25/06/2014

Resenha: Desejos

Título: Desejos
Autora: Alexandra Buller
Editora: Galera Record
Páginas: 381
Para Olivia Larsen, nada poderia mudar o fato de que sua irmã gêmea, Violet, se foi. Até que um misterioso vestido de festa é deixado à sua porta, e ele é capaz de lhe conceder um único desejo. A única coisa que Olivia quer é ter a irmã de volta. Agora, as garotas têm uma nova chance de viver tudo o que sempre sonharam. De quebra, descobrem que existem mais dois vestidos com o mesmo poder, ou seja, mais dois desejos novinhos em folha! Mas mágica não pode resolver tudo e Olivia precisa confrontar os fantasmas de seu passado para aprender a rir, amar e viver novamente.

Desejos foi um livro que me chamou atenção desde que a Galera Record anunciou a capa lá em janeiro (clique aqui veja o post no blog da editora). Sinceramente, tem como não achar essa capa bonita? É claro que eu fui procurar a sinopse e logo fiquei curiosa. Desde então, fiquei esperando por esse lançamento, já que ele tinha basicamente tudo o que um livro adolescente precisa para me conquistar: um romance, desenvolvimento pessoal e a magia dos contos de fadas. Como ele foi lançado justamente enquanto eu estava em uma fase de livros despretensiosos, ele foi uma grande surpresa e já se tornou um dos meus queridinhos.

Algumas garotas são viciadas em fazer desejos. Você conhece o tipo. Esqueça estrelas cadentes e moedas jogadas num chafariz: Essas garotas ficam olhando um relógio digital pela maior parte de suas manhãs, esperando dar 11:11. E quando a hora chega, geralmente elas desejam uma coisa que, bem, não vale muito a pena desejar. Uma companhia para o baile. Uma nota alta. Uma herança inesperada, pelo menos grande o suficiente para comprar aquela calça jeans que todo mundo tem. Não são essas garotas que procuro. Eu procuro por aquelas que sabem o quanto vale um desejo. p. 7
Já li os mais diversos livros direcionados para o público juvenil. Para falar a verdade, eles são minha escapatória quando nenhum livro está me agradando e estou prestes a entrar na temida ressaca literária. Quando me deparei com Desejos, minha expectativa era de que ele fosse mais um desses livros relaxantes, e de certa forma ele foi. Porém a grande diferença dele é que todas as páginas estão repletas de magia. Mesmo que você não faça parte do público ao qual ele está direcionado, as possibilidades de que ele seja uma ótima leitura aumentam por causa disso, afinal, quem nunca sonhou em poder realizar alguns desejos?

Quando isso é acompanhado pela humanização dos personagens, fica ainda melhor. Olivia, nossa protagonista, está passando por uma fase péssima após a perda de sua irmã e a autora conseguiu trabalhar bem em cima disso, inclusive trabalhando na perda da estrutura familiar. A empatia com o leitor a respeito do sofrimento dela é crescente e, apesar de ter sentido certo exagero na autocomiseração da protagonista fiquei feliz ao ver o desenvolvimento de Olivia ao longo do enredo. Não sei quanto a vocês, mas ver essa evolução em algum personagem faz que com que as histórias tenham um objetivo e isso vale a pena todo o tempo investido na leitura. Mas quem realmente me chamou atenção foi a Violet – a irmã fantasma. Ela é o oposto de Olivia e é ela quem traz um pouco de cor para o enredo.


É claro que o romance não poderia ficar de lado. A autora investiu em um romance bem contos de fadas e, para quem adora aquela história de príncipe encantado, é um prato cheio. Porém, em algumas partes este romance pareceu forçado demais e isso foi reforçado pelo fato de eu não ter simpatizado com Soren, o dito cujo. Assim como esta parte, a grande antagonista, Calla, poderia ter sido melhor apresentada, já que a grandiosidade dos outros fatos que acontecem na trama faz com que ela fique ofuscada e o pior, praticamente irrelevante para o enredo.

Não era para ser assim, pensou. Violet nunca teria deixado isso acontecer. Eu quero a minha irmã. Eu quero a minha irmã. Eu quero a minha irmã. (...) Aconteceu tão rápido que mais tarde ela se perguntou se estava alucinando. Mas assim que abriu os olhos, um vento forte e vigoroso passou pela janela aberta, carregando junto o que parecia, à primeira vista, um vaga-lume. (...) Era tão pequeno quanto, tão brilhante quanto, mas suas asas eram largas e grandes e tinham espirais em prateado e dourado. Era uma borboleta. p. 70/71
Salvo algumas partes que poderiam ter sido melhor trabalhadas, Desejos cumpre sua premissa de ser um livro juvenil, bem descompromissado. Apesar de não ter grandes surpresas ao longo do enredo, é aquele clichê gostosinho que agrada em qualquer momento, mesmo se você for parte do público alvo. Se você está procurando um livro nesse estilo, vá em frente. É uma excelente dica! J

Observação: Desejos tem uma continuação, chamada Wishful Thinking (ainda não publicado Brasil). Para mim é totalmente desnecessária, já que o final é bem fechadinho. Então não se preocupem se vocês estiverem fugindo de séries, ok? 

8 comentários:

  1. Tô namorando esse livro faz um tempão!!
    super beijo
    Mania de Bruna
    @ManiaDeBruna

    ResponderExcluir
  2. Oi Luara

    Li uma resenha sobre esse livro há um tempo e não era nada empolgante. Apesar de achar a capa uma graça, deixei passar. Agora lendo sua resenha, apesar de não ter ficado super empolgado, acho que vale a pena pensar duas vezes se tiver a chance de ler, ao invés de dizer um não logo de cara.

    Beijos
    http://mundo-de-papel1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luara!
    Estou procurando livros exatamente assim, sério. Meu emocional não se encontra num dos melhores estados pra ficar lendo dramas HAHAHA Me interessei pelo livro e a capa é fofa, sim!

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. ah, fiquei triste quando vi você falando da continuação, mas feliz em saber que ele termina sem ter necessidade de ler ele... hehe
    estou curiosa desde que vi a sinopse dele pela primeira vez também. a história parece ser ótima, e a capa dele é linda demais né! *-*
    estou curiosa para ler :D

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lu!
    Quando estou numa fase "abusada" com os livros, sempre pego os infantos-juvenis para ver se passa. É o que está acontecendo agora. A capa de DESEJOS é muito linda e parece ter uma premissa bem legal, apesar de não ter nada de extraordinário. Como diria, um bom livro para as férias <3

    Beijo,
    Italo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Luara.
    Realmente, a capa dele é linda!
    Como você gosto de ler alguns livros juvenis, geralmente eles são uma válvula de escape muito boa.
    Apesar de parecer clichê, iria ler, com certeza.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog

    ResponderExcluir
  7. Oii. Eu nunca ouvi falar no livro até agora, e gostei muito, parece ser bem interessante, adorei a sua resenha, acho que o livro faz o meu tipo de leitura.Beijos.
    Minha Doce Estante

    ResponderExcluir
  8. Eu AMO livros pra adolescentes, porque eles são os que mais me fazem ler sem preocupação ou obrigação e, de repente, a leitura acaba e você SEMPRE quer mais! Eu me apaixonei pela capa, tão linda! (sim, sou do tipo que compro pela capa haha). Não sei se vou comprar (já tenho tantos na fila), porque essa coisa de contos de fadas não é muito comigo.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir