24/05/2013

Resenha: Branca como o leite, vermelha como o sangue

Título: Branca como o leite, vermelha como o sangue
Autor: Alessandro D'Avenia
Editora: Bertrand
Páginas: 368
Leo é um garoto de dezesseis anos como tantos: adora o papo com os amigos, o futebol, as corridas de motoneta, e vive em perfeita simbiose com seu iPod. As horas passadas na escola são uma tortura, e os professores, “uma espécie protegida que você espera ver definitivamente extinta”. Apesar de toda a rebeldia, ele tem um sonho que se chama Beatriz. E, quando descobre que ela está terrivelmente doente, Leo deverá escavar profundamente dentro de si, sangrar e renascer para a vida adulta que o espera.


Imaginem um livro que já me conquistou em suas primeiras linhas. Assim que Branca como o leite, vermelha como o sangue foi entregue, abri o livro para ler o primeiro capítulo, como costumo fazer com a maioria dos livros que chegam. Só que eu não consegui me satisfazer com um só capítulo: quando me dei conta, já tinha chegado à metade do livro e não conseguia parar de ler.

Leo é um garoto de apenas dezesseis anos. Com uma cabeleira revoltada, ele é apaixonado por Beatriz, a menina dos cabelos vermelhos. Para ele, o amor é vermelho. E, apesar de nunca ter falado com ela, faria de tudo para que ela percebesse o quanto os dois são perfeitos juntos. Tudo muda quando o branco começa a tomar conta suas vidas. Leo sempre temeu o branco, que sempre significou coisas ruins. É a partir desse fato que nosso protagonista começa a se desenvolver, a acreditar mais no amor e em seus próprios sonhos.

Olhos verdes que quando ela arregala ocupam todo o rosto. Cabelos vermelhos que quando ela os solta o alvorecer te cai em cima. Poucas palavras, mas exatas. Se ela fosse cinema: gênero a ser inventado. Se fosse perfume: o cheiro da areia de manhã cedo, quando a praia está sozinha com o mar. Cor? Beatriz é vermelho. Como o amor é vermelho. Tempestade. Furacão que te varre para longe. Terremoto que te despedaça todo. É assim que me sinto sempre que a vejo. p. 12
Esse livro me fez duvidar que eu pudesse fazer uma resenha a altura dele. Nunca me vi em um dilema tão grande sobre o que escrever; inclusive, estou pensando nessa resenha há quase uma semana. Talvez não tenha como eu chegar a um ponto exato em que eu consiga transmitir a vocês tudo o que eu senti, até porque eu tive uma experiência muito pessoal durante a leitura. Mas tentarei chegar o mais próximo possível disso.

Com um enredo simples, porém muito envolvente, Alessandro D’Avenia consegue transportar o leitor para a mente de Leo. Eu me coloquei de uma forma tão intensa nas situações que o personagem vivia que, a cada coisa que ele superava e conquistava, era como se fosse um tapa na cara por eu ser tão covarde em situações que o próprio Leo não foi. Então, imaginem a situação em que eu estava! E só D’Avenia conseguiu fazer isso comigo em muito tempo; era como se ele estivesse falando sobre mim indiretamente.

Isso só extremamente facilitado pela narrativa em primeira pessoa e pela dinâmica que os capítulos pequenos proporcionam. Leo nos mostra o amor platônico de um jovem e não existe quem não fique torcendo para que tudo dê certo. Afinal, ele é carismático, irônico, sincero e todos os seus questionamentos ao longo do enredo são extremamente válidos, ainda mais para um garoto de dezesseis anos. Quem nunca se pegou sonhando com um amor ou então brigando com a vida por tudo dar errado? É uma fase que todos passam, principalmente nessa idade. Ou seja, a empatia com o protagonista não poderia ser maior.

Vocês já devem ter percebido que o Leo me conquistou de todas as formas possíveis. O uso das cores (para ele, o vermelho é amor, é paixão; o branco é vazio, é nada) para expressar o que ele sente foi uma sacada genial do autor e isso é destacado ao longo de todo o enredo, sempre que Leo passa por algo importante durante o livro.
Mas, no começo temos um personagem muito imaturo, que acredita em um amor cegamente apesar de não saber o que o amor realmente é, que questiona a vida por nunca conseguir nada. Porém há um desenvolvimento tão grande do que ele sente, sobre como ele vê o mundo, que a frase da contracapa do livro o traduz sem rodeios: “Nasci no primeiro dia de aula, cresci e envelheci em apenas duzentos dias.” Particularmente, eu adoro quando isso acontece, pois no final você sente que toda aquela história teve um propósito e isso te deixa feliz ao fechar o livro.

Os personagens secundários são incríveis também. Silvia, sua melhor amiga, sempre com ele em todos os momentos é uma pessoa maravilhosa, se não fosse por ela, nosso protagonista teria perdido o rumo e agradecemos a cada momento em que esta aparece; seu professor, apelidado de Sonhador é um dos grandes responsáveis pelas reviravoltas na forma de Leo agir. Eu fiquei apaixonada pela forma em que o autor colocou o professor como alguém inspirador, um confidente, além é claro, de ensinar o que realmente é a vida para Leo.

Mas o amor é outra coisa. O amor não dá paz. O amor é insone. O amor é elevar a uma potência. O amor é veloz. O amor é amanhã. O amor é tsunami.
O amor é vermelho-sangue. p. 125
Como muitos julgam o livro pela capa, muita gente não sabe é que Branca como o leite, vermelha como sangue é um livro do gênero de sick-lit, que é um gênero que envolve personagens com alguma doença, depressivos, etc. Estragaria a surpresa eu contar o que realmente acontece no enredo, que pode até ser triste, mas é uma história linda de superação e aceitação. Para os fãs da temática, um prato cheio. Para quem não curte, pode ter certeza que vão encontrar muito mais coisas além.

É incrível como esse livro conseguiu me conquistar a ponto de eu demorar tanto para conseguir colocar em palavras tudo o que ele passou para mim. Se eu soubesse, já o teria lido há tempos, desde que foi lançado. E agora só tenho a dizer que ele entrou para a minha seleta lista de favoritos. Vale muito a pena dar uma chance para Alessandro D’Avenia, um autor fantástico. Tenho certeza que ele também vai te conquistar. 

59 comentários:

  1. Estava louca para ver sua opinião, desde que você disse que ia ler esse livro. A história é incrível, não? E a forma como os personagens são delineados é tão verossímil que não tem como não se envolver com eles. Enfim... você sabe que amo esse livro e gostei muito de como você elaborou a resenha. Falou de tudo o que importa sem revelar demais :)
    beijo!

    ResponderExcluir
  2. O título chama bastante atenção e gostei do enredo
    Colocar na listinha :)

    Gabriel - http://umpapoentrepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Desconheço o livro, mas pela sua resenha estou super curiosa.
    Vou adicionar a minha lista do skoob para ler em breve.

    Beijos,
    http://www.devoradoradelivros.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Luara!
    Já conhecia esse livro, mas acho que involuntariamente o julguei pela capa, tanto que nem procurei saber do que se trata.
    Mas eu simplesmente amo histórias do tipo. Não por serem tristes, mas por tocarem a gente de forma única, dar-nos algo construtivo para a vida, com personagens que se desenvolvem realmente.
    Enfim, amei o post: a dica de leitura e sua resenha!
    Bjsss
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Adoro livros desse gênero, geralmente capas escuram me chamam mais a atenção, mas já tinha ouvido falar muito bem da história, por isso estou muito curiosa para ler!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Q lindo!!! amei sério
    adoro livros nesse gênero, mas temo q vai terminar com um fim triste :/

    ResponderExcluir
  7. Nossa, Luara, só o título desse livro já tinha chamado minha atenção, e depois da sua resenha, fiquei com mais vontade ainda de lê-lo. :)
    Beijos!

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto a capa mais não me tinha me despertado muito curiosidade, mas agora lendo a sua resenha, estou começando a ficar mais curiosa!
    Gostei bastante do que você disse na sua resenha!
    Beijos!
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Luara!
    Gostei da sua resenha. Pelo visto, o livro parece ser bom.
    Tenho lido resenhas positivas sobre ele, acho que vou colocá-lo na listinha dos desejados logo. rs

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. OI esse livro deve ser muito bom!
    So pelo nome eu ja me interessei!
    Bjs, me segue sigo de volta, se ja segue ignore
    www.resenhasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Adorei a premissa e a resenha do livro. Parece que realmente é um livro próximo da perfeição, pena que dizendo que é um sick-lit já deu para ter alguma ideia do que acontece... :/ Tomara que não e eu consiga me surpreender, pois desejei muito essa leitura! Com certeza minha próxima aquisição. Tomara que me cative tanto quanto te cativou.

    ResponderExcluir
  12. Tem um tempão que eu to querendo ler esse livro! Parece que a escrita do autor é poética e envolvente.
    Cada resenha que eu leio me faz querer levantar agora mesmo e comprar o livro. Gosto muito de livros que nos façam refletir, com uma história triste, mas profunda e emocionante.
    Com certeza vou ler esse livro! Tá na listinha!

    ResponderExcluir
  13. COMO EU NÃO LI ESSE LIVRO ANTES????? Pela sua resenha, parece ser divino e eu sempre tive um certo preconceito com ele sem nem saber por que. Já adicionei à minha lista de leitura e, mais ainda, na minha lista de compras.

    Bjs! http://nasquartasusamosrosa.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto de livros dramáticos, melancólicos e profundos, mas ele mexem comigo profundamente e me fazem chorar... Me senti assim quando li O céu está em todo lugar. Adorei sua resenha e o livro entrou para os meus desejados.

    ResponderExcluir
  15. MUITO PERFEITO!

    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    Facebook - aosdezesseisanos.blogspot.com.br
    Gostei muito do post! rs Booooa noite anjinho s2

    ResponderExcluir
  16. Adoro suas resenhas, Lu! Sempre me fazem sentir como se eu estivesse lendo o lirvo com vc!
    Nao imaginava q o livro tivesse essa historia e com ctz vou ler :D
    Beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Paraece ser super legal *---* Mas eu quero ler mesmo é A Seleção .
    Beijos
    barradosno-baile.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Me deixou com vontade de ler esse livro *-* Beijão <3

    www.detalhesamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Luara, você deixou transparecer todo o sentimento positivo que teve ao ler o livro! Acho maravilhosa uma resenha tão verdadeira como esta! E é óbvio que depois que li o que escreveu quero ler o livro! Não sou nem boba! rsrs

    Além de vir aqui para elogiar seu belo texto, venho te mostrar que te indiquei pra uma tag! Veja só: http://porumaboaleitura.blogspot.com.br/2013/05/tag-e-selinho-12-livros-em-12-meses.html

    Espero que você goste!

    Bjoos

    ResponderExcluir
  20. Não conheço o livro, mas sua resenha despertou minha curiosidade e ansiedade, hein!

    Abraços,
    http://www.revolucaonerd.com/

    ResponderExcluir
  21. Nossa. eu quero ler esse livro!
    alguem pode nao querer depois de ler a sua resenha?! rs

    é muito bom quando gostamos tanto de um livro, mas é pessimo para fazer resenha, eu concordo, nunca escrevemos a altura do livro.
    mas tenho certeza que voce conseguiu.
    Já sou uma apaixonada pelo livro ♥ rs

    Beeijinho. Dreeh
    Livros e tudo o que há de bom

    ResponderExcluir
  22. Eu tenho lido tantos livros complexos com tantas coisas agitadas acontecendo que eu me esqueci do quanto eu gosto desses livros calmos e simples que jogam um banho de realidade em cima da gente.
    Quem sabe eu não leia algum dia...

    E belíssima resenha! :)

    Beijos,
    Resenhando Books

    ResponderExcluir
  23. Oie!
    Nossa, sua resenha me deixou mega curiosa, pelo que vc diz o livro é ótimo e emocionante. Quero ler.

    Beijos*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi Lu,

    já tinha ouvido falar desse livro, mas foi a sua resenha que me fez querer lê-lo! Além da capa maravilhosa, o livro, como você comentou, parece nos envolver de maneira incrível! Amei sua resenha, parabéns!

    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Porque eu tenho certeza que iria amar esse livro, mas vou resistir um pouco antes de colocá-lo nos desejados, afinal a minha lista não é normal ela me denuncia de como sou consumista e devoradora de livros! Não posso, mas já quero "Branca como o leite, vermelha como o sangue", além do mais esse título é lindo e essa capa é perfeita!

    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  26. não sabia que este tipo de livro tinha um gênero e que ele se chama sick-lit (tá, faz sentido) hahaha
    mas adoro este tipo de livro... eles sempre nos transmitem uma mensagem ótima!
    até então não tinha lido nenhuma resenha sobre este livro, mas quando vi a capa pela primeira vez já me encantei *---*
    com certeza vai para a minha lista de desejados! :)

    ResponderExcluir
  27. Eu não tinha ouvido falar deste livro ainda, mas parece ser bem meu estilo, e estou curiosa pra lê-lo. Vou pesquisar mais na net e quem sabe não entra nas minhas próximas leitura? Valeu pela dica, e adorei a resenha!

    Um beijo
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Olá Luara,

    Sempre tive curiosidade em relação a esse livro e a capa nos intriga também; agora a sua resenha me deixou com vontade de ler e assim ele vai para a minha lista...parabéns pela resenha...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. AWNNNNNNNNN, estou louca pra ler!

    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    Facebook - aosdezesseisanos.blogspot.com.br
    Gostei muito do post! rs Booooa tarde anjinho s2

    ResponderExcluir
  30. Não conhecia o livro,
    mas pela sua resenha ele parece ser bom,
    fiquei bem curiosa para saber o que acontece.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Já li o livro e assim como você me apaixonei pela história nas primeiras páginas. O autor é genial! Ele conseguiu fazer uma história clichê se tornar emocionante. É impossível não gostar do Leo, do jeito metido e orgulhoso de ser... Ele é um personagem incrível, Alessandro D'Avenia soube escrever um livro SENSACIONAL! É um dos meus favoritos *-*
    Amei a sua resenha, você conseguiu deixar bem claro o quanto o livro é fantástico.

    Bjs
    http://pensandoemlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Não conhecia esse livro ainda, o vi recentemente e não sabia do que se tratava. A capa bem diferente e o título dá uma certa curiosidade. Li poucos livros com esse gênero, estou até com duas próximas leituras com ele e nem sei muito o que esperar, espero que posso aprender com ele como aprendendo com todos. Achei a temática deste fascinante, e adoraria conhecer mais a fundo a história.

    Abraços,
    Raquel - Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
  33. Gostei da capa do livro, do título e ainda mais da sua resenha! Mal posso esperar pra ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  34. Ola, quando vi esta capa fiquei bastante curiosa
    para saber mais sobre o livro. Adorei sua resenha
    bjs

    http://loveebookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Olá tudo bem?
    AInda não conhecia o livro e muito menos a autora.
    Gostei muito da resenha do livro e me deixou bem curiosa ^^.
    ótima resenha e me desculpa a demora para dar a visitinha aqui,muito obrigada pelo comentário no blog.
    bjus
    Tamires C.
    http://www.de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Eu não daria muito crédito ao livro pelo nome, mas pela sua resenha tive uma visão diferente, o livro parece ser muito bom!
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Gostei MUITO da estória pelo que percebi Leo é muito inteligente e tem sua própria maneira de ver a vida e as cores tem maior significado pra ele do que pra mim.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Só havia lido uma resenha de "Branca como o leite, vermelha como o sangue" e já havia ficado curiosa, ainda mais agora. É realmente espetacular quando vemos um desenvolvimento dos protagonistas!

    Beijo

    ResponderExcluir
  39. Eu sou louca para ler esse livro. E eu nem precisei ler o primeiro capítulo, o livro já me conquistou pelo título!
    Saber que o livro se tornou um dos seus favoritos só aumenta minha vontade de lê-lo.

    Beijos!
    Livros e Tsurus

    ResponderExcluir
  40. Oie Luara =)

    Não conhecia esse livro, porém a sua resenha me deixou super curiosa! Livros que nos conquistam logo nos primeiros capitulos são quase sempre se tornam especiais *----*

    Parabéns pela resenha!

    Beijos e uma ótima semana!
    ;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  41. Oi tudo bem? te indiquei para uma TAG no meu blog, espero que possa responder, caso ja tenha respondido, me manda o link da sua postagem para que eu possa ler suas respostas?

    http://meuvicioliterario.blogspot.com.br/2013/05/tag-11-coisas.html
    beeijos

    ResponderExcluir
  42. Oi, Luara!

    Tenho muita vontade de ler esse livro e sua resenha só me encorajou. Imagine que eu achava sua temática envolvia vampiros... Hahahahahaha

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  43. Oiee =)
    aaaah, menina, é a primeira vez que vejo e leio a respeito desse livro, nossa, não sei se irei gostar tanto assim quando o ler, mas fato é que já me apaixonei por ele só pela tua resenha, louca para te-lo s2
    beliscões

    ResponderExcluir
  44. Oi Luara
    Parece que esse livro conquista todo mundo de cara. Já li resenhas apaixonadíssimas dele (e de outro livro do autor "Coisas que ninguém disse") e fiquei muito a fim de conferir.
    Incrível que você tenha ficado tão envolvida já no primeiro capitulo. Não são muitos livros (e muitos autores) que conseguem isso. Acho que os capítulos curtos também contribuem para aumentar a velocidade de leitura.
    Adorei esse "uso" das cores que o autor faz e como isso influencia na vida do personagem.
    A capa é linda, mas acho que realmente não transmite a idéia de sick-lit. Não digo que eu seja particularmente atraída pelo gênero, mas até agora os livros que li não me decepcionaram. Que bom saber que "Branca como o leite, vermelha como sangue" é ainda mais do que isso.
    Beijos
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  45. Oi Luara,

    Nossa, eu AMEI esse livro. A escrita do Alessandro é quase poesia!

    Beijos, Bianca
    http://behindenemyline8.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  46. Não sei se eu amo Sick-Lit, Luara rs
    Eu tenho ACEDE e custo a ler ele. Mas parece que esse livro realmente é lindo, fofo e emocionante *-* O que eu gostei foi o nome, bem diferente! Se eu tivesse dinheiro compraria, mas estou numa crise economica rsrsrs Adorei sua resenha e quem sabe um dia consigo comprar ele ;) Vou anotar.
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  47. Eu já quero este livro tem muito tempo! Vi, uma vez, alguém compartilhando quotes e eu me apaixonei. Gosto particularmente do título que não entrega mesmo o que se trata (eu sabia que era sick-lit, pq li sobre o livro, mas só de ver a capa não adivinharia).
    Gosto de narrativas masculinas e tenho certeza que vou me apaixonar como vc por esta história.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  48. Quero ler esse livrinho desde quando coloquei os olhos no título...
    É sou dessas que lê (compra) livros pelo título e capa. (rsrs)

    Eu realmente percebi que não sabia nada desse livro quando li sua resenha.
    Levo muito sua opinião em consideração, por achar que temos o gosto parecido.
    Estou com ele no Kindler vou encaixá-lo entre leituras!!

    Abç e boas leituras!!

    ResponderExcluir
  49. Quero muito ler esse livro. Leio resenhas dele e assim como a sua todas são muito positivas.
    Não sou muito de sick-lit pois sou chorona demais, mas vou arriscar assim que comprar o livro.
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  50. O filme está no youtube
    Branca como o leite, vermelha como o sangue
    http://www.youtube.com/watch?v=Xu3t37cjmDM&list=HL1386675317

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. DOWNLOAD: https://mega.co.nz/#!1BYCXDSJ!aqP04C55ihQZGy2PWrRE9TzwvtBsrNJq1auGHOEovxk

      Excluir
  51. O filme está no youtube
    Branca como o leite, vermelha como o sangue
    http://www.youtube.com/watch?v=Xu3t37cjmDM&list=HL1386675317

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme pode ser baixado com legenda em português

      DOWNLOAD: https://mega.co.nz/#!1BYCXDSJ!aqP04C55ihQZGy2PWrRE9TzwvtBsrNJq1auGHOEovxk

      Excluir
    2. Este filme pode ser baixado com legenda em português em
      DOWNLOAD: https://mega.co.nz/#!1BYCXDSJ!aqP04C55ihQZGy2PWrRE9TzwvtBsrNJq1auGHOEovxk

      Excluir
  52. ótima resenha gostei demais

    ResponderExcluir
  53. Comecei a ler ontem e estou amandoooo!! *.*

    ResponderExcluir
  54. Eu simplismente amei esse livro chorei litros de lagrimas quando Beatriz Morreu ,Eu me chamo beatriz,e fiquei magoada com oq silvia fez mas no amor tudo vale ate mesmo Qando a pessoa q amamos esta a beira da morte e saber q nunca mais vamos ve la e triste

    ResponderExcluir
  55. É lindo esse livro, li e me apaixonei <3

    ResponderExcluir