29/01/2014

Resenha: Em casa para o Natal

Título: Em casa para o Natal
Autora: Cally Taylor
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 350
Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”. Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo.
Com Em Casa Para o Natal, Cally Taylor brinda o leitor com uma deliciosa comédia romântica que tem como pano de fundo o espetacular universo do cinema e os tempos festivos do Natal.


Em casa para o Natal é um daqueles livros que cai bem a qualquer hora. Eu estava com uma ressaca literária daquelas, e, assim que esse livro chegou, soube que seria a leitura ideal para aquele momento, afinal, ele tem um enredo despretensioso, que tem como único objetivo entreter e fazer com que o leitor dê algumas risadas. Foi exatamente isso que aconteceu: Cally Taylor conseguiu criar uma história tão gostosa que o livro me prendeu e, quando dei por mim, já tinha terminado o livro em apenas um dia e ainda queria mais.

Beth trabalha há seis anos no Picturebox, um cinema bem antigo que hoje em dia já não gera muito lucro. Sua vida amorosa nunca foi a melhor de todas, mas agora ela está determinada a dizer o tão temido “eu te amo” para Aiden, seu atual namorado. Ela só não contava que tudo ia dar errado quando ela menos esperava. Como se não pudesse ficar pior, o Picturebox está prestes a ser vendido para a Apollo, uma das maiores companhias cinematográficas do país. É assim que ela conhece Matt, que, apesar de ser a pessoa que está se oferecendo para praticamente tirar o emprego de Beth, é simplesmente encantador.

Eu estava com vinte e quatro anos, e ninguém jamais dissera que me amava. Já tinham me dito coisas do tipo “Eu gosto muito de você”, “Eu me preocupo com você” e “Você é muito importante para mim”, mas ninguém, nem um único homem, jamais me dissera as três palavrinhas mágicas. As pessoas pelo mundo afora se apaixonavam e compartilhavam seus sentimentos seus sentimentos. O que havia de errado comigo? – Beth, p. 9
Sabem aquela história da garota que procura desesperadamente pelo cara ideal, acaba achando que ele nunca vai aparecer e no final das contas acha o amor da maneira mais improvável possível? Um pouco clichê, não é mesmo? Mas é exatamente nisso que o enredo de Em casa para o Natal se fundamenta. Apesar de já de já termos visto essa mesma história várias vezes, em livros, filmes ou séries, ela sempre conquista, pois afinal, quem não torce para que um romance dê certo? Cally Taylor conseguiu, com sua narrativa fluida e suas tiradas cômicas, fazer com que seu romance fosse uma excelente leitura.

Para fazer com que seu livro fosse diferenciado, ela colocou narrativas em primeira pessoa alternadas entre seus protagonistas. Não sei quanto a vocês, mas eu simplesmente adoro quando os autores fazem isso porque não ficamos presos a somente uma forma de ver as coisas no enredo, pois as duas partes da história ficam totalmente explícitas. No caso de Beth e Matt, cada um tinha seus problemas até que seus caminhos se cruzaram por algo inevitável e, com essas narrativas alternadas, autora conseguiu construir um passado para os personagens para explicar o que acontece com cada um agora. Isso fez com que a relação do leitor com eles fosse mais próxima e a empatia fosse crescente ao longo do livro.

As características de cada personagem só ajudam para isso. Beth é uma mulher de vinte e quatro anos que está tentando se encontrar no amor. É claro que isso só é agravado pelo fato de ela ser sonhadora e amar comédias românticas. Mas ela é extremamente insegura, o que garantiu cenas extremamente cômicas na história. Acontecia cada coisa que eu tinha que parar de ler para poder rir. Enquanto o Matt, um cara que parece ser financeira e emocionalmente estável, é um cara com medo de ter grandes sentimentos por outras pessoas. Ou seja, essa mistura só faz com que o livro fique mais delicioso ainda de ser lido.

No dia seguinte, eu ainda sentia como se tivesse levado um soco na boca do estômago. Não conseguia esquecer o que Jules tinha dito sobre eu sempre fugir dos problemas. Era o que minha mãe havia feito, e eu nunca conseguira perdoá-la por isso. Eu não era assim, de jeito nenhum.
Ou era? – Matt, p. 106
Mas o livro é focado só no romance. A relação deles com a família e com os amigos é muito importante para a construção do enredo e Cally Taylor mostrou muita sensibilidade ao descrever situações delicadas, como quando sofremos muita pressão familiar e até mesmo ao falar da morte em si. Adotar isso no enredo só fez com que a leitura fosse ainda mais prazerosa, porque coloca o leitor dentro do livro e o faz questionar sobre o que ele faria se passasse por aquela mesma situação.

Em casa para o Natal garantiu seu espaço como livro encantador. O enredo criado por Cally Taylor juntamente com sua narrativa fluida fizeram com que eu me sentisse confortável ao longo de toda a leitura e me apaixonasse pela história de Beth e Matt. É exatamente por causa disso que já coloquei o outro romance da autora, O céu vai ter que esperar, entre os meus desejados. Se você é apaixonado por um bom romance com altas doses de humor, é um livro que você precisa ler imediatamente. Altamente recomendando!

39 comentários:

  1. Nhawn, que fofura de resenha! Quando tu falou desse livro na caixa de correio já quis ler, agora então tô curiosíssima *-*
    Tu construiu a resenha de forma bem interessante, mas sem contar muito da história, amei.

    Tô querendo, tô desejando, quero pra ontem :D
    Beijos Lu ;*
    @pirulitolimao | http://agarotadalivrariia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que linda sua resenha! Adoro esse tipo de livro despretensioso, que lemos geralmente rápido e de forma gostosa.
    Não conhecia, mas gostei demais!
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  3. Que resenha mais fofa, Lu! <3
    Eu estou bem curiosa para fazer a leitura desse livro desde que bati meus olhos nele. Sei que capa não é tudo, mas que uma capa bonita chama atenção, ah isso chama. E foi o que primeiro me encantou.
    Depois que li a sinopse e procurei resenhas sobre ele, só me encantei mais e mais. A história parece ser encantadora, impossível não ter vontade de ler.
    Beijos
    http://www.coisasdemeninas.blog.br/

    ResponderExcluir
  4. Amo romances com tiradas cômicas e essa narrativa em primeira pessoa intercalada também me conquista. Gostei de saber sobre a autora e esse seu livro, me interessei muito >< E sua resenha, como sempre, só contribui pro interesse aumentar, por ser tão bem escrita <3

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro
    Mas parece ter uma historia encantadora

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ah, romances assim simplesmente tem um lugar só para eles no meu coração. Eles conseguem ser fofos e ao mesmo tempo encantadores, engraçados e tudo em um conjunto só. Eu realmente leria esse livro porque é bem interessante e eu nem ao menos conhecia a autora. Já o quero para mim *-* rs

    Beijos,
    Larissa♥

    - Vitamina de Pimenta -

    ResponderExcluir
  7. Luara, tinha visto esse livro pessoalmente, mas não cheguei a ler a sinopse e até então nenhuma resenha. Confesso que o que você disse me surpreendeu! Daria sim uma chance pra ele <3

    Beijos,
    Caroline, do http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. estou muito curiosa para ler este livro! e adoro ler livros com temas natalinos, mesmo não sendo época :P
    gosto também de clichê, e este parece ser mesmo.. hahaha

    ResponderExcluir
  9. É muito bom de vez em quando ler um romance assim, simples, meio clicherizado, mas que nos prende no início ao fim. A história me lembrou um pouquinho do filme "Mensagem Para Você", que eu amo!

    Beijos
    http://aquelaborralheira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse é um daqueles livros que parece que eu vou adorar e por alguma razão nunca leio, rs. Sempre fica pra depois, sabe?!

    Mas esse nome, ainda falou de O Céu pode Esperar, parece que eu conheço, tem filme dele? Pelo que vc explicou da história, não me lembrou nenhum, mas o nome é muito familiar...

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Luara!
    Nossa, estou precisando de um livro assim...
    Só ando lendo livros mais "pesados" (ou dramáticos demais ou com muita história, digamos) ultimamente, preciso mudar isso, hehe.
    Pensando seriamente em comprar algum chick-lit na próxima oportunidade...

    Um beijão!
    http://obsessivejerk.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Lendo a resenha cheguei a conclusão que o livro é para um desses finais de semana.. para passar o tempo tudo mais, história gostosinha mas sem grandes novidades.
    Essas coisas até me atraem sabe...

    Beijinhos.
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Own *-* Não conhecia o livro mas já entrou para a minha lista de desejados! Adoro esse estilo de narrativa em primeira pessoa e ao ler sua resenha já fiquei curiosa em como ela vai seguir, pois adoro romances. Vi também que esse livro é daqueles estilos que nos prendem e não conseguimos sair até que esteja escrito Fim na última página :D
    Beijinhos
    T.P
    4 You Books

    ResponderExcluir
  14. Bem diferente do que eu normalmente leio, e parando pra pensar nunca li nenhum livro referente ao natal o/ quem sabe esse não seja o primeiro.
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Esse livro parece ser ótimo!
    Adoro o natal, acho uma época linda, mas até hoje não li uma história que aconteça nessa época. Já li várias resenhas sobre ele, e a maioria, para não dizer todas, são positivas. Sua resenha só me fez ficar com mais vontade de lê-lo, e espero fazer isso em breve.
    Beijos!

    http://temponaoperdido.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  16. O Natal é a melhor época do ano, não há como se apaixonar!
    Este é o segundo livro que vejo sobre essa grande época, adorooo, hehe.
    Beijos!
    Vini - Um Jovem Leitor/

    ResponderExcluir
  17. Ahhh eu amo Natal! descobri esse livro um pouco atrasada demais na época, mas quero poder comprar para ler no Natal desse ano =D O livro deve ser mesmo encantador! Sem contar que eu adoro quando as narrativas são intercaladas

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  18. Fiquei com vontade! Adoro esse tipo de história. É claro que a gente sempre sabe o final, mas isso não me impede de ler com um sorriso no rosto haha

    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Owww Luu;)
    Já estava conquista ao ler que é um livro para qualquer hora *.*
    Você sempre me apresenta novos e ótimos livros, estou curiosa desde já!
    Beliscões da Máh♥
    Cantinho da Máh

    ResponderExcluir
  20. Linda a sua resenha. Acho q vou gostr do livro

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Luara, adoro livros assim, e é muito bom mesmo depois de uma ressaca, eu no momento ando de vento em pouca com os livros, espero não perder esse pique. De qualquer forma já anotei a dica!!

    Beijos Mila
    Tem resenha nova no Daily ^^
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/2014/01/resenha-tigana-lamina-na-alma.html

    ResponderExcluir
  22. li muitas resenhas desse livro na época do natal
    adoro chic lit e espero em breve ler, pois ja é um desejado!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Ameeeeeeeei sua resenha! Esse é o tipo de livro que eu vou adorar ler, o enredo é fofo e eu amo esse tema. *-*
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Confesso que não acho clichê, a história em que a menina para de procurar, e o amor encontra ela, na verdade, isso aconteceu comigo, e ele é o amor da minha vida!
    Gostei muito sobre o que você disse sobre o livro e a história em sí, logo no segundo parágrafo, já parei e coloquei ele no meu Skoob, e quero ter logo a oportunidade para ler. Vou voltar para contar o que achei do livro!
    Quando li sua resenha, achei engraçado o título, mas somos meros leitores, e quando lemos, entendemos a jogada da capa e história.
    Adorei muito mesmo.

    Beijos, linda!
    Percepções Blog

    ResponderExcluir
  25. Eu já tinha visto resenhas desse livro, mais nunca tinha parado para ler. Adorei a sua e me deixou mega curiosa com esse livro, a historia parece ser leve e muito gostosa de se ler, do jeito que eu gosto para ler em um dia. Já acrescentei ele em uma lista que tenho no pc.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Ouvi falar muito bem desse livro, e confesso que fiquei bem curiosa.
    Eu não conhecia, até uma amiga blogueira me dizer que deu altas risadas.
    Nada melhor do que sair de uma ressaca literária, rindo muito!
    Quero ler! :)
    Resenha #131 - Enfeitiçadas - As Crônicas das Irmãs Bruxas - Livro 01 - Jessica Spotswood.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  27. Esse parece ser um daqueles livros que a gente lê em apenas algumas horas, pois pela sua resenha ele é leve, com um romance lindo e leitura que flui tão bem que a gente não consegue largar, escolha perfeita para uma sair de uma ressaca literária. Com certeza vou ler "Em Casa para o Natal"!
    Beijos :)
    http://trechos-e-textos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi Luara, ainda não li nada desta autora, mas sua resenha está tão cativante que fiquei com muita vontade de ler.
    Já está na minha lista de desejados no Skoob e logo que possível irei comprar.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oii, tudo bom?
    Esse livro não teria me chamado muita atenção porque não gosto de coisas com tema de Natal, sei lá porque hahaha Mas sua resenha me deixou morrendo de vontade porque ADORO livros desse estilo. É exatamente o que você disse, esse enredo é clichê, sim, mas não consigo deixar de adorar e torcer para tudo dar certo. E se a autora consegue ter algumas tiradas de humor, melhor ainda!
    Já anotei o nome e vou comprar assim que conseguir! haha

    Beijoss
    Thaís - Instinto de Leitura

    ResponderExcluir
  30. Oie Lu =)

    Esse é um daqueles livros que só de olhar para capa vc já percebe que é fofo *---*
    Pela sua resenha percebi que ele é um livro encantador e que com certeza vou adorar a leitura <3

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  31. Também adoro esse tipo de narrativa. Eu diria que são ainda melhores do que livros em terceira pessoa. Porque além de nos deixar informados sobre tudo que acontece, ainda nos deixa informados sobre o que se passa na cabeça dos personagens!
    Acho que por agora não leria... mas quem sabe quando eu também tiver que me curar de uma ressaca literária daquelas? *O*
    Beijinhos,
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  32. Até já tinha visto esse livro, mas não tinha prestado atenção. Gostei, parece ser bom mesmo sendo clichê. Anotei aqui para comprar.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  33. Oie Lu
    esse livro é uma delícia de bom. Eu também adoro narrações intercaladas, pois assim dá pra saber o que cada um pensa.
    Bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  34. Oi, Luara! Tudo bem? Assim que vi esse livro, ele foi parar na minha lista de desejados! Primeiro pela capa que é super fofa, segundo pela história que ele promete. Sei que não devo esperar algo de grande profundidade e é justamente por isso que quero ler "Em Casa Para o Natal" pois, de vez em quando, o que precisamos é de uma história assim, que seja boa o suficiente para nos tirar da ressaca literária! E um clichê bem escrito é sempre bom! Adorei a resenha! Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Olá Luara,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro e confesso que me empolgou, gostei da capa também, parabéns pela sua resenha.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  36. Confesso que esperava bem mais desse livro. Achei as situações cômicas mais forçadas que o normal, aí, para mim, perderam um pouco a graça.
    Fora imaturidade excessiva dos personagens (ambos os protagonistas). O Matt para um cara adulto parecia muito inocente e sempre caia nas maquinações da ex dele.
    Mas concordo com você que é um livro leve e dá pra entreter. Não que eu não tenha gostado, só que esperava mais. Acho que a Cally Taylor tem muito a aprender com a Sophie Kinsella ou a Sarah Mason. O tipo de humor delas é mais acentuado, descontraído e natural.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  37. Oi Luara eu estou louca pra ler esse livro, estou precisando de uma leitura assim. Já havia lido outra resenha bem positiva sobre ele e a sua só reforçou a minha vontade de lê-lo.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  38. Olá Luara!!
    Esse livro me pareceu um romance bem fofo, daqueles de curar qualquer ressaca, como você mesma disse, hehe. Achei bacana o fato da Beth encontrar um amor da forma mais improvável, apesar de parecer um livro bem previsível, mas ele deve ser bem leve e descontraído! aah também gostei da autora intercalar a narração entre os personagens, realmente isso ajuda muito na compreensão de cada personagem! ótima resenha! Beijos!

    http://meudiariojk.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Luara que livro mais fofo, adoro romances desse naipe, ainda mais depois de uma ressaca literária para variar!
    A capa é simples mas chama atenção!
    bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir