26/07/2014

Resenha: Todos os meus amigos são super heróis

Título: Todos os meus amigos são super heróis
Autor: Andrew Kaufman
Editora: Leya
Páginas: 176
Existem aproximadamente 249 super-heróis na cidade de Toronto. Tom não é um super-herói, mas conhece vários. Tom casou-se com uma super-heroína, A Perfeccionista, cujo poder é tornar tudo perfeito. No dia do casamento, Hipno, supervilão e ex-namorado de Perfeccionista, hipnotizou-a: Tom ficou invisível, mas somente aos olhos dela. Depois de dois meses sem notar o marido, a Perfeccionista está prestes a pegar um avião para recomeçar a vida em Vancouver. É a partir de uma bela história de amor que Todos os Meus Amigos São Super-Heróis constrói um universo onde amizade, romance, profissões e cotidianos muito parecidos com os nossos ganham uma fina pátina de superpoder - ou mostra que superpoderes são apenas uma questão de ponto de vista. Tom está desesperado para que sua amada Perfeccionista volte a enxergá-lo e amá-lo. Como resolver isto sendo o único ser humano sem poderes nessa história?


Sabem quando você lê a sinopse, espera algo e quando você lê o tal livro, acaba sendo totalmente diferente daquilo que você esperava? Pois então, é nessa categoria que Todos os meus amigos são super heróis se enquadra. Quando comecei a leitura da obra de Andrew Kaufman tinha grandes expectativas, porém nem todas foram atendidas. Isso poderia ter frustrado toda a minha leitura, porém outros aspectos dentro da obra foram destacados, o que fez com que o livro se tornasse muito instigante.

Tom é o único que não tem poderes dentro de seu grupo de amigos. Ele é casado com a Perfeccionista, cujo poder é deixar tudo perfeito, seja o que for. Porém, no dia do seu casamento, o ex-namorado dela, Hipno, a hipnotizou para que Tom se tornasse invisível para ela. É a partir desse momento que ele faz de tudo para fazer que ela o enxergue e volte a amá-lo novamente.

- Eu não quero nenhum desses.
- Que tipo você quer?
- Eu quero do tipo que eu tinha com o Tom.
- E que tipo era?
- Era amor de verdade - disse a Perfeccionista. p. 80/81
A grande verdade é que o enredo em si de Todos os meus amigos são super heróis não me ganhou. Se eu fosse analisar por um aspecto somente de como a história se desenvolve, provavelmente essa seria mais uma resenha negativa. A trajetória de Tom ao tentar reconquistar sua amada é fluida e você fica na torcida para que no final das contas tudo dê certo, porém Tom não é um personagem comovente – para falar a verdade, eu não senti o mínimo de empatia por ele, e a quantidade reduzida de páginas só acentuou isso.

Porém, a grandiosidade do livro se encontra na crítica social que Andrew Kaufman faz com que os leitores confrontem. Características humanas são exaltadas e se tornam os super poderes dos nossos personagens, o que faz com que o leitor se identifique e veja que nem sempre é bom ter um super poder desses dentro de determinadas circunstâncias. O autor inclusive acrescentou várias listas de poderes de vários heróis que não aparecem na trama principal e o que os caracterizava. Só que algumas destas listas aparecem no meio do enredo e isso prejudicou sua continuidade – preferia que ele tivesse deixado tudo para colocar no glossário que vem ao fim.

Uma coisa eu não posso negar: a diagramação do livro é incrível. Vejam algumas fotos:


Todos os meus amigos são super heróis poderia ter sido melhor em relação ao enredo, afinal, o autor tinha tanto com o que trabalhar e acabou se perdendo no meio da crítica que ele tinha a intenção de fazer, o que fez com que os personagens em si não tivessem tanta relevância no final das contas e isso me decepcionou bastante. Porém, essa crítica social foi tão bem trabalhada que a outra parte ficou ofuscada. É um livro bem objetivo, que cumpre o que propõe e que é bem rapidinho de ler. <3 

16 comentários:

  1. Concordo plenamente. A descrição dos personagens no meio do livro me incomodou um pouco e pensei que eu gostaria bastante do livro, já que falava sobre heróis. Mas é uma historia totalmente diferente do que imaginei, mas a reflexão que ele passa é boa, mas o livro poderia ser melhor!
    Um beijo Cores de Dezembro

    ResponderExcluir
  2. Sério que o livro não tem muito a ver com a sinopse? Porque eu a li e me exaltei: "Que premissa perfeita, preciso ler!!", e agora que li a resenha, minha bola foi furada. Mas então, eu ainda gosto da ideia e as fotos me deixaram muito curiosa, amo livros ilustrados, se eu tiver oportunidade, não vou deixar de lê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. A capa, sinopse e diagramação me conquistaram, quero muito ler, mesmo você mostrando alguns aspectos negativos. Se é uma leitura rapidinha acho que vale a pena a leitura. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu,

    Acho que mesmo o livro, deixando a desejar, parece ser uma boa leitura. Aquele tipo de livro que apesar, dos pesares tem algo bom que da pra absorver da historia. Não gostei muito da capa, a diagramação é incrível. Particularmente acho que a Editora Leya sempre arrasa nas diagramações.

    Beijos!

    Cintia
    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. a unica coisa que me atraiu no livro foi a diagramação! ;x
    não me senti curiosa pela trama não... e admito que essa coisa de super heróis já me encheu o saco ;x

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Quando li a sinopse imaginei "CARACA que história original e bacana", mas depois ao ler sua resenha dei uma desanimada :~
    Quando o personagem não cativa a gente é realmente difícil de prosseguir com a leitura - estou passando por isso com o livro que leio atualmente.

    Enfim, a diagramação é mesmo um show a parte!
    Beijos,

    http://poesiadestilada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei a sinopse e adorei que o livro é fininho. Fiquei louca pra ler agora, como proceder? Acho que vou comprar o e-book, adorei a diagramação mas não faço muita questão de te-lo na estante.
    Beijos!!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Aahhh tá ai um livro que eu não leria!Eu não gosto muito de livros que o autor se perde,acaba fazendo do livro um saco hehehe mas essa diagramação ficou incrivel neh? Adorei a resenha Luara,simples,porém sincera acima de tudo!
    Beijos Pão de Queijo!
    http://fomevontadeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, boa noite ^-^
    Achei a premissa do livro interessante; pena que não foi o esperado :(
    Mas vejo que valeu a pena no fim das contas. Talvez num futuro (não muito distante ^^') eu leia.
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos e boa semana :)
    Isabelle
    Attraverso le Pagine - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse livro tem uma premissa bem interessante, pena que não foi tanto quanto você esperou né? Eu sempre curto essas histórias de super-heróis, poderes e por aí vai. Acho uma diversão e tanto. Essa diagramação ficou digna, a capa também, simples e muito bonita. Aliás, achei super interessante ele abordar a crítica social, dá um brilho enorme ao livro.

    Italo.

    ResponderExcluir
  11. Olá Lu tudo bem?

    Adorei a ideia do autor! Se a obra tem super heróis já ganha pontos comigo! Mas para saber mais do enredo e como ele conduziu a historia só lendo mesmo e tirando minhas próprias conclusões. Vou dar uma procurada!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  12. Gosto bastante de filmes que contenham super heróis e ainda não li nenhum livro que tenha-os como personagens. Gostei bastante da resenha e achei o enredo do livro incrível. Pretendo procurar para ler. Ahh e a capa é ótima.

    ResponderExcluir
  13. Oii flor, então, esse livro não me chamou atenção não! Achei tão, não sei.. apagado? Não brilhou os olhos.
    Fico triste que você também não tenha gostado muito..
    Quem sabe quando a wish estiver menor, não leio só de curiosa? hehehe
    beijos! :)
    http://traduzindo-sonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu
    É realmente triste quando somos "enganados" pela sinopse. Confesso que como a grande maioria, fiquei animada com o enredo, mas depois da sua resenha, já entrei em estado de alerta. Caso algum dia resolva ler esse livro pode ter certeza que as minhas expectativas vão estar num nível bem baixo! haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, Lu!

    Esse eu já li, a diagramação é incrível mesmo! Também gostei muito da criatividade do autor em criar personagens tão originais e satíricos, hahaha. :')

    É uma pena que como a você, esse livro também não conseguiu me conquistar. Acontece, né?

    Beijão,

    Natalia Leal
    Páginas Encantadas
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Comecei a ler a resenha meio desanimada, não é o tipo de história que eu leia, mas até que gostei, acho que tem um romance bom ao longo do livro e gosto de livros que personagens são invisiveis!!! kkkkkkk

    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir