11/10/2014

Resenha: A Desconstrução de Mara Dyer, de Michelle Hodkin

Título: A Desconstrução de Mara Dyer
Autora: Michelle Hodkin
Editora: Galera Record
Páginas: 378
Um grupo de amigos... Uma tábua ouija... Um presságio de morte. Mara Dyer não estava interessada em mensagens do além, mas para não estragar a diversão da melhor amiga justo em seu aniversário ela decide embarcar na brincadeira. Apenas para receber um recado de sangue. Parecia uma simples piada de mau gosto... até que todos os presentes com exceção de Mara morrem no desabamento de um velho sanatório abandonado. O que o grupo estaria fazendo em um prédio condenado? A resposta parece estar perdida na mente pertubada de Mara. Mas depois de sobreviver à traumática experiência é natural que a menina se proteja com uma amnésia seletiva. Afinal, ela perdeu a melhor amiga, o namorado e a irmã do rapaz. Para ajudá-la a superar o trauma a família decide mudar para uma nova cidade, um novo começo. Todos estão empenhados em esquecer. E Mara só quer lembrar. Ainda mais com as alucinações - ou seriam premonições?


Se tem um livro que fez muito sucesso nos últimos tempos, esse livro é A Desconstrução de Mara Dyer. Qualquer pessoa que ficou um pouco ligada no twitter, blogs ou canais literários nos últimos meses, com certeza o viu sendo falado em algum lugar (e provavelmente viu alguns surtos de pessoas que amaram de paixão o livro). Bom, esse livro estava na minha lista de desejados desde o lançamento (essa capa é linda demais!), mas, além do preço nunca colaborar, tenho que admitir que sou um pouco medrosa e eu sabia que ia ficar impressionada com o enredo. Apesar disso realmente ter acontecido (ai, minhas noites de sono perdidas), esse livro me surpreendeu mais do que eu estava esperando.

Coloquei minha melhor máscara de adolescente entediada e a usei como um escudo conforme nos aproximamos do prédio. p. 29
Minhas expectativas estavam absurdamente altas. Não sabia exatamente qual gênero esperar: um terror? Um thriller psicológico? Um Young Adult? Michelle Hodkin reuniu tudo em um enredo só e o fez da melhor forma que ela poderia aplicar a esse livro: através de uma narrativa em primeira pessoa. Mara é extremamente instável e, ao seguir esse caminho, a autora conseguiu dar uma atmosfera angustiante ao enredo e foi isso que me ganhou. Mas a verdade é que isso não aconteceu logo de cara. O desenvolvimento do livro é lento e isso fez com o livro se tornasse denso e que eu desanimasse um pouco do enredo, mas, à medida que Hodkin vai revelando ao leitor as coisas intrínsecas a condição de Mara, mais eu me envolvia com o enredo. Por mais que eu ficasse aterrorizada ao não poder confiar em nenhum personagem (nem na própria protagonista), isso me fez ficar presa ao livro porque eu precisava saber o que estava por vir.

Como o livro é cheio de mistérios, o suspense é nossa companhia constante ao longo das páginas, afinal, nunca dá para saber o que está por vir. Hodkin investe em reviravoltas que surpreendem o leitor, o que torna a leitura ainda mais envolvente porque simplesmente não dá para ignorar a curiosidade em saber o motivo de tudo estar acontecendo. Para acentuar isso, a autora ainda trabalha com informações soltas, desconexas, o que caracteriza muito a narrativa pelo ponto de vista de Mara e faz com que o leitor se pergunte: o que eu faria se isso acontecesse comigo?


Mara não é uma protagonista confiável. Não podemos ter certeza que tudo que ela faz ou vê é real ou fruto de uma alucinação. A angústia e o medo que ela sente são passados para o leitor, afinal, nem ela confia em si mesma. Isso é genial, pois a autora não utiliza de elementos complexos para desenvolver sua narrativa, é tudo bem simples e objetivo. É essa característica faz com que o livro se destaque entre outros do gênero e que torna A Desconstrução de Mara Dyer tão especial.

É claro que não poderia faltar um romance na história, correto? Só que, até um pouco antes das páginas finais, ele não convenceu. Noah Shaw é o garoto que todas as meninas do colégio querem e adivinhem por quem ele vai se interessar? Isso mesmo, pela garota nova, o que causa a ira daquelas que o querem. O uso desses clichês fez com que o livro desse uma suavizada em todo aquele drama psicológico e não vou negar que fiquei um pouco aliviada por isso (uma coisa sobre a qual eu não teria pesadelos), mas eu esperava mais do desenvolvimento desse romance. Porém, nas últimas páginas, não teve outra: me rendi aos encantos de Noah e fico na expectativa para o que ainda vai acontecer.

- Você deveria dizer: "Só quero a sua felicidade. Farei o que for preciso, ainda que signifique ficar sem você".
- Sinto muito - falou Noah. - Simplesmente não sou uma pessoa tão boa assim. p. 349
Mas, nada se compara ao que aconteceu na última página desse livro. A autora deixa um cliffhanger tão grande que faz qualquer pessoa se descabelar de desespero para ler o segundo livro. Vocês não têm noção de como eu fiquei em uma relação de amor e ódio com a autora Michelle Hodkin por causa desse final. NÃO É POSSÍVEL! Se o livro todo já foi angustiante e surpreendente, o final é de deixar qualquer um sem palavras e ele compensa todos os defeitos que encontramos ao longo do livro. Por causa disso e dos fatores que citei ao longo da resenha, vale aquela dica: se você não leu A Desconstrução de Mara Dyer, o que você está esperando? Leia!

25 comentários:

  1. Oi Luara. Simplesmente adorei! Amo livros com suspense. Ainda mais quando envolvem todos esses pontos que você colocou. Quanto a essa quote do romance, deixou o personagem mais próximo da verdade, afinal nenhum humano é tão bom assim! kkkk :D :D Mais uma para a minha "pequena" listinha de indicações. kkkkk Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    que livro peeeerfeito *o* Adorei a resenha, ele parece ser daqueles livros ótimos que prende a gente :O
    Amei!

    Beijorejas

    Blog: http://cerejamutanteblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luara.
    A cada resenha que leio, tenho mais vontade de ler esse livro. Parece incrível! Adoro suspense e o tema loucura me atrai muito (coisa de psicóloga hehe). Adorei sua resenha. Vou ler sem dúvida. :)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Luara, tudo bem?
    TO PRECISANDO DESSE LIVRO PRA AGORA! Que resenha maravilhosa, menina! Você passou tudo tão bem, estou tentando imaginar como deve ler um livro tão cheio de suspenses e mistérios! Como você bem disse, eu não lembro de ter visto nenhuma crítica negativa sobre essa série, mas comprei livros faz pouco, então o orçamento tá foda, mas vou guardar dimdim e comprar na próxima!
    A capa é linda mesma, acho super diferente das usuais que vemos por aí e esse título também é super interessante. Fico imaginando como ele reflete a história.
    O único livro que lembro de ter lido em que o narrador não era confiável foi Garota Exemplar e simplesmente AMEI a experiência, então já é um ponto a mais!
    Geralmente, os livros que são lentinhos no começo guardam grandes surpresas e acontecimentos pro meio/fim, até porque o começo é o tempo do escritor estruturar e nos apresentar a estória. E esses autores são cruéis, sem coração mesmo, sempre fazendo finais de descabelar! Mas sorte que a continuação já é lançada hahaha
    Adorei a resenha, Luara!
    Beijão :D
    Debora.
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Logo que vi esse livro no Olhos de Ressaca fiquei com bastante vontade de lê-lo. Primeiro que a capa é maravilhosa, segundo que só vi comentários positivos sobre ele. Quero muito conhecer essa história, parece ser maravilhosa. O modo como a narrativa foi feita me despertou muita curiosidade. Preciso desse livro pra ontem! hahaha Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu!
    Ótima resenha!
    Nem me fale... esse povo só fala nesse livro! Preciso ler logo!

    Gabriel - umpapoentrepaginas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. OI LU! REALMENTE, Mara tá fazendo sucesso. Por isso que li ele há alguns meses. Eu achei a premissa bem bem bem doidona, e fiquei ainda mais curioso. Apesar de eu não ter AMADO, eu achei uma leitura bem válida. Gostei dos artifícios que ela colocou, e os personagens são super legais. E AQUELE FINAL? Sem palavras.

    PRECISO LER O SEGUNDO, só acho.

    Beijo,
    Italo.

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha Luara. Só ouço elogios a respeito deste livro e a sua crítica a respeito dele me deixou ainda mais instigada pela leitura. Beijo!


    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Já ouvi falarem muuito bem desse livro, mas ainda assim não tenho vontade de lê-lo *-* Mistério, suspense e coisas do tipo não são para mim...haha' Um livro angustiante assim não me cairia bem agora *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Luara, como vai?
    Adorei a resenha! Esse livro já está anotado na minha lista de futuras leituras.
    Parece diferente de qualquer outro que eu tenha lido. Seu post me lembrou da curiosidade que sinto sobre ele! :P
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. CACILDA, LUARA! Que resenha foi essa? Agora EU QUERO LER! Nossa, faz tempo que não leio nada do gênero, que me inquiete bastante e me deixe chocada. Se esse livro cumpre bem esse papel, JÁ QUERO LER. Vou procurar pra ler.
    Ótima dica, moça! Amei mesmo! Super empolgante a sua resenha.

    Um abraço.

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Oi laura, tudo bem contigo?
    A capa desse livro é linda e a sinopse é muito chamativa, a partir desses dois elementos já fiquei curioso e depois dessa sua resenha maravilhosa não tem como não clocar esse livro na listinha de próximos livros a serem comprados.
    Bem, fiquei surpreso por não ter visto sobre esse livro em nenhum lugar seu blog foi a primeira vez.

    Italo T.
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Desde que lançou esse livro que estou namorando ele, mas ainda não consegui comprar. Os elementos que o livro reúne é tudo o que gosto em um livro e ainda mais por saber que final é muito bom. Ainda vou ler com certeza. Parabéns pela ótima resenha.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Esse livro está faz tempo nos meus desejados também! Agora já sei que quando o ler é melhor ter a continuação também! rsrs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Luara!
    Eu também fiquei morrendo de vontade de ler esse livro quando foi lançado, mas acabei não comprando e a vontade passou.
    Pela sua resenha é o tipo de livro que eu curto ler, então agora a vontade de ler voltou!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  17. Acabei me decepcionando um pouco com esse livro, mas aquele final melhorou as coisas para mim... rs... Realmente foi uma ótima escolha a narrativa em primeira pessoa, e é mega angustiante acompanhar os pensamentos da Mara, mas isso deixa mesmo a gente super ansiosa para saber o fim da história. Li o segundo livro da série logo em seguida, porque o final desse realmente dá um mega desespero!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  18. Eu to muito ansioso pra ler esse livro, muito muito muito mesmo.

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu, tdo bom?
    Mano eu vejo que o povo ta meio incerto sobre o livro, uns falam suuuuper bem outros nem tanto, eu sinceramente não sei se leria, desde o começo nunca me chamou atenção, mas se caso aparecesse em minha frente eu leria na boa e adoraria ser surpreendida
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Luara! Tudo bem?

    Impossível não querer ler mesmo! Eu já li várias resenhas desse livro, e a sua não foi diferente. Todos adoraram e amaram o livro, e TODOS se surpreenderam com o final hahaha Adoro livros assim! Provavelmente eu leria numa tacada só.

    Beijocas
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Eu sempre me pergunto: o que estou esperando mesmo? kkkk De fato, nos últimos meses, todo mundo parece estar pirando por causa desse livro! Mesmo que você não queira o ler, é compelido a fazê-lo só por curiosidade e teimosia.
    Também sou um pouco "fraca" pra essas coisas de terror/suspense, acho que vou acabar tendo pesadelos que nem você kkkkk Na verdade, já é uma certeza que tenho.
    Você comentou como ponto negativo o desenvolvimento lento da história, mas, na minha opinião, acho que é necessário para construir a atmosfera do livro e para mostrar o trauma psicológico (que eu imagino que) a protagonista tenha sofrido. Então, acho que isso não vai me incomodar, ao menos.
    Ótima resenha!

    2surrealistas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. vi muitas resenhas positivas deste livro e acompanhei muita gente surtando por causa dele tanto no youtube quanto no twitter!
    estou morrendo de curiosidade para ler ele, mas como estou muito empolgada para ler, estou com medo de me decepcionar... :S
    pretendo ler ele, e pretendo ler em breve. tomara que o preço colabore também, porque, realmente, ele não está nada agradável =/

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem?
    Que maldade fazer essa resenha, rs. Estou louca por esse livro há séculos, mas ainda não consegui comprá-lo. Desde o lançamento ele me chamou atenção.
    Não gosto muito do fato de ser na primeira pessoa, mas dizem que o resto do livro compensa.
    O que mais me chama atenção é o fato de ter suspense. Eu AMO suspense! Já saber que tem terror embutido na história me desanima, pois sou muito medrosa. Mas que bom que tem romance no meio, para dar uma espairecida, rs.
    Assim que eu conseguir ler o livro, eu venho aqui te contar.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi, Luara! Tudo bem?
    Assim como você, li várias comentários sobre o livro que me deixaram extremamente curiosa, apesar do gênero não ser o meu favorito (tá, confesso que morro de medo disso também! hehe Já vi que vou perder minhas noites de sono). Ganhei "A Desconstrução de Mara Dyer" em uma promoção e até agora não tive tempo de conferi-lo, mas estou bem ansiosa pelo fato da personagem não ser uma narradora confiável, nunca li algo que me fizesse passar por essa experiência e imagino que esse toque a mais seja bem interessante de ser desenvolvido! Fiquei ainda mais curiosa com sua resenha e espero ler o livro logo! :) Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi flor,
    Gostei muito da sua resenha, devo estar em um mundo meio fora, pois não tinha ouvido falar desse livro não, ou deletei ele do meu sistema. Acho interessante a sinopse mas não seria um livro que eu leria, pelo tema abordado mesmo, acredito muito nessas coisas e tenho medo do que possa encontrar.
    Beiojs
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    oI,
    Adorei suas respostas e a TAG vou deixar as minhas ok?
    1°. Livro Drácula: Com certeza Jogos Vorazes, me prendi tanto a história que esqueci até de jantar.
    2°. Livro Fantasma: Vou citar aqui A Hora das Bruxas da Anne Rice, o final daquele livro é macabro até hoje quando lembro, talvez por estar lendo sozinha de madrugada me chocou muito.
    3°. Livro Lobisomem: Esse tenho alguns: Jogos Vorazes, que fiz praticamente umas 5 pessoas lerem, Fazendo meu Filme, nacional e super fofo, A seleção que simplesmente amei.
    4°. Livro Bruxa: Crepusculo, com certeza. Quando vi a cena do filme aquilo me chamou muita atenção e apartir disso o feitiço só aumentou pois virou uma das minhas séries queridinhas.
    5°. Livro Frankenstein: Marcada da PC CAST nem foi tanto pela capa mas sim pelo fato de estar cansada de histórias de vampiros, porém quando li mordi a lingua pois amei.
    6°. Livro Zombie: Aqui tenho alguns que me deixaram acordada até tarde ontem mesmo, acabei de ler Perdendo-me o qual não consegui desgrudar ate chegar a última folha.
    7°. Livro Gato Preto: Faça seu pedido eu queria muito ler esse livro, mas depois que li, até hoje não sei se gostei ou não.
    8°. Livro Fogueira: Correr ou morrer, não vou dizer que o sentimento que senti foi raiva, mas sim apreensão e surpresa por todos os acontecimentos, muita ação do inicio ao fim.
    9°. Livro Cavaleiro Sem Cabeça: Simplesmente Ana, foi um livro que me marcou muito, pois durante o dia ficava pensando na história.rsrs
    10º Cemitério: Marley e eu, não pelo livro em si, mas pela situação, comprei esse livro há mais de 5 anos porém ele chegou todo molhado e cheio de manchas, fiquei muito triste e até hoje não tive animo de pegar ele.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir