fazer qual engenharia?
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oi Lu!
    Eu fecho com vc,prefiro uma narrativa mais dinâmica se não encontro dificuldades para me concentrar e seguir adiante.

    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Não faz muito meu tipo não...

    Corre lá e leia a última parte do conto ''O Filho de Myers''

    @littlepistols
    http://portifoliodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Luuu!! Saudades de você ( Só para constar, não foi vocÊ que sumiu, foi eu :P)

    Desculpe-me por te deixar sem minha companhia em seus posts, que aliás, são adoráveis. Adoro ler todos. Eu estive fora porque as provas e a reinauguração do blog me sufocaram um pouco, porém, a partir de semana que vem eu volto com toda força para comentar em todos os seus posts e os dos meus parceiros lindo e maravilhosos.

    Ah... outra coisa. Adorei você ser a próxima a receber Jogos Vorazes ^^ Eu o recebi ontem e estou mandando uma carta junto. Acho que você irá gostar rsrsrs Vou caprichar na resenha para você ler e ficar super curiosa quando você for ler :P

    Bem... é isso.

    Beijinhos,
    Kimy Gabrielli.
    blogkimygabrielli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Ah, mas assim não vale! Muito boa sua resenha, me fez querer muito acompanhar a série, principalmente por ser uma distopia - e que bom que elas estão na moda, quem ganha somos nós ;) Confesso que gosto de autores detalhistas - amo Tolkien ;) - isso me ajuda a compor a história, mas tudo deve ser feito com base, nem para mais tampouco para menos, ou compromete mesmo o ritmo narrativo.

    Vou ficar de olho. Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Adorei a capa, babei quando vi!

    Adorei a sua resenha, está incrível amore!

    A história parece ser bem interessante, quero muito ler.

    Um beijo amore.

    Bia - Blog Escrevendo Mundos

    ResponderExcluir
  30. A maioria das pessoas que leram ou tentaram ler esse livro dizem a mesma coisa, então o livro cansa mesmo. Tem livros que são descritivos e fluem, mas esse ai, deve dá até sono rs

    ResponderExcluir
  31. Gostei da resenha sempre né?!
    Mais sei lá o livro não me interessou, quem sabe se eu pegar ele nas mãos minha impressão muda.
    Beijo Lu...
    Bruna-Livros de Cabeceira

    ResponderExcluir
  32. Gostei da Resenha, gosto de livros que enfatizam bem os personagens, mas que façam a história central se desenrolar rápido, caso contrário fico muito presa na história...
    Bom, gostei da Sinopse vou tentar dar uma chance mas pra frente, hehe.
    Beijos
    http://secretsentreamigas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Adorei a sua resenha e a sua sinceridade, e acho a capa deste livro muito linda, e apesar do enredo parecer interessante mesmo, não tenho muita vontade de ler este livro.
    Beijos.

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Distopia, amo livros com distopia
    E esse eu não conhecia, fiquei muito interessada
    E essa resenha também ajudou bastante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  35. Nossa, to sem palavras! Quero muito ler, amei demais a história e ainda mais porque é uma série :3

    Beijos,

    http://depoisquecrescemos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Oi

    Não gosto muito de narrativas super detalhadas. Gosto de detalhes, mas com moderação. Não estou muito em clima para ler algo lento, mas para quem gosta, parece ser bom!

    Gabi

    ResponderExcluir
  37. Eu até gosto de uma narrativa mais detalhada, mas acho que tudo tem limite, quando tem mais ação e o enredo flui bem independente de ser muito detalhado ou não, acho legal, mas quando esse aprofundamento em algumas coisas torna a leitura enfadonha, eu já não gosto. Não sei se leria logo esse livro, mas a capa é realmente interessante *O*

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  38. Admito que não me chamou muito a atenção. Se fosse julgar pela capa, compraria com toda certeza, mas após ler a resenha, eu freio um pouco =x

    http://vitaminadepimenta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Amo séries de livros, mais nunca li esse!!
    Ameei a capa, e pelo que eu já tinha lido sobre ele, e lendo o post agora, parece ser interessante o livro né?
    Beijinhos!


    www.chuvinhasdeoutubro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. Adorei a capa! Que pena que ele é muito detalhista, também me irrito muito com essas coisas, prefiro mais uma leitura com mais dinâmica, assim como você.. mas acho que isso é mais uma falta de costume nossa do que um "empecilho", digamos assim.. Sobre todos os personagens ganharem espaço, isso é legal, porém é como você mesma disse, a história demora para se desenvolver.. Adorei a resenha!!

    Beijos, Milena.
    Livros na Cabeça

    ResponderExcluir
  41. OI Luara!
    Eu sou uma dessas pessoas que adora conhecer os personagens secundários, acho que eles são a essência do livro assim como os protagonistas. detalhes sempre é bom mas cabe ao autor saber dosar isso. Acho que essa temática por enquanto não tá me atraindo tanto, quem sabe algo mais no futuro..

    beijos flor!

    ResponderExcluir
  42. Oláá
    Acho que é a segunda resenha que leio desse livro, acho a capa o máximo!! É linda demais!!
    Gostaria de lê-lo para ter uma opinião certa sobre o livro, mas não curto muito histórias que enrolam demais sabe?Com muitas descrições que às vezes são desnecessárias... Mas enfim... Acho que leria sim, estou em um momento distópico agora rsrs

    Beijos,
    Daisy.
    nuvemdeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  43. Lu, eu entendo seu ponto de vista acerca do livro, e concordo contigo em diversos pontos. No meu caso não é que eu tenha preferência, mas acho que a leitura dinamizada ou não vai a depender do momento. Pelo que li a premissa parece ótima e muito interessante de ser lida, mas talvez se certas coisas desnecessárias (?) fossem desconsideradas, a obra se tornaria ainda mais conveniente aos olhos do leitor. Enfim... gostei muito da sua sinceridade e ponto de vista. Agora é esperar para ver o que o segundo volume da série nos ofertará.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  44. sessão da tarde DEFINE. pela sinopse ele já parece bastante clichê. e se a narrativa é problemática.. bom, sei lá, fico sempre com um pé atrás. livros de fantasia (sejam eles distopias, sobrenaturais ou whatever) tem que ter uma narrativa que se desenrole de maneira ágil (ou pelo menos no ritmo mais adequado) e fácil. se ela trava ou demora demais pra caminhar, vira uma coisa muito estafante, muito SESSÃO DA TARDE. peninha =X

    ResponderExcluir
  45. Ei Lu!

    Nossa, quando vi a capa já pensei "Meu Deus, quero esse livro!", rs. Mas depois de ler sua resenha, realmente acho que eu também não ia gostar da narrativa lenta do livro :/
    Eu não achei o enredo clichê, até gostei bastante! O problema seria mesmo a lerdeza na narração HUSUHA
    Ótima resenha! (:

    Bjoos'
    Lets

    ResponderExcluir
  46. Olá Luara! Não conhecia o livro, mais achei linda a capa! Também não gosto de livros com narrativa lenta. De lenta já basta eu, rs. Mesmo assim gostei do livro, e quem sabe até leria, o único problema mesmo é a narrativa :/

    Beijos, Ma Petit (:

    ResponderExcluir
  47. Oie, confesso que é a primeira vez que vejo e leio a respeito desse livro.
    hum, a narrativa é lenta...
    bem se o tiver estarei lendo e tirtando minha propria conclusão
    Bjs
    http://felicidadenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  48. Laura
    Estou fugindo de séries e agora espero uma série acabar para poder inicia-la, isso porque muitas vezes a série começa bem, mas depois vai ficando chata. Se o primeiro livro da série já não é tão bom, então não vou arriscar.
    um abraço
    Gisela - Ler para Divertir

    ResponderExcluir
  49. Oi Lu!
    Você já tinha me dito que o livro não era tão legal, odeio quando o autor foca muito nas histórias secundárias, poxa então faz um outro livro né? haha
    A sua resenha está ótima!

    beijos
    Luana - Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  50. Oi Lu
    eu já não estava muito animada para ler o livro, agora lendo sua resenha vi que o livro realmente não faz meu estilo :(
    mas quem sabe né rs
    bjos

    ResponderExcluir
  51. Nossa, que penina o enredo do livro não acompanhar a capa linda do livro, eu não o tinha na minha lista de desejados, com sua resenha então...
    Gosto de livros mais dinâmicos tb, dependendo do assunto é até gostoso ler algo mais lento e descritivo, mas distopia tem de ter mais fluidez.

    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  52. Olha Lu, eu particularmente não me incomodo com narrativas lentas e detalhistas (amei O Circo da Noite) mas acho que também depende muito da história. Já que você diz que o enredo é bom, talvez eu goste do livro. Vale a pena dar uma chance.

    Eu adorei essa capa quando vi, mas resolvi esperar alguma resenha antes de tomas decisões drásticas ;D

    Beijitos
    http://www.bookpetit.com/

    ResponderExcluir
  53. Realmente, a capa tá perfeita, lindíssima!

    Ah, por que a gente não pode ter tudo de uma só vez? Amo conhecer os personagens secundários, mas não gosto nem um pouquinho de narrações densas. Acho um desperdício ler histórias cheias de divagações. Poetizar certas coisas é legal, mas escrever (ou forçar) poesia em tudo... Aff! Não sei se consigo encarar uma dessas não, mas nada é impossível, né? Quem sabe eu sinta vontade de ler Os Gêmeos algum dia... Só posso dizer que, depois da ler sua resenha, não fiquei arrebatada por ele.

    Beijocas, Lu!

    Isie - de Dai para Isie

    ResponderExcluir