28/11/2014

Resenha: Garoto Encontra Garoto, de David Levithan

Título: Garoto Encontra Garoto
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 240
Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola... E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!


David Levithan. Eu já disse aqui no blog e repetirei: sou uma fã incondicional e não importa o que ele escreva, o fato é que eu vou ser uma das primeiras da fila para ler, mesmo que sejam só rabiscos. É incrível como ele consegue mexer tanto comigo. Já tinha acontecido antes em Todo Dia e com Garoto Encontra Garoto não foi diferente: fui arrastada para o enredo de tal forma que só consegui largar o livro depois de termina-lo. Mais uma vez Levithan nos encanta contando uma história sobre a força do amor, da amizade, da igualdade e principalmente do respeito.

Sinto vontade de flutuar, porque é simples assim. Ele está feliz que eu o encontrei. Eu estou feliz que o encontrei. Não temos medo de dizer isso. p.  36
Atualmente, tenho visto muitos livros que estão levando em consideração a homossexualidade – tanto em protagonistas como em personagens secundários. Apesar de ter sido publicado originalmente há 11 anos, o livro ainda conta uma cena um pouco idealista: no mundo de Levithan, Paul é um adolescente que tem sua sexualidade reconhecida por si próprio e por todos ao seu redor. Além de não haver preconceito em sua família, em sua escola cada um faz suas próprias escolhas e é respeitado por isso. No mundo real, ainda vamos demorar um tempo para alcançar isso, apesar de todos queremos um mundo assim. É nesse ponto que os livros ganham importância, afinal, eles são um caminho para a criação de uma geração livre de preconceitos. É por querer tanto que tudo que Levithan nos coloca se torne realidade que eu me vi envolvida com o enredo de Garoto Encontra Garoto.

Paul, nosso protagonista, é um dos grandes responsáveis para isso acontecer: assim como todo mundo, ele só quer amar e ser amado. Por esse motivo, ele é imprudente, erra e de vez em quando não sabe qual caminho seguir, mas quem nunca passou por isso? A história de Garoto Encontra Garoto gira em torno dessa premissa e essa característica faz com que qualquer leitor se identifique com o protagonista, e, com a narrativa em primeira pessoa através do seu ponto de vista, a empatia pelas inseguranças e erros dele aumenta. Além disso, temos um personagem que é sincero com o que sente e com as pessoas ao seu redor, além de ser um amigo muito leal. Um personagem daqueles que a gente se apega e não tem como não torcer para que tudo dê certo para ele.

É claro que nem tudo são flores: apesar de lidar com a homossexualidade como algo natural, Levithan também nos mostra o quanto podemos ser preconceituosos. Temos um panorama bem real do ocorre através de Tony, amigo de Paul, que sofre preconceito dentro de sua própria casa com seus pais. A intenção de Levithan foi provocar uma reflexão no leitor e ele atinge o ponto nesse sentido. Mas é claro que isso dá vazão para mostrar o quanto um amigo é importante quando estamos passando por situações difíceis de nossa vida e é por isso que os personagens secundários fizeram a grande diferença e também me conquistaram.

Quando um primeiro encontro dá certo, é assim:
Você sente a emoção de abrir a primeira página de um livro.
E sabe, instintivamente, que vai ser um livro bem longo. p. 235
Apesar de ser uma história simples e carregada de clichês, Garoto Encontra Garoto é um livro sensacional. David Levithan narra de uma forma única, quase poética, e, com isso, ele conseguiu despertar os mais diversos sentimentos em mim, desde a raiva até a mais sonora risada. Com certeza é um Young Adult com um grande poder transformador, afinal, ele tira o leitor daquela zona de conforto e o faz entender que todo mundo merece respeito independente das escolhas que faz. Nem preciso dizer que já entrou para a lista de favoritos de 2014. 

8 comentários:

  1. Oi Laura!!

    Adorei a sua resenha e compartilho de sua ideia quanto ao livro, Levithan é um autor maravilhoso, já li Will & Will, Garoto Encontra Garoto e Invisível e ele me encantou em todos os livros. Paul e Noah formam um dos meus casais literários prediletos e sim dei muitas e boas risadas sonoras com esse livro. E é realmente incrível que mesmo tendo sido lançado há 11 anos o livro se mostra completamente atual, esse é um todos pontos positivos de Levithan ele escreve livros atemporais!!

    Xo
    Re.View

    Xo
    Re.View

    ResponderExcluir
  2. Sinta sua cara estapeada por me deixar com mais vontade ainda de ler esse livro!

    ResponderExcluir
  3. Aceitando ele de presente no Natal, viu! Hauhauhau
    beijinhos
    Mania de Bruna
    @ManiaDeBruna

    ResponderExcluir
  4. af, vc só dá vontade nas pessoas kkkkkkkk ótima resenha

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. oie Lu
    uau, não sabe como fiquei aliviada ao ler essa resenha. Eu comprei esse livro, e como amo a escrita do David, fiquei um pouco na expectativa da leitura me surpreender.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  6. meu deus, provavelmente você vai me matar então se eu dizer que nunca li nada do autor ;$ hhahahaha
    mas confesso que este livro aqui é o único dele que me deixa curiosa. a trama é diferente, e isso que me agrada ;~~
    ele parece ter escrito uma trama maravilhosa, apesar de ser um tema bem complicado de se lidar né...

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Adorei sua resenha. Sempre tive curiosidade acerca da temática desse livro, porém não havia lido nenhuma resenha sobre ele. A premissa é bem interessante. Acho que darei uma chance ao autor. Adorei as citações escolhidas :) Uma obra dele que me chama muita atenção é "Todo dia".

    Beijos!

    www.livroseflores.com

    ResponderExcluir
  8. Eu amei sua resenha, me fez realmente voltar atrás e relembrar os fatos que eu tinha lido. Adorei!
    A propósito, tenho uma história no Wattpad com essa temática também... acho a abordagem desse tema super pertinente! ^.^ Mais atual não há, então parabéns ^.~

    ResponderExcluir