08/06/2015

Resenha: Cinderela Pop, de Paula Pimenta

Título: Cinderela Pop (Princesas Modernas #2)
Autora: Paula Pimenta
Editora: Galera Record
Páginas: 160
Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música. Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme de onde via toda a cidade. Todas as noites, ela olhava pela janela, de onde ficava admirando a vista e sonhando com um príncipe que ainda não conhecia. Porém, um dia, o castelo de Cintia desmoronou e com ele tudo à sua volta. Com a separação dos pais, ela vai morar com a tia, se afasta do pai e, principalmente, deixa de acreditar no amor. Ela só não contava com um detalhe… Havia mesmo um belo príncipe encantando em sua história. E tudo o que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!



Como vocês já devem ter percebido, eu sou uma apaixonada por qualquer coisa que envolva contos de fadas. Sempre que há alguma adaptação, sou uma das primeiras a querer conferir o que aprontaram com as histórias que tanto gosto. A série Princesas Modernas, da tão querida pelo público brasileiro Paula Pimenta, é uma das que eu tenho mais curiosidade, afinal, como me surpreendi com o primeiro livro da saga, Princesa Adormecida (resenha), minhas expectativas para o restante da série aumentaram absurdamente e bom, vocês sabem que isso quase sempre e sinônimo de decepção. Eis que Cinderela Pop é lançado e... ME SURPREENDEU AINDA MAIS! É muito amor por esse livro. <3

Mas quem sabe, né? Às vezes uma pessoa especial pode estar bem na nossa frente e não conseguimos enxergar pelo fato de ela estar escondida atrás de um disfarce, fingindo ser quem não é...
Sabe aquele livro que, quanto mais você lê, mais você quer que as páginas se multipliquem porque ele está uma delícia? Cinderela Pop é um desses livros. Eu estava em uma baita de uma ressaca literária quando comecei a lê-lo e, quando vi, já tinha devorado todas as suas páginas em apenas duas horas. Isso aconteceu porque, por mais que o livro siga todos os clichês possíveis de um romance adolescente (uma garota, um garoto, adversidades, final feliz), a escrita da Paula Pimenta é tão fluida que as páginas voam e a história acaba te envolvendo, por mais que você já saiba tudo que vai acontecer ao longo do enredo.

Isso acontece principalmente quando os personagens me conquistam. A DJ Cinderela, ou Cíntia, seu nome verdadeiro, não é uma personagem tão bobinha quanto eu estava esperando que pudesse ser (a Cinderela é uma das princesas que menos gosto justamente por isso) e esse foi um dos motivos por eu ter gostado bastante dela e por essa releitura ter virado minha favorita da série. Já tinha uma forte impressão de que isso aconteceria pois há uma pequena participação da DJ em Princesa Adormecida e ela me conquistou no pequeno instante em que apareceu e a conhecer mais só fez o meu encanto aumentar.

E bom, tenho que confessar: sou uma apaixonada por romances água com açúcar, daqueles em que temos um mocinho romântico, com todas as qualidades possíveis. Eles sempre me deixam suspirando! O romance de Cinderela Pop é exatamente desse jeito e ainda temos, assim como no conto original, uma madrasta muito má e duas meias-irmãs que tiram qualquer um do sério e fazem de tudo para que as coisas deem errado no fim. Mas, por mais que eu sempre saiba que inevitavelmente tudo vai acabar do jeito que eu espero, é impossível não ficar torcendo página a página para que tudo acabe bem.

Como se fossem quadrinhos em preto e branco, a animação contava a história de uma princesinha que, em vez de sapato alto, usava All Star, pois seus pés doíam muito se calçasse outro tipo de sapato. Um dia, ela conheceu um príncipe. E a vida dela ficou colorida.
Está em um dia de tédio, com aquela ressaca literária? Eis um livro perfeito para te tirar disso! Cinderela Pop é aquele clichê que te envolve com uma escrita fluida e um romance que te deixa suspirando a cada página que passa. Sim, o livro faz parte da série Princesas Modernas, mas não se assustem: cada volume pode ser lido de forma independente, sem prejuízo algum para a leitura. Mas vale a dica: não espere algo original que vai mudar a forma como você vê o mundo, mas pode ter certeza de que ele vai te dar algumas horas de puro relaxamento. Uma delícia!

4 comentários:

  1. Eu estou morrendo de vontade de ler esse livro, até pedi de aniversário espero que eu ganhe! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu linda!
    Desejo ler alguma coisa da Paula Pimenta há séculos e até hoje não tive oportunidade =\
    Mas esse livro deve ser bem bacana, principalmente por tratar do mundo das princesas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Aaah, eu preciso urgentemente ler mais dessa autora me sinto super deslocada porque todo mundo fala super bem dos livros dela. E tenho certeza que vou gostar porque ela trata de temas muito legais ^^

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  4. Eu sou muito APAIXONADA pelas histórias, contos...Resumindo tudo que Paula Pimenta escreve, mas O Fredy Prince e Dj Cinderela me fizeram flutuar com final PERFEITO deles!

    É um livro que vale apena ler!

    ResponderExcluir