10/12/2012

Resenha: Cordilheira

Título: Cordilheira
Autor: Daniel Galera
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 176
Recém-saída de um relacionamento amoroso e ainda sob o impacto do suicídio de uma amiga, uma escritora resolve aproveitar o lançamento da tradução argentina de seu romance para passar uma temporada em Buenos Aires. Primeiro título da coleção Amores Expressos, em que autores brasileiros escrevemhistórias de amor ambientadas em diversas cidades do mundo,Cordilheira gira em torno de um recomeço: ao se envolver com um misterioso fã argentino e conviver comseus amigos de hábitos bizarros, a protagonista começa a deixar o passado para trás e a se tornar algo que ainda não sabe bem o que é.

Denso. Se eu fosse resumir Cordilheira em uma só palavra, essa com certeza o definiria. Ao buscar mais sobre o livro antes de lê-lo, soube que ele foi eleito pela FBN (Fundação Biblioteca Nacional) como o melhor romance de 2008. Então criei certa expectativa para lê-lo, apesar de ainda não esperar muito. Só que esse foi o meu erro: o livro traz coisas DEMAIS e absorver tudo se tornou bem cansativo.

Anita é uma escritora e seu maior desejo no momento é ter um filho, porém, todos os seus amigos e inclusive seu namorado são contra esta ideia. Então, para fugir um pouco de todos, ela aceita ir para Buenos Aires para o lançamento de seu livro em solo argentino. É lá que ela conhece Holden, um escritor argentino que irá mudar sua vida.

Fazia três meses que tinha parado de tomar pílula e cinco dias que tinha encerrado um relacionamento de quase dois anos porque o filho-da-puta simplesmente se recusava a me engravidar, por mais que eu implorasse. (...) A palavra filho chegava a lhe dar certo mal-estar, e ele franzia a testa como se estivesse sofrendo o ataque de um inseto ou como se algum tipo de frequência sonora quase inaudível porém perturbadora invadisse seus ouvidos. p. 16
A primeira coisa que eu tenho a dizer é: não é um livro para qualquer um. Apesar de toda a minha carga literária eu ainda tive dificuldades de encarar o peso deste. Daniel Galera conseguiu fazer sim um livro que surpreende em todos os aspectos – apesar de inicialmente a sinopse parecer clichê – porém é algo que poucos irão apreciar.

No começo do livro eu fiquei totalmente perdida. Não sabia o rumo que o autor queria tomar, deixando a leitura extremamente cansativa. Simplesmente detesto quando isso acontece, pois pegar o livro para retomar a leitura se torna um fardo, entendem? Mas quando eu entendi o verdadeiro propósito do livro, o enredo ficou fantástico! É algo tão original que eu fiquei chocada!

Os personagens são extremamente chatos e misteriosos até demais. Eu ainda não consegui definir a personalidade de nenhum deles, e com isso não houve um envolvimento meu com nenhum deles. Eu não conseguia sentir o que a Anita estava sentindo e não houve compaixão com a situação dela, entendem? O mesmo acontece com o Holden, que é um cara que eu não tive simpatia nenhuma.

Outra coisa que pesou no livro é que ele tem algumas passagens um pouco pesadas, voltadas para o erótico. Não que isso defina o livro, mas elas existem. Assim como palavrões, que por vezes chegam a ficar irritantes.

Porém tenho que reconhecer: o autor tem uma narrativa brilhante. Não é qualquer homem que conseguem narrar em primeira pessoa na visão de uma mulher. E o Daniel Galera conseguiu fazer isso com maestria.

A segunda decisão é que eu passaria um tempo em Buenos Aires. Não sabia por quanto tempo nem exatamente por quê, mas era a coisa certa a fazer. p. 29
Não é que o livro seja ruim – eu sei que apontei mais pontos negativos do que positivos –, mas esses detalhes realmente pesaram na minha leitura. Por mais que ele fique bem melhor nas últimas páginas, foi um alívio finalmente terminá-lo, já que demorei alguns dias para ler um livro de menos de duzentas páginas, o que é algo que não costuma acontecer.

Analisando em um contexto mais geral após a leitura do livro, ele com certeza tem um enredo original, porém não foi uma leitura fácil. Para quem quiser conhecer um enredo original, com certeza é um livro para ser lido (fica a dica especial para o Luciano e para a Isabel), mas para quem não está acostumado a se aventurar por outras vertentes literárias, com certeza será uma decepção. 

53 comentários:

  1. Olá!
    Fiquei curiosa com o livro, sério. Apesar de que sua resenha me deixou em alerta, é um livro pequeno, sendo assim, acho que vale a pena arriscar...
    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Embora eu adore um livro diferente, que seja diferente e que me faça sair do conforto esse em especial não me chamou muito a atenção não.
    Sua resenha está muito,muito boa, vc é sincera mas nos instiga a pagar pra ver, ou ler... como se diz.
    Talvez se futuramente o livro caia nas minhas mãos eu me anime.
    Obrigada pela dica.
    Beijão
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros nacionais, bom saber que a nossa literatura enfim está melhorando, aumentando. É um livro deferente, gostei.

    Beijos, 7hings.com.br acessa, o blog espera por você

    ResponderExcluir
  4. Bom saber que esse livro é bom, porque o último nacional que eu li, não foi nada inspirador T.T
    Uau! Um homem escreveu o livro, com narradora? Deve ser uma experiencia otima!
    *-*
    Um beeijo!
    Pâm
    http://interruptedreamer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. opa ja fiquei de olho, acho que esse nao é um livro que eu leria sabe

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha, Luara! Você apontou aspectos positivos e negativos e isso é ótimo. Mesmo com os aspectos negativos, fiquei com vontade de ler o livro. Histórias densas são comigo mesma rs. E parece ser bem diferente.

    Beijos.
    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Luara, adorei ver essa resenha aqui pois estou prestes a começar a ler "Barba Ensopada de Sangue", e como não conhecia nada do autor não sabia o que esperar. Que venha um livro mais denso então, sempre tenho comigo que são neles que encontramos autores verdadeiramente bons, pois não é fácil cativar quando não se esforça tanto pra facilitar a vida do leitor. Vamos ver como me saio ;)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Provavelmente, para mim seria uma decepção então :/

    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí

    ResponderExcluir
  9. Oi Luara!

    Nossa, que pena! Eu achei muito interessante a história do livro, mas não é para mim. Por ser uma leitura dificil, e sem muito tempo, iria levar um mês para ler! Quero coisas mais leves, mas gostei do enredo desse. Quem sabe, um dia... rs

    Beijos,

    Marcelle
    bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. aaaaaaaaaah, eu quero ler!
    parabéns pela resenha :}



    VAGAS PARA AFILIADOS/PARCEIRIA ABERTAS!
    fb group: AB - Amizade na Blogsfera.
    @esteffanifontes, segue? Beijos,
    Aos Dezesseis Anos - aosdezesseisanos.blogspot.com.br
    Seja bem vinda do meu blog.

    ResponderExcluir
  11. Opa, sua resenha não me fez ter um pingo de vontade de ler esse livro. hahahaha Acho que eu não ia gostar dele. =P

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  12. Aaah, fui citada, que lindo *_* Daniel Galera é um autor que quero conferir há séculos (essa entrevista com ele aqui é tão inspiradora que mantenho nos favoritos: http://rascunho.gazetadopovo.com.br/daniel-galera/) e estava pensando em comprar o último lançado, Barba ensopada de sangue, mas o trocarei por Cordilheira, sua resenha me interessou.
    Esse autor me lembra MUITO um grande debate que curto acompanhar: ficção literária x literatura de entretenimento. Assim, mesmo que Daniel Galera venda basicamente uns 4 mil exemplares (isso agora que ele está mais conhecido) os críticos lhe dão MUITO mais atenção do que para Eduardo Spohr, por exemplo, que, salvo engano, vendeu isso em um dia no Jovem Nerd, com uma das primeiras tiragens de A batalha do apocalipse. Sei lá, acho esse preconceito com livros feitos somente para entreter meio triste (e não é exclusividade do Brasil, tipo como esse excomungado aqui mostra http://www.guardian.co.uk/books/2012/sep/25/books-bloggers-literature-booker-prize-stothard ). Sei lá, não acho legal ler só Cinquenta tons de cinza ou algo assim, mas não reconhecer o mérito de quem "inicia" muitos no mundo da leitura é um pouquinho demais pro meu pobre coraçãozinho, sabe?

    ResponderExcluir
  13. Oi Luara! Que interessante teu blog! Vemos de tdo por aqui pela blog'sfera, mas blog's que falem tão bem de leitura como o seu eu ainda não tinha visto.
    Importante nos depararmos com coisas assim, e trabalhos enriquecedores como o seu, de incentivo a leitura e aventuras literárias, permitindo um conhecimento inovador e surpreendente! Esse ano confesso que li pouco devido ao meu TCC, mas retomarei em breve aos meus romances clássicos e fascinantes! Estou lendo agora o "cinquenta tons de escuro" - e estou começando a achar que o cara que o Roberto Carlos canta por ai é o Christian Grey!.. rs
    Brincadeiras a parte, te convido a conhecer meu blog:http://thaiscavalcantemodaebeleza.blogspot.com.br/
    e se gostar segue!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Nossa Luara, fiquei até com medo deste livro. Sério.
    Às vezes o ganhadores de algum prêmio não são livro tão consumíveis pela população, e pelo visto esse é caso.
    Sei que gostou do livro, mesmo ele sendo cansativo, mas acho que eu não leria não. São pontos negativos demais para se levar em conta.
    Vou pesquisar um pouco sobre ele antes de ler, se eu ler
    Mesmo assim gostei da resenha *-*
    Bjks
    Paty
    http://abajurdepapel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nossa parece um livro complicado msm !
    Apesar de tudo eu fiquei interessada mas vou deixar ele um pouco mais pra frente !
    Bjoos
    http://www.chacombolacha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia esse livro, mas realmente: ser considerado o melhor livro do ano deve gerar algumas expectativas. Por envolver escritores talvez eu daria uma chance, mas não seria por agora, até porque não é o momento ideal pra arriscar uma leitura que pode ser cansativa demais, mesmo com a narrativa do autor.

    Ótima resenha!
    Beijos
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  17. O livro parece ser bom e ao mesmo tempo cansativo, não sei se leria, a história não me fisgou muito! Adorei sua resenha!

    beijos

    Jéssica - Strawberry de livros e filmes

    ResponderExcluir
  18. oi querida!

    lendo a sinopse parece ser bem clichê mesmo, mas pelo que você descreveu é uma leitura até difícil pra um tema que parece ser meio "banal"... mas me interessou pra caramba, vou anotar aqui na minha listinha^^

    megaa bjoo
    ;**

    ResponderExcluir
  19. Boa noite Luara,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog e pela sua resenha acho que não me agradaria...parabéns...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Ando curiosa sobre a escrita desse autor, mas não sei se pretendo ler.

    ResponderExcluir
  21. Livros nacionais são difíceis de me conquistar, principalmente se for um romance.
    Este livro me pareceu até interessante, mas não é o tipo de livro que gosto de ler.

    Bjão!

    livronasmaos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi flor,
    Então não conhecia o livro então assim primeiro fiquei animada com a sinopse e por se passar em Buenos aires dito que eu tive a sorte de conhecer ess elindo país porem ao ir lendo sua resenha desanimei. Sei como é os livros cansativos a gente não tem vontade de continuar e e um farto ler mais do que 2 paginas, outra coisa que não gosto como voce disse e quando não conseguimos nos envolver com os personagens parece que estamos lendo por ler tipo um jornal ne...ai sei lá não rola...
    Bjsss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Nahim...não sei se leria esse livro. Primeiro a capa não me atrai nem um pouco e muito mesmo a sinopse. E depois...personagens chatas é demais para minha cabeça! kkkkkkkk
    Obrigada pela resenha sincera.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  24. Retribuindo a visita amor, adorei o blog lindoooo, e os posts, sempre que puder estarei por aqui e te espero na cabana um bjão!! Ass: Kívia.
    http://cabanadoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Pela sua resenha, eu não gostei dele não..não compraria!! Abraços. Sandra

    ResponderExcluir
  26. Lu, que coisa mais maluca. Pela sinopse eu esperava uma coisa bastante diferente. Com certeza não lerei, ainda não sei exatamente o que esperar, mas não parece fazer meu estilo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. O livro parece ser bastante interessante
    E a resenha esta muito bem feita
    Mas ão me chamou atenção no momento
    Procuro algo mais leve

    Beijos
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Pela resenha o livro não é de leitura fácil mesmo! Tem uma pegada pesada! Mas eu entrei na vibe de me aventurar e sair da minha zona de conforto literária. Eu leria sim!!! Gostei do nome do livro, dá a sensação de um turbilhão de emoções!!!!

    Beijo!

    Ah, o blog agora tem uma página no facebook, espero você por lá:
    http://www.facebook.com/pages/Liste-Realize/130742933750171

    Beijos,
    Pâmela Rodrigues
    http://listerealize.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Personagens chatos, capa sem graça, sinopse não chama atenção ... acho que não preciso de mais nenhum motivo para não ler esse livro.

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  30. Um livro pra exercer a paciência e dedicação total do leitor, o que para muitos pode ser um problema. Não por esse motivos, mas não encararia esse.

    Carlos Magno,
    http://cantinadolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Oi Lu!
    Pelo que percebi a leitura não foi muito fácil, né? Já li alguns livros assim e te garanto: foi penoso. rs
    Não conhecia o livro e a história, mas é bem o estilo de leitura que eu curto. Acho que me arriscaria a ler. rs
    Beijos
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Eu meio que não curto muito esses livros de ~redescobrimento ~ ou coisa do tipo, sempre demoro muito pra ler. Acho que esse vai ser um dos que não colocarei na minha lista de leitura. haha
    Mas ótima resenha!

    Beijos, Mari.
    http://papersblood.com

    ResponderExcluir
  33. Oi Lu!
    A sinopse é muito intrigante, mas quando a história fica cansativa e difícil para absorver a tamanha quantidade que o autor quer passar eu não consigo continuar a leitura.
    Mas mesmo assim eu acho que leria o livro, pois me despertou a curiosidade.
    Ótima resenha,
    Até mais!

    ResponderExcluir
  34. Ainda não conhecia esse livro, quando você falou sobre os palavrões e o conteúdo erótico, mesmo ressaltado que o livro não é só isso, me desanimou um pouquinho de ler.. não gosto de estórias assim. Sei que pra alguns livros talvez até seja necessário, mas prefiro não ler mesmo.

    Eu sou uma leitora que não tem jeito... se a estória não for uma fantasia cheia de seres encantados eu enrolo pra ler... hihi

    Tem post novo no meu blog!!
    Passe por lá para ler e comentar!
    Desde já agradeço a visita!!

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Com certeza vou passar longe desse livro u_u uashdiuasiudhaiusdhiusd. Gostei muito do seu jeito delicado de 'não indicar o livro' u_u ashdiuahsiudhaisudhiuas. Livros densos não são lá a minha praia, ainda mais com uma história dessas (não chamou a minha atenção). Mãaaas, quem sabe um dia eu não acorde inspirada, né? kkkkkkk

    Beeeeeeeijinhos e uma ótima semana! :*
    www.linguadoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  36. Esse é o meu tipo de livro. Sou um dos poucos que gostam de livro assim. rs

    Não o conhecia, lerei em breve.

    Beijo

    O mundo sob o meu olhar

    ResponderExcluir
  37. Ah, em outros momentos esse livro até me interessaria mas tô com pouco tempo pra ler e tô dando preferência pra leituras mais leves.
    Beijos
    Raiana - Território Pop

    ResponderExcluir
  38. Oi Lu! Este livro não faz meu estilo, só de pensar que temos que ficar voltando para entender melhor, já cansa. Prefiro uma leitura mais dinâmica. A resenha está ótima como sempre.


    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  39. Não gosto de livros pesados, alguns autores escrevem com o proposito de prender o leitor e acabam afastando o interesse do livro.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Oi Luara, eu já ando um tanto traumatizada com livros assim.
    Então prefiro nem ler este.

    Beijokas!

    Jaque - Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  41. Oii Lu!!
    Não vou ler esse livro não, rs, eu gosto de criar sentimentos e construir relações com os personagens, rs, sofrer junto, chorar, se emocionar, não gosto quando os personagens são chatos, misteriosos demais e menos ainda quando não consigo me ligar a eles de forma alguma.
    Beijoo!

    ResponderExcluir
  42. Oi, Lu.

    Hehe! Fiquei na dúvida... Mas como você demorou tanto para terminá-lo, não deve ter gostado dele exatamente. Bem, eu o leria sim, não porque gostei da história ou do que você revelou na resenha - também não gosto de palavrões e erotismo exagerado, se bem que não parece ser o caso -, mas, como também sou escritora, talvez pudesse aprender alguma coisa com ele.

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  43. Parece ser o tipo de livro que pede por um momento oportuno da nossa vida para que a gente consiga ler e encarar tudo que a história traz.
    Não sei se eu leria, sinceramente... Não parece mesmo ser ruim, mas não estou na onda desse tipo de leitura atualmente, sabe?

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  44. Oi, flor.
    Agora fiquei na dúvida se leio ou não rs
    Eu gostei da história, mas não é muito meu estilo.
    Mas, se a oportunidade de ler surgir eu leio. Nunca dispenso uma leitura :)
    Beijinhos,
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  45. Oi Luara! Confesso que não me senti interessada pelo livro. Além de não ser meu tipo de leitura, aparenta ser cansativo e gosto de leituras ágeis. Então, com certeza não leria.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  46. Lu,
    Estou lendo o "Barba Ensopada de Sangue" do Daniel Galera, é a primeira vez que leio um livro dele e estou amando! Amando o jeito que ele escreve. Esse daí eu não conhecia. Aliás, tinha visto uma entrevista dele dizendo que morou uma temporada em Buenos Aires, e citou esse livro que passa lá. Agora me deu vontade de ler. Pois estou gostando de jeito que ele escreve.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  47. Ainda não li nada do autor mas gostei da sua resenha.
    Interessante!!

    Parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
  48. Oii Luara!
    Eu fiquei interessada no livro, mas não para ler agora. No momento estou precisando de uma leitura leve, que me entusiasme a cada página. Vou anotar a dica para uma leitura futura!

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  49. Ti medo >< Poxa bem complexo e delicado.

    ResponderExcluir
  50. Mais um livro pra lista? haha A primeira vez que escutei falar sobre o Daniel Galera foi quando conheci o ultimo livro que ele lançou, o Barba Ensopada de Sangue, dei uma pesquisada e gostei muito do estilo das historias que ele escreve, com certeza vou dar uma procurada por Cordilheira, gostei bastante da história.

    Abraços,
    Vitor Dutra http://maredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  51. Interessante um homem narrar na primeira pessoa do ponto de vista feminino, talvez por isso tenha ficado denso, os pensamentos de uma mulher nas mãos de um homem.
    Rafa
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  52. Nao conhecia o livro, mas pela resenha nao fiquei muito animada pra ler, sinceramente... Acho que um livro confuso, que é preciso reler varias vezes pra entender é chato.
    Fiquei curiosa pela narrativa pelo ponto de vista feminino e talvez leria pra conferir essa parte, mas nada num futuro proximo
    Parabens pela resenha! Soube apontar os pontos que nao agradaram muito bem

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  53. Olá Luara!
    Este livro é totalmente diferente do que estou habituada a ler e procurarei lê-lo, já que a história realmente chamou minha atenção. Só o fato da personagem sair em uma viagem para retomar o rumo da própria vida já me levaria a lê-lo! Fiquei então mais interessada na coleção Amores Expressos.
    Ultimamente busco ler livros mais leves e sem uma carga muito vasta, mas estou sentindo falta. Isso certamente aumentou minha vontade de conhecer esse autor brasileiro que parece ser realmente brilhante!
    Parabéns por cada palavra utilizada na resenha e muito obrigada por apresentar um livro que espero amar, já que seus pontos negativos não me parecem tão negativos, entende?! :D

    Beijocas,
    Samy Aquino - http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir