16/04/2015

Resenha: Síndrome Psíquica Grave, de Alicia Thompson

Título: Síndrome Psíquica Grave
Autora: Alicia Thompson
Editora: Galera Record
Páginas: 336
A Paciente, Leigh Nolan (essa sou eu), começou seu primeiro ano na Universidade de Stiles. Ela decidiu se formar em psicologia (apesar de seus pais preferirem que ela estudasse tarô, não Manchas de Rorschach). A Paciente tem a tendência a analisar demais as coisas, especialmente quando isso envolve o sexo oposto. Exemplo: por que Andrew, seu namorado de mais de um ano, nunca a convida para passar a noite com ele e dar o próximo passo no relacionamento — leia-se transar? E por que ela passou a ter sonhos eróticos com Nathan, o colega de quarto de Andrew que tanto a odeia? Fatos agravantes incluem: outros alunos de psicologia supercompetitivos, uma professora que precisa urgentemente de análise e uma colegial que acha que a Paciente é, em uma palavra, ingênua.



Que saudade que eu estava de ler um Young Adult! É incrível como esse é um dos gêneros que mais me agradam: sempre há algo com que eu me identifique e isso faz com que minha relação com eles seja quase constantemente positiva. Não foi diferente com Síndrome Psíquica Grave: me envolvi de tal forma que, quando percebi, já estava tentando ler pouco para que a leitura durasse o máximo possível (quem nunca?). Apesar de seguir os clichês que a grande maioria dos livros do gênero carregam, Alicia Thompson conseguiu trazer um livro que é uma delícia para ler naquela tarde de domingo cheio de preguiça. Uma delícia! <3

Síndrome Psíquica Grave: Uma desordem comum na qual um estudante de psicologia, sobrecarregado por doenças, efeitos e desordens, começa a analisar constantemente a própria vida. p. 7
A primeira coisa que eu observo quando começo a ler um Young Adult é o quanto eu me envolvo com a história. Se esse envolvimento vier logo nas primeiras páginas, é sinal de que as coisas vão terminar muito bem e que eu vou acabar suspirando pelo enredo mesmo que eu já tenha visto a mesma história em vários outros livros. Foi exatamente o que aconteceu com Síndrome Psíquica Grave: me identifiquei com Leigh, a protagonista, logo de cara. Por uma narrativa em primeira pessoa que retrata uma garota cheia de inseguranças, que analisa demais as coisas e acaba criando problemas desnecessários, a todo momento eu me colocava nas situações em que ela se encontrava e isso só fez com que o livro fosse ainda mais leve e engraçado.

Isso é agravado pelo romance, que é o que fica em primeiro plano durante todo o enredo. Como uma romântica de plantão, adoro quando surgem romances que me dão vontade de ficar suspirando a cada cena fofa que aparece. Nesse caso não foi diferente, porém a autora seguiu por um caminho que eu já estou cansada de ver por aí: triângulos amorosos. Aquela velha história de “ele gosta de mim, mas não tenho certeza do que sinto por ele porque existe outra pessoa” volta e isso foi um pouco maçante para o enredo geral, ainda mais porque a autora transforma uma das partes no “vilão” de tudo. Apesar disso, foi bem interessante acompanhar a vida amorosa de Leigh, afinal, todos já passamos por alguma situação no mínimo parecida.

Só que, apesar da capa e da sinopse sugerirem que o livro é somente um romance bobo e adolescente, a autora Alicia Thompson também transitou por assuntos que marcam a adolescência e o início da vida adulta, como transtornos alimentares, sexo e gravidez. Esses são temas que estão cada vez mais presentes nos livros do gênero e a autora não decepcionou ao tratar deles: os inseriu com muita naturalidade no enredo e em nenhum momento esses assuntos soaram forçados. Ela conseguiu mostrar desde as dúvidas até as consequências que determinada escolha tem na vida de uma pessoa. Ponto super positivo!

Não gosto de estranhos ou de situações estranhas. Sou teimosa demais. Posso estar quase assustadoramente calma e de repente ficar chateada de maneira exagerada com algo idiota. Tenho um certo prazer doentio em esperar até o absolutamente o último minuto para fazer qualquer coisa, como se precisasse de desafios extras na minha vida. p. 18
Bem despretensioso, Síndrome Psíquica Grave é um daqueles livros que ganham nosso coração logo nas primeiras páginas e você se pega torcendo para que tudo dê certo no final. Me envolvi tanto com o enredo que li o livro em apenas um dia e agora já estou esperando ansiosamente por mais obras da autora Alicia Thompson. Com uma narrativa leve e muito descontraída, a autora consegue seguir o clichê padrão para romances desse estilo ao mesmo tempo em que aborda temáticas importantes para o público alvo dos livros do gênero. Se você está procurando uma leitura gostosa e rápida, é mais do que indicado. 

9 comentários:

  1. Adorei a resenha, pelo que você falou parece ser uma leitura bem agradável mesmo, seguindo a linha dos livros desse gênero.
    E essa protagonista, nossa, me identifiquei haha

    umviciadoemlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Estou bem curiosa para ler este livro, estou vendo todo mundo falando super bem dele.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Luara,
    Todas as resenhas que leio sobre esse livro são positivas! Quero muito ler :D
    Parabéns pela leitura e pela ótima resenha!!
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Luara!
    Eu ainda não havia parado para saber mais sobre esse livro, mas agora fiquei com vontade de ler. Também gosto do gênero e os temas levantados são sempre legais de acompanhar.
    Também já estou cheia de triângulos amorosos e principalmente quando os personagens são indecisos, não tenho paciência pra isso. Mas já vou incluir o livro nas minhas próximas compras! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  5. A D O R E I ! A resenha,, adorei o enredo do book, Amada!
    Pelo titulo da capa, JURO QUE PENSEI QUE FOSSE UM DRAMA..DAQUELES QUE ENVOLVE A FAMÍLIA INTEIRA.. QUE A PERSONAGEM ESTÁ A BEIRA DA MORTE.. kkkkkk Mas gostei de saber que afinal é bem ao contrário do que o titulo sugere! *-*

    Já me identifiquei com algumas coisinhas da personagem, só pela resenha!
    p.s. A DOIDINHA AQUI JÁ ATÉ CURSOU 4 SEMESTRES DE PSICOLOGIA (juro!)
    Mas, claro que não deu muito certo.. - Tipo voce entrar no TAL CURSO pensando que é auto-suficiente pra resolver TODOS os problemas de uma vida inteira, sozinha! (#Never)

    2 anos depois, do susto inicial da família.. que apostavam todas "as fixas" nessa carreira.. ADIVINHA? THAAA-NÃMMM Faculdade trancada! E uma pessoa totalmente sem direção voltando com a cara e a coragem pra casa dos pais..Confesso que ainda não me recuperei totalmente.. Mas, decerto já se pode ver um horizonte!

    Beijos, Amada (desculpa o desabafo aí.. fiquei inspirada, haha)
    E.. É CLARO QUE EU VOU QUERER LER O LIVRO!
    Vem visitar o Se Esse Mundo Fosse Meu
    http://yasmimsramos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Luuu, saudades que eu estava de visitar e comentar no seu blog, vou tentar voltar a comentar nos blogs queridos e também a não sumir novamente.
    Enfim, achei a capa deste livro lindíssima, *acho que leria só pela capa kkkk* o livro não faz mais o meu gênero, por mais que ainda tenha paixões absurdas por alguns YA's, como por exemplo, Névoa e Gelo da Kathryn James, que li, devorei e virou favorito ou então minha saga amada dos Tigres da Colleen Houck, kkkk. Porém dramas adolescentes, no geral, já não me agradam mais tanto como antigamente, acho sempre a mesma história, a escrita muito "simples" e não tenho paciência com romances água com açúcar e/ou triângulos amorosos, kkkkk mas vai do gosto de cada um, óbvio.
    Um beijo grande! Boas leituras! :*

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lu!

    Desde que vi a capa de Síndrome Psíquica Grave na livraria e li a sinopse, fiquei interessada nele. Quando vi nos lançamentos de Abril da Galera, tinha ficado curiosa, mas não tanto. Agora, com sua resenha, me deu vontade de lê-lo, também porque sinto falta de um bom YA para ler, principalmente quando é engraçado. Estava com saudade de passar por aqui! Beijos

    litteraturamundi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei sua resenha<3 Me apaixonei pelo livro assim que vi a capa, mas gostei ainda mais de ler a sua resenha!
    http://www.pergaminholiterariomagico.blogspot.com.br/
    Ainda estou começando no blog, vou começar a resenhar próxima semana

    ResponderExcluir