03/06/2013

Resenha: Adeus, por enquanto

Título: Adeus, por enquanto
Autora: Laurie Frankel
Editora: Paralela
Páginas: 320

A talentosa autora de Atlas do amor inova em seu segundo romance, no qual conta a história do jovem casal que estendeu seu amor para além dos limites da vida. Não é milagre e nem magia, é pura ciência da computação. Graças ao software que Sam Elling, um divertido programador do MIT, desenvolve, torna-se possível conversar com projeções perfeitas de pessoas queridas que morreram. Assim, ele ajuda sua namorada a superar a perda recente da avó, mas não esperava que um dia fosse precisar se tornar usuário de seu próprio programa...

Adeus, por enquanto me afetou. E só fui saber disso quando virei a última página e não me vi em condições de começar outro livro. Inclusive, estou há uma semana sem conseguir ler direito por causa dele (para vocês terem noção, foram três tentativas). O enredo não sai da minha cabeça, sinto que ainda estou vivendo o mundo de Sam e Merde. Para isso se dá o nome de ressaca literária, como vocês bem sabem. Não foi o melhor momento para isso, mas posso dizer que valeu a pena.

Sam é um programador que acabou de perder seu emprego por causa de um algoritmo que lhe trouxe a pessoa mais importante de sua vida: Meredith, ou como ele carinhosamente a chama, Merde. Só que, ao invés de curtir esse novo relacionamento, ela está um momento horrível, pois acabou de perder a avó, por quem tinha grande consideração. É aí que Sam entra com suas habilidades e inventa uma forma de amenizar a tristeza de sua amada: ele faz um programa, chamado RePose, que permite a interação com as pessoas que já faleceram. É por causa desse programa que conhecemos várias histórias, conhecemos o verdadeiro lado da superação, da tristeza e da amizade.

“A verdade é que estou tão apaixonado por ela que faria qualquer coisa para fazê-la me amar metade do quanto a amo. A verdade é que sou um filho da puta tão arrogante que minha resposta para ‘Estou triste porque minha avó morreu’ é ‘Deixe-me inventar um programa de computador para ela poder escrever cartas para você’. A verdade é que sou tão desajeitado e sem noção que acho que mostrar para alguém na cama um e-mail de sua avó morta é romântico.” p. 61
Sabem quando um livro inicia e você não dá nada por ele nas primeiras páginas? Pois é. Assim que comecei Adeus, por enquanto, nada me ganhou. A princípio, pensei que ia ser mais um daqueles que eu classificaria como bom, até porque logo de cara eu me identifiquei com o Sam, mas era só isso. Ao passar das páginas, porém, o enredo foi me envolvendo, e de repente me vi completamente comovida com as histórias paralelas que o livro carrega, querendo que todo mundo ficasse bem de alguma forma, mesmo que a morte fosse o principal assunto do livro.

Por mais que a morte seja um assunto pesado, pelo menos para a maioria de nós, Laurie Frankel consegue dosar o drama, explorando mais a parte de como as pessoas lidam com o luto e em como seria se pudéssemos dizer adeus para uma pessoa com quem nos importávamos muito, mas que nem sempre conseguimos demonstrar. É incrível como ela consegue mostrar a reação das pessoas de vários ângulos, mostrando que, mesmo com a presença constante da morte em suas vidas, elas continuam vivendo.

E foi exatamente por isso que a autora me fez questionar: será que eu me adaptaria bem ao uso do programa? A própria Laurie aponta algumas dessas questões durante o enredo, sem ser tendenciosa, fazendo com que nos coloquemos no lugar dos personagens que estão vivendo aquela situação – mesmo aqueles que nunca tenham vivido uma grande perda. Será que seria ético mexer com os sentimentos das pessoas desse jeito, mesmo que elas procurem? Será que o RePose não adiaria ainda mais uma fase por qual todos teremos que passar algum dia?
A narrativa de Laurie é essencial para que isso aconteça. Se não fosse pela objetividade e pela clareza com que ela aborda todos os assuntos envolvidos, o livro não seria tão bom. Digo isso porque o assunto já é pesado o suficiente para que a autora se demorasse com delongas desnecessárias.

No final, entretanto, o que era preciso era um salto por cima do abismo com os olhos bem fechados, os dedos das mãos e dos pés cruzados. Não podiam fazer testes beta. Não funcionaria teoricamente, só na realidade. Não funcionaria para usurários fictícios, somente para usuários reais que fossem realmente queridos. Os EQFs – entes queridos falecidos – podiam ser projeções inanimadas, mas o único lugar para testá-los era em um mundo que era bem, bem real. p. 125
Mas um personagem foi essencial: Sam. Não teve como não gostar da forma como ele foi construído. Desde o começo eu soube que ele seria meu personagem favorito, que eu torceria com todas as minhas forças para que tudo desse certo para ele. Mas claro, não posso tirar o mérito dos outros personagens, como a Merde ou o Dashiell; cada um me emocionou de uma forma diferente com suas histórias pessoais.

Fechei o livro chorando. Não queria acreditar no que tinha acontecido. Por mim eu faria outro final só para que tudo o que eu estava esperando acontecesse. Mas essa é a mensagem que Laurie Frankel quis passar desde o começo: a morte sempre está presente em nossas vidas. O que nos difere é a reação que temos perante ela. Isso não sai da minha cabeça, para vocês verem o quanto esse livrou pesou em mim. E não posso dar um conselho melhor: leiam!

42 comentários:

  1. Oi Lu!
    Pelo jeito esse é daqueles livros que prendem o leitor. Pela sinopse eu já me interessei e também por ser um tema bem diferente, como você mesma disse, a morte é um assunto pesado. Mas acho que esse tema tem que, às vezes, ser abordado...uma hora ou outro conviveremos com ele.
    Esse livro deve ser maravilhoso e eu quero lê-lo! E se um dia tiver a oportunidade acho que minha reação vai ser parecida com a sua haha
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Parece ser o tipo de livro que eu me acabaria em lágrimas por se tratar de um assunto tão triste e real nas nossas vidas.
    Gosto desse tipo de livro, é como uma banho de realidade. Necessário pra todo mundo.
    Pretendo ler algum dia.

    Beijos,
    Resenhando Books

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Nossa, me ganhou totalmente com essa resenha! Já tinha lido uma resenha de Atlas do amor, inclusive tá na minha lista de futuras leituras, e este outro da autora vai se juntar a ele! Parece ser maravilhoso e emocionante! Sem contar a mensagem transmitida né. É certo que chorarei horrores (sou muito emotiva), mas vale a pena. Só espero não ficar com ressaca literária também!

    Um beijo
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Sua resenha está... está... não sei explicar.
    Você até falou do livro, mas foi mais emoção do que razão.
    Eu recebi este livro ontem, estou apaixonada, vou esperar passar essa paixão toda para começar a ler, rs.
    Sua resenha está emocionante!!

    Bjkas

    Alessandra Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Um livro que trata da morte de uma vovó não seria uma leitura mais indicada para mim no momento já que meu avô morreu há poucos dias e ainda estou abalada, mas o enredo me deixou fascinada... antes já tinha lido umas duas ou três resenhas desse livro e o interesse, com certeza, já me foi despertado... lerei, sim, em um outro momento... quando já não doer tanto.

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Ainda não conhecia este livro, gostei da capa.
    Ah nao, nao me fala de final triste, não gosto quando isso acontece.

    Adorei sua resenha!!

    Beijos*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nossa a resenha me pegou e toda essa empolgação me encantou muito, quero ler esse livro o mais breve possível, assim que der eu compro com certeza!

    ResponderExcluir
  8. parece ser um livro lindo mesmo... e acho que o final não deveria ser diferente disso não!
    a unica coisa que não gosto nele é a capa! para mim, ela não transmite tudo o que o livro é.... acho que deveria ser mais bonita :P

    ResponderExcluir
  9. Puts, mais um livro com o final arrebatador! Estava louca para lê-lo, agora estou mais ainda!

    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí.

    ResponderExcluir
  10. Oi Luara, eu já tive ressaca literária e sei bem como é, mais não sei se passei tanto tempo como vc...
    Fiquei encantada com a mensagem que vc deixou no final da resenha, e pelo visto o final foi de cortar o coração..
    Deve ser um livro muito intenso..
    No momento não leria, mais quem sabe num futuro próximo..

    Tem resenha nova no Daily
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Não gosto de ler livros *tristes*, mas tenho curiosidade de saber mais sobre o enredo desse livro, então no futuro eu pretendo lê-lo.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa não conhecia esse livro, mas parece ser ótimo! Provavelmente choraria muito, mas a leitura valeria a pena. Acabou de entrar na lista de preciso ler urgentemente! *-*
    Adorei a resenha!

    Beeeijos
    http://literarioecultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Luara,
    Nossa, se o livro te emocionou, estou indo direto colocar esses livros no desejados (na minha tabela do excel, porque não tenho coragem de colocar todos os livros que quero no skoob,rs).
    Fiquei com vontade de pegar esse livro agora, nem que me desse uma ressaca, porque saberia que valia a pena. Ótima resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi Luara,

    É exatamente por isso que estou enrolando para comprar Adeus, por enquanto. Sei que irei chorar e ficar do mesmo modo que você ficou ao terminar o livro. Não vejo mal em reagir assim, mas não acho que seja o momento certo para eu lê-lo, apesar de estar louca para que isso aconteça. Rs.
    Ótima resenha! Me deixou ainda mais animada em ler.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Se o mundo de Sam não sai de sua cabeça, esse é realmente um livro marcante. adorei a resenha! e me animou para ler.

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  16. Fico ultra mega feliz que você tenha gostado tanto do livro, Luara!
    Eu ganhei esse livro e vi umas resenhas tão mais ou menos!
    Quero me emocionar da mesma maneira que você, adorei a sinopse desse livro, me chamou muito. Só espero não chorar ehhe
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Lindo o seu blog, amei aqui! Estou cheia de raiva pelo skoob ter sumido com a minha cortesia que era esse livro e você ter gostado só me deixa ainda mais com vontade de ler! Beijos, Rê.

    leituradeumageek.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Luara, eu gostei muito da sua resenha, me deixou com vontade de ler, porque eu amo livros que emocionam, tenho certeza que eu vou chorar muito quando estiver lendo esse livro (': Como você eu costumo ter essas ressacas, as vezes duram até um mês O-O isso não é saudável pra minha enorme lista de leitura, mas né, oque posso fazer? kkkkkkk ótima resenha mesmo, adorei!

    Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
    Desde já obrigada!

    Fallen In Me
    - MicaScarcella

    ResponderExcluir
  19. Oi Luara!

    Adorei a sua resenha, na moral... esse livros parece ser muito bacana e eu fiquei com bastante vontade de ler ele! '-'

    A Estória parece ser bem tocante e emocionante, livros assim me instigam! :D Adorei sua resenha².

    Um Beijo,
    http://apanhadordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. To com uma vontade imensa de ler esse livro *-*.

    sonholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. quero ler, urgente! ♥

    me ajuda, quero ganhar um concurso, vota e mim por favor, e ainda divulgo seu blog, beijo*-* http://des-conversando.blogspot.com.br/2013/06/preciso-da-ajuda-de-voces-por-favor.html

    ResponderExcluir
  22. Oie, faz poucos dias que conheci esse livro em outro blog. Ele parece ser interessante, mas fiquei na dúvida se leria.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi Luara!

    Suas resenhas sempre são ótimas. Não tinha lido nenhuma resenha desse livro fiquei na vontade agora. Vou colocar na minha lista de desejados do Skoob ;D

    Beijos

    Cintia
    The Nice Age Blog
    www.theniceage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Já faz algum tempo que estou querendo ler esse livro,
    mas infelizmente ainda não tive a oportunidade de compra-lo,
    acredito que vou gostar bastante da estória.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Eu não conhecia esse livro, e...OMG se ele mexeu tanto com você a ponto de te colocar numa ressaca literária claro que foi pra lista.
    Acho que vou gostar muito, a trama que descreveu tão bem em sua resenha chamou minha atenção.
    Deve ser uma linda história.
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  26. Parece ser um livro bem legal e interessante, ainda não tinha ouvido falar dele.
    Vou ver se leio mais para sempre, gosto dessas estórias onde o amor supera tudo.
    E espero que se recupere da ressaca :)
    Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.co

    ResponderExcluir
  27. Uau, que resenha ein?
    Eu nunca nem tinha ouvido falar desse livro mas agora ele já está até na minha wishlist, parece ser maravilhoso!

    Beijos, Bianca
    http://behindenemyline8.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Boa noite Luara,

    Não conhecia o livro e achei bem interessante a sinopse e a capa é muito bonita...sua resenha me deixou com vontade de ler...parabéns...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Oi Luara, tudo bom?
    Me apaixonei por esse livro no momento que assisti ao book trailler.
    Achei tão tocante, e olha que book trailler é sempre bem raso!
    Ainda não pude comprar, mas já está entre os que eu mais quero!
    Resenha maravilhosa, a gente percebe o quanto o livro foi importante para você!
    Tem promoção e post novo
    Beijos
    Endless Poem

    ResponderExcluir
  30. Oi!!
    Achoq ue se eu ler este livro inundaria a cara kkkkk
    A capa é muito linda neh, me apaixonei por ela =D
    Amiga fiz um novo blog vim te convidar pra conhecer ^^

    http://falaurupes.blogspot.com.br/2013/06/promocao-que-diacho-e-fala-urupes.html

    Bjosss

    ResponderExcluir
  31. Que resenha emotiva, Luara! Adoro textos assim, que praticamente te coagem a ler o livro! Eu morro de medo da morte, e também nem sei por quê. Afinal, é algo tão natural, certo? Estou ansioso para ver esse assuntos abordados à forma da Laurie!
    Beijo,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  32. Provavelmente eu começaria a leitura do mesmo modo que você, não dando nada, nem ligando para as estórias paralelas, mas também me envolveria depois. Adorei a resenha, pude perceber que tenho uma opinião muito parecida com a sua.

    Clicando Livros

    ResponderExcluir
  33. Nossa, acho que já tinha visto a capa do livro por algum lugar mas nem tinha me interessado muito, até agora. Fiquei com muita vontade de ler porque achei a ideia sensacional. Parece ser ótimo e apesar de tudo, ressacas literárias significam que o livro foi bom hehe

    http://compulsivebookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Oiee Luu
    Caracas, como esse livro foi froide com você, ficou na tua mente e tal! E que tema tão complexo e ao mesmo tempo nem tanto, afinal do jeito que a tecnologia anda hoje em dia nada me espanta.
    Quero sentir 1|3 da tua emoção quando estiver lendo.
    beliscões

    ResponderExcluir
  35. Segunda resenha que leio do livro :) Não via nada de mais nele, mas devido ao fato dele ter te tocado tanto Luara fiquei imensamente curiosa para ler. A morte é sempre um tema que desperta interesse.
    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  36. Oi Lu! Fiquei bem impressionada com este livro, a ideia do Repose é absurda, mas quando paramos para pensar, vemos que pode ser possível sim, dado tido que a cada dia deixamos espalhados pela net. Achei bem cruel certa decisão da autora, Meredith não merecia. Gostei muito mesmo.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  37. Esse livro é muuuito bom, fechei o livro do mesmo jeito que você, chorando horrores. O livro nos envolve de uma maneira impressionante, não é?

    Beijitos

    ResponderExcluir
  38. Ai paaaaai, me convenceu a botar esse livro na pilha! Eu AMO livros emocionantes, que me comovam e me façam chorar, me tocam lá no fundo da alma! É ótimo e lindo quando a gente não dá nada para um livro e ele surpreende né, pesa em nós, e o tema também, bem original, outra coisa que preso bastante!

    Bjo! :D

    Garota das Letras - http://garotadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  39. Oieeee. Então, eu não gostei muito do livro. Mas fico feliz que alguém goste dele ♥
    Não foi um livro que me convenceu, achei ele chato pra caramba e quando tava ficando bom parece que a coisa ficou morna outra vez.
    :(

    Beijinhos ♥

    http://www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. Eu pensava que esse livro tinha um ar mais auto ajuda e fosse mais reflexivo e tal, mas sua resenha me esclareceu isso e fiquei mais empolgada. Acho que é por causa do titulo. A capa é simples, mas bonita.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  41. Sabe Lu, a ideia desse livro me encantou, e muito. Quando alguém é arrancado de sua vida, sem um abraço de despedida, você fica assim, procurando meios de conversar, de saber certas coisas que não soube quando a tinha por perto, com saudade, com dor no coração... Esse livro faço questão de comprar. Ele me tocou, através das resenhas e por sua essência.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  42. Acho q esse é um livro q prende você até o fim msm q no início você já preveja o final, espero q não seja tipo um "A culpa é das estrela" pq senão eu vou ficar desidratada de tanto chorar!
    A sinopse diz tipo: 'Leia, o livro é perfeito!'

    ResponderExcluir